Sindicato dos Bancários lança campanha em defesa da Caixa

CAIXA1

Os bancários do RN lançam nesta quarta-feira, 11 de fevereiro, a campanha CAIXA: 100% DO POVO BRASILEIRO., em manifestação em frente a Caixa da rua João Pessoa, a partir das 8h15. A Campanha faz parte da campanha nacional que será lançada em Brasília, no dia 28.

Este é o primeiro ato dos trabalhadores da Caixa contra o anúncio do governo, feito no dia 22 de dezembro de 2014, que irá abrir o capital da empresa. Na prática, os funcionários sabem que o Banco irá perder o seu papel social para seguir a lógica de mercado com o aumento de metas, assédio e perseguição.

A Caixa Econômica Federal – diferentemente inclusive de algumas empresas que são consideradas “estatais” pelo fato do governo brasileiro possuir a maior parte de suas ações, como Petrobras e Banco do Brasil – ainda é uma empresa pública. Isto significa que a Caixa é propriedade integral do Estado brasileiro e, teoricamente, tem o dever de exercer atividades e serviços públicos que tenham como objetivo o interesse da coletividade.

O PT passou a campanha eleitoral inteira se afirmando contrário as privatizações, dizendo que este seria o propósito do candidato do PSDB. No entanto, passada a campanha, o governo mostra que foi apenas uma “inverdade” pois sabia que a medida seria impopular. A população sabe o que a privatização significa.

É verdade que esta não é uma privatização sob os moldes clássicos, em que o governo vai a leilão, oferece a empresa à venda e um grupo empresarial ou oligopólio a arremata com um lance. Mas não é correto dizer que a abertura de capital não é uma medida privatizante.

A admissão de sócios privados em uma instituição antes estatal representa, na prática, a admissão de novos proprietários imbuídos de um objetivo central: manejar os negócios da empresa de modo a aumentar sua rentabilidade, visando um retorno em forma de lucro.

SERVIÇO

Ato Público: CAIXA: 100% DO POVO BRASILEIRO
Dia: 11/02/2015 (quarta-feira)
Horário: a partir das 8h15

 

Fonte: Sindicato dos Bancários do RN

Deixe seu comentário