Polícia Federal investiga fraude em fundos de investimento de servidores

19 out by João Ricardo Correia

Polícia Federal investiga fraude em fundos de investimento de servidores

A Polícia Federal deflagrou hoje (19) a Operação Abismo, com o objetivo de desarticular fraudes envolvendo a carteira de investimentos do Instituto da Previdência de servidores de um município da região metropolitana do Recife, em Pernambuco.

A operação conta com a participação de, 220 policiais para o cumprimento de 42 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária, nos estados de Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal.

Investigações iniciadas em março de 2018 identificaram transferências superiores a R$ 90 milhões do instituto para fundos de investimento compostos pelos chamados ativos podres – fundos sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura, o que, segundo a PF, coloca em risco o pagamento da aposentadoria dos servidores do município.

Por meio de nota, a PF informou ter coletado indícios de que a alteração na carteira de investimentos do Instituto de Previdência foi feita “a mando do prefeito do aludido município, por meio de ingerência inadequada na administração daquele órgão, em razão do oferecimento de vantagem indevida”. O nome do município, no entanto, não foi divulgado oficialmente até o momento.

Ainda segundo a PF, se condenados, os envolvidos com o esquema poderão responder pelos crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa, crimes financeiros, corrupção ativa e passiva.

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil / Brasília

ByJoão Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor geral do Portal Companhia da Notícia.

Deixe seu comentário

Fale no ZAP