Raniere Barbosa: “Fui retirado da liderança num ato de truculência”

ranierebarbosa2_elpidiojunior

Joaquim Pinheiro

O vereador Raniere Barbosa (FOTO), do PDT, informou ,após se afastar politicamente do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, que deverá deixar o partido e se filiar a uma nova legenda, no mais tardar até abril do próximo ano.

Segundo ele, na próxima legislatura adotará posição de independência na Câmara Municipal de Natal, votando favoravelmente à projetos de interesse da população. Visivelmente magoado com o prefeito, que lhe destituiu do cargo de líder do governo no Legislativo Municipal, Raniere Barbosa disse que ficou decepcionado com a atitude de Carlos Eduardo, após vários anos ao lado do prefeito, defendendo o seu governo e sendo fiel aos princípios defendidos pelo chefe do Executivo municipal. “Fui retirado da liderança num ato de truculência, depois de ter sido preterido pelo meu partido em várias oportunidades”, disse o vereador, candidato a presidente da Câmara Municipal.

Alguns vereadores criticaram a atitude de Carlos Eduardo, mostrando-se solidários com Raniere Barbosa, entre eles, Sandro Pimentel, do Psol; Eudiane Macedo, do Solidariedade; Manoel do Cação e o próprio Júlio Protásio (novo líder), que reconheceram o trabalho realizado por Raniere durante o tempo que exerceu a liderança. “Quando os aliados discordam são tratados pelo prefeito com um chicote”, disse Sandro Pimentel, acrescentando: “esse governo é truculento e desorientado. Sou de oposição, mas entendo que Raniere não merecia esse tratamento por parte do prefeito”. Concluindo, Raniere Barbosa disse que trabalhará pela independência do Poder Legislativo, que segundo ele, o prefeito Carlos Eduardo “tenta fragilizar”.

Sobre a eleição da Mesa Diretora, afirmou que conta com 19 votos e que se for eleito, será presidente de 29. O atual presidente, Franklin Capistrano, do PSB, é candidato à reeleição.

Deixe seu comentário