Autor: João Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor geral do Portal Companhia da Notícia.
10 fev by João Ricardo Correia

CALDO DE BATATA

Acabo de ler notícia que o Rio de Janeiro recebeu cerca de 40 mil turistas para o carnaval. Detalhe: esse povo todo chegou em navios transatlânticos. Fico imaginando Natal, que também tem suas potencialidades turísticas, esta prestes a sediar jogos da Copa do Mundo e tem um porto precário, com pouquíssima movimentação.

10 fev by João Ricardo Correia

SECRETARIA DE SAÚDE DO DF ALERTA: SPRAY DE ESPUMA PODE CAUSAR DANOS À SAÚDE

 

Brasília – O tradicional spray de espuma usado por diversos foliões durante o carnaval pode causar sérios danos à saúde, de acordo com alerta da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. A composição do produto apresenta substâncias que, em contato com a pele, podem causar reações alérgicas e urticárias, além de irritações na garganta e nos olhos.

Além disso, o gás utilizado para fazer com que o mecanismo de spray funcione é derivado de petróleo altamente inflamável e responsável por parte da destruição da camada de ozônio.

A orientação é não usar o produto diretamente na pele e sempre desviar o rosto dos jatos de espuma. Caso haja contato do spray com alguma parte do corpo, a recomendação é lavar bastante o local com água corrente. Persistindo os sintomas, o folião deve procurar atendimento médico.

A Secretaria de Saúde destacou ainda que, assim que a espuma do produto acabar, a pessoa não deve insistir em apertar o botão do spray, já que a única coisa a sair da latinha serão os resíduos de gás.

Desde 2007, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece critérios de segurança que devem ser seguidos para a fabricação e a comercialização desses produtos. Devem ser feitos testes toxicológicos que mostrem que o spray não é absorvido pela pele e todas as embalagens devem apresentar especificações como o nome do fabricante e o que fazer em caso de acidente.

(Fonte: Agência Brasil)

9 fev by João Ricardo Correia

AGRESSÃO A ANIMAIS

Todos os casos de agressões a animais devem ser denunciados à polícia, por meio do telefone 190. Quanto mais denúncias, quanto mais pressão da sociedade, mais teremos chance de sensibilizar a sociedade e as autoridades. Protestos em via pública também devem ser feitos. Não se pode mais admitir esse tipo de crueldade, principalmente quando jumentos são massacrados em via pública. No Portal está à disposição para combater maus tratos contra animais.

9 fev by João Ricardo Correia

CONDENADO

O Brasil está condenado, definitivamente, a viver como vive: com desigualdade social, com crianças morrendo de fome, sem escola, sem saúde de qualidade. A nação inteira fica quase sem funcionar por quatro dias, por causa do carnaval, uma festa que até pode gerar empregos temporários e lucros para uma minoria, mas que não muda o difícil quadro enfrentado por nossa sociedade. São quatro dias de ilusão, de muita gente ingerindo bebida alcoólica, de mais acidentes no trânsito, de sexo praticado com irresponsabilidade. Depois, as máscaras caem e a realidade, crua, volta a imperar. Em países onde o povo é respeitado não vemos nada desse tipo. E nem por isso, antes que alguém sugira, vou embora para nenhum deles, mas tenho direito de opinar sobre o que o colega jornalista Joaquim Pinheiro chama de “cultura da inutilidade”.

 

9 fev by João Ricardo Correia

GARI OFENDIDO POR BORIS CASOY RECEBERÁ INDENIZAÇÃO DE R$ 21 MIL POR DANOS MORAIS

Bóris Casoy: fama na TV e ofensa a um trabalhador

O gari que participou do programa jornalístico da TV Bandeirantes e foi ofendido pelo âncora do telejornal, Boris Casoy, vai receber indenização de R$ 21 mil por danos morais, conforme decisão da 15ª Vara Civil de São Paulo. O relator do recurso, desembargador Salles Rossi, afirma que o montante “mostra-se razoável, diante da gravidade do episódio e de sua repercussão”.

Ele destacou em seu voto que é “inequívoco o dano causado” pelo constrangimento sofrido pelo autor da mensagem. “As falas do apresentador apelante tiveram grande repercussão na mídia em geral, seja no dia em que foram veiculadas, seja após”, atestou o relator. “Ainda que se entenda que não houve preconceito, por parte do requerido, a impressão foi exatamente contrária.”

