Brasil é atrativo para empresas de inovação tecnológica

O Brasil apresenta boas condições para as empresas estrangeiras de tecnologias da informação e comunicação (TICs) fazerem negócios. A afirmação foi dada pelo secretário de informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Virgilio Almeida, durante a a abertura da Rio Conference Technology, no Rio de Janeiro.

O secretário ainda destacou três fatores que tornam o País atrativo para as empresas do segmento. “O conjunto de fatores formado por mercado, legislação, que oferece vários incentivos, e capital humano altamente qualificado fazem do Brasil um local extremamente atraente para os investimentos na área dos TICs”, afirmou.

Durante o evento, realizado na segunda-feira (16), o secretario citou avanços na legislação brasileira, que favorecem a instalação das empresas no Brasil. “O Congresso Nacional aprovou há dez dias a extensão dos benefícios da Lei de Informática por mais dez anos, com mesmo nível de incentivos que temos hoje em dia”, lembrou.

A Lei da Informática reduz 80% do Imposto sobre Produtos Importados (IPI) das empresas que produzem hardwares no Brasil e 100% para as que, além de produzir, desenvolvem o projeto no País.

Segundo Almeida, a Lei de Informática associada à Lei do Bem, que reduz o ICMS e o PIS/Cofins das empresas que investem em pesquisa e desenvolvimento (P&D), impulsionou a fabricação de smartphones e tablets. “Com iniciativas como estas é possível criar um mercado que aumenta a densidade tecnológica”, avaliou.

 

(Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação)

Deixe seu comentário