Período natalino é mais um bom motivo para ajudar aos mais necessitados

Natal, a época mais receptiva, acolhedora e afetiva do ano. Período em que a solidariedade enche nossos corações e buscamos fazer reflexões da vida e da relação com os nossos entes queridos, sejam amigos ou parentes.

Em um pequeno espaço de tempo (cerca de um mês), são tantos detalhes para se preocupar… Comparecer a dezenas de reuniões (confraternizações), elaborar a ceia, comprar presentes, adornos para deixar a casa mais aconchegante.

Às vezes, porém, esquecemos das pessoas que não vivem isso pela questão financeira. Que não tem dinheiro para comprar uma simples bola para o filho ou pior: ter a comida adequada para a noite. Sequer têm motivos para comemorar!

Aproveitando o grande clima de compaixão, cada um, no entanto, pode fazer um pouquinho e mudar uma situação. Se não querem ajudar adultos, pode-se alegrar uma criança que não tem culpa do meio em que vive e da ausência de oportunidades dispensadas a elas.

Pois bem, várias pessoas conhecem n possibilidades de ajuda, mas o Portal Companhia da Notícia vai dar duas sugestões que considera importante na busca dessa realização de um sonho infantil: os projetos Papai Noel dos Correios e a Árvore da Alegria, do Grupo de Apoio à Criança com Câncer, o GAAC.

São dois públicos diferentes. O primeiro é voltado para crianças de baixa renda matriculadas nas redes estaduais e municipais do país. Já o segundo, realiza o sonho da meninada que batalha para combater uma doença perigosa, o câncer.

Para participar do projeto dos Correios, basta procurar qualquer agência própria (não vale as lojas franqueadas) e escolher uma cartinha. O “padrinho” compra o presente, que tem que ser entregue embalado (bicicletas têm que estar em caixas), e o entrega na mesma agência em que pegou a cartinha até o dia 12 de dezembro. Os carteiros ficam encarregados da distribuição.

Tem pedidos para todos os bolsos: bonecas de todos os tipos; bolas das diferentes finalidades; iô-iô; até tablet, bicicleta e cachorro ‘de verdade’. As cartinhas ainda estão chegando aos poucos. Procurem as agências maiores. Na do Praia Shopping ainda não tinha nenhuma até a quarta-feira passada, 13. Na do Seaway tinham poucas. Já na do Alecrim tem várias.

Já para realizar o sonho de uma criança do Gacc, os benfeitores devem procurar a sede do grupo, situado à avenida Floriano Peixoto, 383, por trás da Catedral Metropolitana de Natal, no Centro. As entregas podem ser realizadas até o dia 13 de dezembro e quem estiver interessado também podem participar da festa do Natal, momento em que a criançada é agraciada com os presentes do Papai Noel. Cada um fazendo sua parte, poderemos, no futuro, ter uma vida melhor. Boa sorte!

 

Deixe seu comentário