Na época, o gari participou do programa de fim de ano do telejornal, desejando boas festas aos telespectadores. A veiculação em rede nacional foi seguida pelo comentário do jornalista Boris Casoy: “Que merda! Dois lixeiros desejando felicidades do alto de suas vassouras. Dois lixeiros. O mais baixo da escala de trabalho.” O apresentador pensou que o microfone estivesse desligado quando fez o comentário.

De acordo com Salles Rossi, “a liberdade que se lhe outorga, através de preceitos constitucionais ou de lei ordinária, é tão grande como a responsabilidade que lhe impõe o dever de compreendê-la e aplicá-la. A verdade deve ser a preocupação máxima do lidador da imprensa. Ser jornalista não é só saber escrever; é antes, saber como escrever”.

Da decisão da turma julgadora da 8ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP, tomada de forma unânime, participaram também os desembargadores Pedro de Alcântara e Theodureto Camargo.

(Fonte: Revista Consultor Jurídico. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP)

9 fev by João Ricardo Correia

CARNAVAL NORDESTINO GERA 275 MIL EMPREGOS

O carnaval é um período de oportunidades para viajar, descansar, se divertir e conhecer pessoas novas. O feriado, no entanto, é particularmente especial para quem quer trabalhar. Centenas de milhares de vagas de emprego temporário são abertas no período e muitos desses postos têm a perspectiva de se tornar permanentes. Só em Salvador e Olinda, dois dos principais destinos do feriado no Nordeste, estima-se que aproximadamente 275 mil empregos sejam criados, direta e indiretamente. Na capital baiana, são cerca de 210 mil vagas e na cidade pernambucana, 65 mil, segundo dados das prefeituras locais.

As áreas que mais contratam são as de serviços e o comércio, devido à demanda que se intensifica com a presença de visitantes nas cidades onde o carnaval é atração. Olinda, por exemplo, espera receber cerca de 150 mil turistas, o que corresponde a mais de um terço da população da cidade – de 378 mil pessoas, segundo o Censo 2011 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Algo em torno de 95% dos leitos da rede hoteleira de Olinda são ocupados no período. Nos cinco dias de carnaval, mais de 2 milhões de pessoas devem visitar a cidade.

“Grande parte dessa geração de empregos é informal. Quem vem a Olinda vê isso muito claramente nas ruas. Acredito que, se a quantidade de vagas informais abertas não for igual à das formais, está muito perto disso”, informou a coordenadora de projetos da cooperativa de trabalho especializada em serviços, Banco de Horas, Patrícia de Luna.

Segundo ela, ainda há o que melhorar para receber os turistas na cidade. “No Nordeste, qualificação é a palavra de ordem. E isso tem acontecido. Existe um esforço do poder publico de organizar o que se tem, mas, claro, sempre tem o que melhorar. Em Olinda, por exemplo, o que acontece é carnaval de rua, então é uma organização desorganizada”, disse Patrícia.

Em Salvador, a mobilização é ainda maior. Para organizar a festa, 12 secretarias municipais são articuladas, com a contratação de mão de obra para a execução de atividades específicas, como a montagem de trios elétricos, vistorias, acompanhamento de circuito, guias de informação, segurança, limpeza dos locais de festa, transporte, entre outros. Deverão ser gastos com o carnaval da capital baiana mais de R$ 17,5 bilhões, considerando somente o que foi investido pelos patrocinadores da festa, por meio da Empresa Salvador de Turismo (Saltur).

Os dias de festa ainda estimulam o turismo local. Muitos visitantes nas cidades aproveitam para conhecer os pontos turísticos dessas cidades, visitar restaurantes e fazer compras. Estima-se que o município receba cerca de R$ 1 bilhão.

As oportunidades de trabalho nesses períodos festivos se apresentam em cadeia e estão em diversos setores da economia. Em Olinda, por exemplo, mais de 5 mil toneladas de lixo reciclável são coletadas ao longo do feriado somente na parte histórica da cidade, onde a movimentação é maior. Além do faturamento com a venda de produtos, há a renda gerada pela reciclagem dos resíduos.

