Quinteto Violado encanta público no Teatro Alberto Maranhão

QUINTETOVIOLADO1_WBARROSO

O Teatro Alberto Maranhão recebeu neste sábado(23), o Quinteto Violado, grupo pernambucano surgido em Fazenda Nova, em 1971, que está há cerca de 43 anos, fazendo a alegria dos seus admiradores.

O Quinteto Violado foi premiado em 2014 pela quarta vez, com o Prêmio da Música Brasileira, como melhor grupo regional do Brasil; foi indicado ao Grammy Latino 2014 e recebeu a Ordem do Mérito Cultural do Ministério da Cultura, pela importante contribuição à música popular brasileira.

Com 49 discos lançados no Brasil e no exterior, o grupo apresentou neste show, o mais novo trabalho, homenageando o inesquecível Dominguinhos, apresentando músicas que fizeram parte da discografia deste grande talento.

“Quinteto, canta Dominguinhos” apresentou um roteiro com 28 músicas rigorosamente selecionadas, onde foram mescladas sucessos do sanfoneiro nordestino com o Quinteto, onde foram lembradas as parcerias e os grande momentos vividos com o grupo.

Bastante emocionado, Marcelo Maia falou dos bons momentos que viveram juntos, pois Dominguinhos fazia parte da história do Quinteto Violado.

No show foram lembrados sucessos do artista, músicas do Quinteto, Luiz Gonzaga, Fernando Filizola, Jackson do Pandeiro e Nando Cordel, emplacando forró, frevo, xote, xaxado, baião, ciranda e muitos ritmos que estarão sempre em nossa memória.

Participaram do evento, como convidados especiais, o percussionista Raminho, que já fez apresentações com Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Nando Cordel, Elba Ramalho, Marinês, Santanna, Marina Elali, Geraldo Azevedo, Chico César, Alcimar Monteiro, Flávio José e Renato Borghetti; o sanfoneiro, Cezzinha, um dos grandes instrumentistas do cenário nacional; e a potiguar Carol Benigno, um dos maiores talentos do nosso Estado.

 

Fotos: Waldir Barroso

Deixe seu comentário