Festa do Boi e Mossoró Cidade Junina entram para o calendário de eventos nacionais

HENRIQUEALVESMINISTRO1_PAULINHOMENEZES

Os festejos juninos de Mossoró, realizados pela 19ª vez, de 6 a 26 de junho, e a 53ª edição da Festa do Boi, em outubro, na cidade de Parnamirim, estão a um passo de entrar para o Calendário Nacional de Eventos, em elaboração pelo Ministério do Turismo. O ministro do Turismo, Henrique Alves, tratou do assunto com o prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, e o diretor da Associação Norte-Riograndense de Criadores (ANORC), João Alves, nesta quarta-feira (20).

De acordo com a Portaria 270 do Ministério do Turismo, a pasta pode arcar com o pagamento de cachês de artistas com recurso de emendas parlamentares ou de programação. Pela regra, o dinheiro deve ser destinado a eventos obrigatoriamente gratuitos, comprovadamente tradicionais e de notório conhecimento popular. A contratação ocorre por meio das prefeituras ou governos do estado. As bandas ou artistas contratados devem ser reconhecidos regional ou nacionalmente, além de estarem inscritos na Delegacia Regional do Trabalho. O investimento máximo do MTur é de R$ 200 mil por artista ou banda.

Para ter acesso ao recurso, as atrações devem estar cadastradas juntos ao Ministério do Turismo. “Só a inclusão das duas festas no calendário que estamos elaborando, já amplia a divulgação e dimensão desses eventos consolidados no Rio Grande do Norte e com repercussão regional e nacional”, ressaltou o ministro.

SANTUÁRIO DE SANTA LUZIA

O prefeito Francisco José Júnior também pediu o apoio do ministro Henrique Alves para o Santuário de Santa Luzia, na Serra Mossoró. O projeto do monumento religioso, já em elaboração, deverá contar com uma estátua da padroeira do município com 80 metros de altura. A base do monumento ficará 300 metros acima do nível do mar.

O ministério do Turismo poderá participar do projeto com a construção dos acessos e da infraestrutura necessária para receber turistas e romeiros no Parque da Serra Mossoró. A orientação do ministro foi para o prefeito pleitear junto aos deputados e senadores potiguares emendas individuais para execução das obras.

AEROPORTO E PONTE DA COSTA BRANCA

O ministro Henrique Alves disse ao prefeito que pediu ao ministro Eliseu Padilha, da Aviação Civil, mais empenho para a definição do terreno, entre três possibilidades já disponíveis, para a construção de um novo aeroporto em Mossoró. Outro projeto para a região, a construção de uma ponte que liga Areia Branca e Grossos, será discutido no Ministério dos Transportes. Assim como o novo aeroporto regional, a ponte da Costa Branca também precisa de um projeto para ser incluída no Orçamento da União. A futura ponte vai permitir a ligação entre Natal e Fortaleza pelo Litoral.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério do Turismo  / Fotos: Paulinho Meneses

Deixe seu comentário