Em Salvador, espera-se ultrapassar a marca das 100 mil toneladas de lixo reciclável coletado, alcançada no carnaval de 2012. De acordo com Joílson Santana, um dos coordenadores do Complexo Cooperativo de Reciclagem da Bahia (CCRB) e do projeto Ecofolia Solidária: Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente, cerca de 2,5 mil catadores não cooperativados devem fazer a coleta seletiva de cerca de 70 toneladas de lixo reciclável. O restante deve ser processado por outras cooperativas. Joílson informou que, desses 2,5 mil catadores avulsos, 30%, ou 750, se deslocam de cidades próximas a Salvador para trabalhar na capital durante o carnaval.

“O projeto [Ecofolia Solidária] ajuda muito nesse sentido, pois, ao fazer parte, o catador recebe um kit de proteção individual, com calça, camisa, luva, botas e protetores auriculares. Eles ainda recebem três tíquetes de refeição diários e têm acesso a cinco centrais de apoio às atividades para onde podem levar o material coletado – o que ajuda, já que não estão na cidade onde costumam trabalhar “, disse.

O projeto Ecofolia Solidária está em sua décima edição em 2013 e tem o objetivo de organizar, armazenar e comercializar o lixo reciclável, diminuindo o impacto sobre o meio ambiente e promovendo a inclusão social.

(Fonte: Agência Brasil)

8 fev by João Ricardo Correia

OLIMPÍADA DE ASTRONOMIA E ASTRONÁUTICA ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE MARÇO

Os estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares de todo o País interessados em participar da 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) já podem fazer suas inscrições. O prazo vai até o dia 13 de março e as provas acontecem no dia 10 de maio, nas próprias escolas.

As instituições que ainda não participaram devem se inscrever pelo site da olimpíada ou pelas fichas de cadastro enviadas a todas as escolas ainda não envolvidas.

A OBA já conta, até hoje, com quase cinco milhões de participantes. Em 2012, a olimpíada distribuiu mais de 32 mil medalhas e reuniu cerca de 800 mil alunos de aproximadamente nove mil escolas de todas as regiões do Brasil, envolvendo 64 mil professores. A expectativa deste ano é ultrapassar a marca de um milhão de participantes.

A olimpíada é dividida em quatro níveis. Os três primeiros são para alunos do fundamental, e o quarto, para o ensino médio. As medalhas serão distribuídas conforme a pontuação obtida pelo aluno na prova, nos quatro diferentes níveis.

FORMATO E CONTEÚDO

Segundo o coordenador nacional da OBA, o astrônomo João Canalle, cada prova será constituída de dez perguntas: cinco de astronomia, três de astronáutica e duas de energia.

“As questões serão, em sua maioria, de raciocínio lógico. E, muitas vezes, a resposta poderá até constar nos enunciados de outras questões da mesma prova. Nossa missão principal é levar a maior quantidade de informações sobre astronomia e astronáutica, além de instigar o interesse dos jovens pelas ciências espaciais”, afirma Canalle.

O coordenador ressalta, ainda, que a OBA não tem como finalidade criar rivalidade entre as escolas e nem competição entre cidades ou estados. “O trabalho tem como alvo promover a disseminação dos conhecimentos básicos de forma lúdica e cooperativa entre professores e alunos, além de mantê-los atualizados”.

Os estudantes mais bem classificados vão integrar as equipes que representarão o País nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2014. Além disso, os participantes desta edição concorrem a vagas nas jornadas Espacial, de Energia e de Foguetes e no Space Camp.

OLIMPÍADA

A OBA é organizada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB). Além de Canalle, integram o grupo responsável os astrônomos, Thaís Mothé-Diniz, Helio Jacques Rocha-Pinto, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Jaime Fernando Villas da Rocha, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio) e o engenheiro aeroespacial José Bezerra Pessoa Filho, do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

Durante todo o ano, a OBA promove os Encontros Regionais de Ensino de Astronomia (Ereas). O programa, que existe desde 2009, é realizado com parcerias locais e principalmente com recursos obtidos junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Quem desejar organizar um Erea em sua região deve entrar em contato com a secretaria por e-mail oba.secretaria@gmail.com.

