Casa do cantor Carlos Alexandre Júnior é arrombada em Vera Cruz

 

Uma das mais recentes vítimas da insegurança que assola o Rio Grande do Norte é o cantor Carlos Alexandre Júnior. Ele teve sua casa arrombada nesta quinta-feira (02), na cidade de Vera Cruz.

Carlos Alexandre Júnior tinha vindo a Natal, visitar o túmulo do pai, Carlos Alexandre, e quando retornou foi surpreendido com a ação dos bandidos, que roubaram equipamentos eletrônicos, joias, perfumes, entre outros pertences dele e de sua mulher, Luanna.

Recentemente, Carlos Alexandre Júnior lançou o CD “Diferente” e, semana passada, divulgou seu trabalho em rádios e TVs de Fortaleza, onde tem muitos fãs.

Carlos Alexandre foi um dos cantores mais populares do Brasil na década de 80, eternizando sucessos como “Feiticeira”, “Ciganinha”, “Cartão Postal”, entre outros. Ele morreu vítima de acidente automobilístico, dia 30 de janeiro de 1989, entre São José de Campestre e Tangará, no interior do Rio Grande do Norte. Seu túmulo é um dos mais visitados, no cemitério do Bom Pastor.

Deixe seu comentário