Palestra sobre gado de corte promovida pela Anorc reúne mais de cem produtores rurais no Parque Aristófanes Fernandes

7 nov by João Ricardo Correia

Palestra sobre gado de corte promovida pela Anorc reúne mais de cem produtores rurais no Parque Aristófanes Fernandes

Mais de cem produtores rurais se reuniram na noite desta terça-feira, 6, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim(RN), para prestigiar a palestra, promovida, em parceria com as empresas Rancho Alegre (produtos agropecuários) e Ceva (fabricante de produtos veterinários), pela Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc).

Sob o tema “Estratégias Operacionais para o Gado de Corte no Nordeste”, o especialista da Agropillan Consultoria Agropecuária, Fernando Meirelles, empolgou a plateia com uma visão bastante pragmática da atividade, listando gargalos e apontando soluções para o seu crescimento da no Rio Grande do Norte.

“Produzir bem, com custo compatível, é a saída para o negócio”, resumiu ele. Meirelles citou a recente polêmica em torno do preço do milho praticado pela Conab, tema levantado pela Anorc, como um dos que precisam da atenção do setor. “O boi produzido pelo criador norte-americano consome milho subsidiado, numa economia infinitamente mais forte, como nós, no Nordeste, no Semiárido, não iremos ter isso? É uma questão de justiça”.

O especialista também destacou que a atividade de pecuária de corte é, sim, viável no Nordeste. “Há mercado, mas é preciso que o setor se una para, entre outras coisas, reduzir a importação, investir em desenvolvimento tecnológico e corrigir distorções. Enquanto isso não ocorrer não dá para sermos competitivos. Hoje, nós temos a arroba mais cara do Brasil, exatamente porque não conseguimos quebrar estas barreiras”, pontuou.

Fonte: Graphos Comunicação

ByJoão Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor geral do Portal Companhia da Notícia.

Deixe seu comentário

Fale no ZAP