(Fonte: Ministério da Ciência, Teconologia e Inovação / Portal Brasil)

8 fev by João Ricardo Correia

RATO FAMOSO

Depois de desafiar o Supremo Tribunal Federal, ao dizer que era o plenário da Câmara dos Deputados que deveria decidir se os parlamentares condenados pelo STF perderiam ou não os mandatos, o presidente da Casa, o potiguar Henrique Eduardo Alves, foi conversar com o ministro Joaquim Barbosa e engatou a marcha à ré. Saiu de lá dizendo que não queria polêmica, que a palavra final era mesmo do Supremo. Depois disso, Henrique foi visto embarcando para Orlando, nos Estados Unidos, naquela região ontem tem personagens infantis como Pateta e o rato mais famoso do mundo, Mickey!

8 fev by João Ricardo Correia

DEPUTADO KELPS LIMA SUGERE QUE HENRIQUE ALVES RECEBA PROJETOS DE QUALIDADE

Deputado Kelps Lima demonstra preocupação com os projetos

Numa entrevista na manhã desta sexta-feira, 8, ao jornalista Alex Viana, na Rádio Cidade (94 FM), o deputado estadual Kelps Lima sugeriu que o Governo do RN e os municípios potiguares construam o ambiente propício para que o novo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, possa influir na liberação de recursos a favor do desenvolvimento do Estado.

Para Kelps, não adianta o RN ter o presidente do Congresso Nacional sem que a ele sejam apresentados projetos de qualidade que possam tramitar e ser aprovados pelos vários departamentos técnicos do Governo Federal.
“A presença de Henrique como presidente da Câmara dos Deputados é sensacional para o RN. Ele merece todo o crédito por esta ascensão, que faz justiça ao trabalho que desenvolveu no Parlamento Nacional por mais de 40 anos. Agora, não é justo que se jogue sobre a responsabilidade dele toda a carga da liberação ou não recursos para o Estado. É preciso a consciência de que são necessários bons projetos para que ele tenha condições de liberá-los. Não adianta ficarmos aqui no Estado achando que virão recursos dativos, graciosamente, sem que daqui para lá nós não façamos a nossa parte, que é apresentar propostas técnicas, bem estruturadas, bem fundamentadas, com amparo legal e administrativo, dentro da realidade de exigências do Governo Federal”.

(Fonte: Assessoria de imprensa do deputado Kelps Lima)

8 fev by João Ricardo Correia

FRAGATA DA MARINHA DO BRASIL CHEGA A NATAL NESTE SÁBADO DE CARNAVAL


A Fragata “Liberal”, da Marinha do Brasil, procedente do Líbano, atracará neste sábado, 9, às 9 horas, no Porto de Natal. A embarcação chega à cidade com a finalidade de reabastecimento.

O navio deixou o Rio de Janeiro no dia 10 de abril, para integrar a Força Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), chegando à região em maio do ano passado.

O comandante da Liberal, capitão de fragata José Luiz Ferreira Canela, comanda uma tripulação de 251 militares, sendo 209 do próprio navio, 19 Fuzileiros Navais, do Grupo de Reação contra Ameaças Assimétricas (GRAA); e 9 Mergulhadores de Combate (DstMeC), todos da Marinha do Brasil.

A UNIFIL conta com a participação de 35 países, incluindo o Brasil, e mobiliza cerca de 12 mil militares e policiais, além de mil funcionários civis. A FTM é comandada pelo contra-almirante Wagner Lopes de Moraes Zamith.

A UNIFIL, que foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1978, destina-se a contribuir com a segurança no território libanês impedindo, por exemplo, a entrada de armas ilegais nessa região. Outro ramo da missão, que opera na fronteira terrestre do Líbano com Israel e não conta ainda com participação brasileira, tem o objetivo de evitar confrontos armados entre israelenses e a milícia xiita Hezbollah. O revezamento de navios e militares engajados na força tarefa naval ocorre a cada seis meses.
A Fragata “Liberal” permanece em Natal até o dia 13 de fevereiro.

CARACTERÍSTICAS DO NAVIO

Deslocamento (toneladas): 3.355-padrão / 3.707-plena carga
Dimensões (metros): 129,2 x 13,5 x 5,5(sonar)
Velocidade (nós): 30
Raio de Ação (milhas): 5.300-a 17 nós / 4.200-a 19 nós / 1.300-a 28 nós
Tripulação: 217 homens
Armamento: Míssil antinavio MM-40 EXOCET; míssil antiaéreo ASPIDE; 1 canhão Vickers 4,5 polegadas (115 mm), com alcance de 22 Km; 2 canhões antiaéreo Bofors SAK 40mm/70; lançadores para torpedos Mk-46; e lançador de foguetes anti-submarino.
Helicóptero: 1 Westland AH-11A Super Lynx ou 1 UH-12/13 Esquilo.

