Insegurança: transporte coletivo de Fortaleza tem média de seis assaltos por dia

Intranquilidade para quem anda nos ônibus que circulam em Fortaleza. A onda de ações criminosas continua e, a cada dia, a polícia registra uma média de seis assaltos. Os bandidos agem em todas as áreas, entram armados nos coletivos, levam pertences pessoais dos passageiros, de motoristas e cobradores e deixam o rastro de medo, angústia e pânico. As empresas de ônibus melhoram o sistema de segurança, com câmeras de melhor qualidade, mas, mesmo, assim, os criminosos não se intimidam. A gravação das imagens, mostrando a cara dos marginais que invadem os ônibus, não é suficiente para inibi-los da prática de ações criminosas. A violência dentro dos ônibus faz parte da rotina de insegurança enfrentada diariamente por quem mora na Capital e nas cidades da Grande Fortaleza. E, no caso do transporte coletivo, nem sempre a polícia consegue chegar na hora certa para prender os assaltantes e prendê-los. Aos passageiros, motoristas e cobradores, o dia-a-dia é de medo e ansiedade para chegar rápido ao destino e escapar dos bandidos.

 

(Fonte: www.cearaagora.com.br)

Deixe seu comentário