“Papai Noel dos Correios” ajuda a realizar sonhos de crianças

Colunista, como repórter da TV Assembleia, viu de perto o Projeto

Ao chegar para fazer a matéria sobre a campanha “Papai Noel dos Correios” me deparo com duas situações que me emocionaram: uma, a mãe desempregada, Elina dos Santos, resolveu atender ao pedido do filho Felipe dos Santos, 9 anos, e escrever para Papai Noel presenteá-lo com material escolar, já que ela não teria condições de comprar. A outra situação ainda mais comovente foi a do motoboy Alan Nunes. Ano passado, seu filho foi contemplado também com material escolar completo, com bolsa escolar, cadernos, lápis, borrachas, lancheiras e tudo o mais necessário para o ano letivo. No momento, Alan encontrava-se sem trabalho e hoje, empregado, resolveu retribuir e foi até a sede dos Correios da Ribeira e escolheu uma cartinha para recompensar o sonho realizado do filho. “A vida é assim, um dia precisamos e em outro ajudamos, essa é a solidariedade natalina e me sinto bem fazendo bem sem olhar a quem”, explica.

As cartinhas endereçadas ao Papai Noel são caprichosas, enfeitadas, criativas. Mais de oito mil cartas esperam por adoções nos Correios do Rio Grande do Norte. A expectativa da superintendência regional, José Alberto Brito, é que o número de pessoas que possam atender aos pedidos das crianças seja maior que o registrado no ano passado, quando 8.167 crianças foram contempladas.

Além das agências de Natal, participam da campanha deste ano, que vai até o dia 12 de dezembro, agências de Mossoró, Currais Novos, Assu, Caicó, Macau, Nova Cruz, Parelhas, Pau dos Ferros, Santa Cruz e Severiano Melo. Todas as cartas selecionadas vêm de comunidades carentes e escolas de educação do município.

Os desejos são os mais variados, mas, um me surpreendeu e chamou minha atenção, pois, boa parte dos pedidos são referentes à materiais escolares, seguidos de bolas e bonecas, ou seja, sonhos fáceis de realizar e fazer uma criança feliz, basta ter vontade e ato de bondade com as pessoas a nossa volta praticando cidadania. As crianças que serão beneficiadas sonham apenas que Papai Noel lembre do presente.

Mais sobre a Campanha

Realizada a mais de 20 anos, a campanha “Papai Noel dos Correios” é uma das maiores ações sociais natalinas do país. Desenvolvida em todas as 28 diretorias regionais, tem por objetivo principal o envio de carta-resposta às crianças que escrevem ao Papai Noel. Além de estimular a redação de cartas manuscritas pelas crianças, a campanha incentiva a solidariedade dos empregados e da sociedade.

Desde 2010, a campanha passou a contemplar, além das cartas oriundas das crianças da sociedade, as cartas de crianças de escolas, abrigos, núcleos socioeducativos e creches. Dessa forma, a campanha alinha-se a um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, Educação Básica de Qualidade para Todos, e, por conseguinte, associa-se a preceitos de responsabilidade social empresarial.

Essa vinculação configura uma importância iniciativa de convergência da atuação da ECT em prol da educação, sendo as crianças em situação de vulnerabilidade social as principais beneficiadas. Desenvolver a habilidade da redação de carta, de como endereçar, o uso do CEP (Código de Endereçamento Postal) e do selo postal são ações trabalhadas nas escolas, visto que um dos problemas recorrentes em anos anteriores era a impossibilidade de seleção/ adoção de carta, em razão de endereços incorretos, ausentes ou ilegíveis. Trabalhar com as crianças o poder da comunicação por meio da redação de cartas ao Papai Noel significa estimulá-las a aprender, com o resgate do prazer em escrever.

Ainda tem muitas cartinhas à espera de alguém que possa fazer o bem e para mais informações basta acessar o site dos correios www.correios.com.br ou ainda procurar uma agência em uma das cidades participantes.

Deixe seu comentário