(Fonte: Ass. de Comunicação Social do Terceiro Distrito Naval)

8 fev by João Ricardo Correia

GOVERNO APRESENTA NOVO PROJETO PARA O PRÓ-TRANSPORTE, QUE BENEFICIARÁ ZONA NORTE DE NATAL

Durante coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 8,  na Governadoria, a chefe do Executivo Estadual, Rosalba Ciarlini, apresentou o novo projeto de uma das mais importantes obras viárias do Rio Grande do Norte. O Pró-Transporte, que deveria ter sido iniciado em 2004, foi absorvido pela atual gestão do Governo do RN em um investimento de R$ 82 milhões. Os recursos já estão assegurados pelo Orçamento Geral da União e pelo Programa Federal Pró-Transporte, ambos repassados pela Caixa Econômica Federal, somados aos recursos do Pró-Investe, através de um contato celebrado pelo Governo do RN com o Banco do Brasil.

O edital para o projeto foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira e a licitação está marcada para o dia 22 de março deste ano. A intenção é que até a primeira quinzena de  maio de 2013 seja expedida a ordem de serviço e, a partir daí, serão mais 24 meses até a entrega da obra que terá 15 km de extensão e serão realizada nas avenidas Conselheiro Tristão, Moema Tinoco, no trecho Norte, próximo a BR-101, a nas avenidas Tocantínea e Rio Doce. O projeto será executado em duas etapas, sendo a primeira no eixo Fronteiras, com 6 km de extensão, e a parte complementar no Eixo Moema Tinôco, com 9 km.

O Pró-Transporte contemplará um projeto urbanístico e, em alguns trechos,  as pistas sairão de duas para seis faixas, implantação de 20 km de calçadas, 11 km de ciclovias, para garantir uma maior qualidade de vida e permitir uma alternativa ao transporte público, e 56 terminais de passageiros. Com o projeto entregue, as principais mudanças serão notadas na fluidez e agilidade do tráfego de veículos e na valorização do turismo, em especial na Zona Norte, que receberá novas pistas para acesso a ponte Newton Navarro, bem como acessos ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, e o viaduto do “Gancho”, próximo ao supermercado Nordestão de Igapó.

A governadora Rosalba Ciarlini enfatizou a importância da obra e declarou que toda a capital do RN será beneficiada com a obra de mobilidade urbana. “O Pró-Transporte estava parado há oito anos e é muito importante para o desenvolvimento de Natal porque interligará e dará mais mobilidade às zonas Norte e Sul da capital. No entanto, a maior beneficiada será mesmo a Zona Norte, que será reestruturada e terá uma grande melhoria no trânsito para que as pessoas vivam melhor”, disse.

A secretária de Estado da Infraestrutura, Kátia Pinto, falou que o Pró-Transporte sofreu algumas alterações em relação ao projeto original já que, desde 2004, algumas construções foram realizadas na área que seria desapropriada. No entanto, com a readequação, ao invés das 600 desapropriações, apenas 273 imóveis passarão por algum tipo de intervenção. A estimativa é que as indenizações sejam de R$ 15 milhões.

“As desapropriações na área não serão feitas de qualquer forma. Nós já iniciamos as conversas com moradores, comerciantes, líderes comunitários, entre outros, para garantir que seja feito da melhor maneira possível, sempre com diálogo e buscando soluções para cada caso”, disse a titular da pasta.

(Fonte: Assecom/RN)

8 fev by João Ricardo Correia

SENADOR MINEIRO APRESENTA PROJETO DE LEI QUE CRIMINALIZA O BULLYING VIRTUAL

Clésio Andrade (PMDB-MG) apresentou o Projeto esta semana

O senador Clésio Andrade (PMDB–MG) apresentou, nesta semana, projeto de lei que criminaliza o bullying virtual. O PLS 21/2013 tipifica as agressões passíveis de penas, que vão até três anos de detenção, para esse tipo de ação que causa sofrimento psicológico e constrangimento mesmo que transitório.

De acordo com o projeto, bullying virtual é considerado a ação de “violência emocional por meio da propagação de mensagem humilhante ou constrangedora via correio eletrônico, sítio da internet, redes sociais ou dispositivos da telefonia móvel”.

Segundo a proposta, qualquer ofensa relacionada à orientação sexual, etnia, religião, deficiência e a pessoas idosas poderá levar à detenção de três meses a um ano, além de multa. Discriminação por características pessoais como distúrbios motores ou de dicção também poderão deixar o agressor até três anos na cadeia.

Além disto, se for comprovada incidência de transtorno mental permanente, autoagressão ou agressão a terceiros por parte vítima, desencadeados pelo bullying, o autor poderá ser penalizado com detenção de seis meses a um ano, além de multa. Nesse caso, também se aplicaria pena específica relacionada à violência.

Se o autor do bullying virtual for criança ou adolescente, deverão ser aplicadas medidas correcionais e socioeducativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Clésio Andrade chama atenção para as particularidades e consequências do bullying virtual, que requer medidas detalhadas, segundo afirma.

– O espaço virtual é ilimitado, o poder de agressão se amplia e a vítima se sente mais acuada. Também, nesse tipo de agressão, o anonimato tende a aumentar a crueldade dos comentários e das ameaças, e os efeitos tendem a ser extremamente graves.  Muitas vezes, o bullying afeta tão violentamente o estado psicológico da vítima que resulta em transtornos irreversíveis, algumas vezes causadores até mesmo de suicídio.

REFORMA DO CÓDIGO PENAL

A proposta de Clésio Andrade foi encaminhada para análise da Comissão Temporária de Reforma do Código Penal. Esse colegiado foi instituído para examinar o projeto PLS 236/2012  que resultou do trabalho de uma comissão de juristas designada para apresentar sugestões para atualizar o texto legal. Também estão sendo encaminhados para essa comissão projetos de senadores relacionados ao assunto e emendas ao próprio texto do projeto principal.

No PLS 236/2012, os juristas incluíram a criminalização do bullying, tipificado como “intimidação vexatória”. A prática pelo texto pode resultar em prisão de um a quatro anos.

Instalada em agosto do ano passado, a Comissão de Reforma do Código Penal é presidida pelo senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) e tem como relator o senador Pedro Taques (PDT-MT).

(Fonte: Agência Senado)

7 fev by João Ricardo Correia

ALESSANDRO SALDANHA: VERSATILIDADE E MÚSICA DE QUALIDADE COM TEMPERO POTIGUAR

Alessandro Saldanha é sinônimo de boa música, animação, versatilidade. Cantor, compositor, instrumentista, produtor e empresário de sua própria banda, nasceu na cidade de Campo Grande-RN há exatos 33 anos (completados nesta quinta-feira, 7). Sua carreira profissional começou em 1999.

Ainda criança, mostrou-se um apaixonado pela música. Estudou e participou durante oito anos na escola e banda de música Monsenhor Militão Benedito de Mendonça, em sua terra natal, regida pelo grande maestro Vicente Raniere Soares. Alessandro Saldanha tem uma extrema capacidade de mobilizar o público e em seu repertório toca de tudo, desde que agrade o público. Com facilidade, transita da MPB ao sertanejo, com belas apresentações também quando bota o povo para dançar o forró, seja o ‘eletrônico’ ou o tradicional pé-de-serra.

Seu mais recente CD, “Na Pisadinha do Brasil”, foi lançado no segundo semestre do ano passado, com sucessos já consagrados e algumas músicas inéditas. Em 2009, o músico lançou seu terceiro DVD, em Natal, e vê nas redes sociais da internet, principalmente no Facebook, uma vitrine a ser explorada cada vez mais. “É impressionante o carinho das pessoas comigo onde faço shows e também no Facebook. A interação é muito grande e agradeço demais a cada pessoa que me prestigia”, diz o artista.

Alessandro Saldanha faz shows em todo o Rio Grande do Norte. Ele se apresenta em bares, casamentos, formaturas, feiras (como a Feira Internacional do Artesanato – Fiart), festas de padroeira, carnaval, confraternizações. Ele foi um dos poucos artistas do RN a se apresentar no Teatro Riachuelo, quando abriu o show de Geraldo Azevedo.

Para contratar Alessandro Saldanha, é só telefonar: 84.9413.3964 (Tim) ou 8811.8870 (Oi).

Fale no ZAP