Tag: Ana Cláudia Saraiva

8 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Atraso de salários: presidente da Adepol ressalta união dos servidores e cobra posicionamento da Assembleia Legislativa

governadoria1_jrc
Servidores ocuparam a rampa de acesso à Governadoria e ameaçaram paralisar atividades se Governo não anunciar calendário de pagamento (Foto: Adepol RN)

Cerca de 500 servidores públicos estaduais, das entidades da Segurança Pública e auditores fiscais, participaram de ato público, nesta terça-feira (8), em frente à Governadoria, em Natal, contra o atraso dos salários e a falta de programação, por parte do Governo do RN, de quando receberão os meses de outubro, novembro, dezembro e o décimo terceiro.

Delegados, agentes e escrivães de Polícia Civil, praças e oficiais PM, servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), bombeiros militares, agentes penitenciários e auditores ficais não pouparam críticas à gestão do governador Robinson Faria.


Os servidores foram “recepcionados” por grades de metal colocadas na rampa de acesso à Governadoria e durante todo o tempo do protesto as portas de vidro do local onde o governador dá expediente permaneceram fechadas.

3 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Presidente da OAB vê “quadro de caos” no Rio Grande do Norte

ana_claudia_oab_031116

A presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Ana Cláudia Saraiva Gomes, participou nesta quinta-feira (03) à tarde de reunião com a diretoria da OAB, em Natal. Em pauta, a situação financeira do Estado e a união de várias entidades representativas dos servidores em busca de uma solução para o problema.

O presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho, ouviu atentamente as palavras da presidente da Adepol e de representantes do SINSP, Sinpol, Associação dos Escrivães de Polícia Civil, Auditores Fiscais e Oficiais da Polícia Militar. E garantiu que a Ordem está integrada ao movimento.

Ana Cláudia lembrou a caótica situação financeira em que se encontra o Rio Grande do Norte e ressaltou as consequências que, caso permaneça por mais tempo, causará à economia do Estado. “Nós recebemos os salários de setembro. Não sabemos quando receberemos outubro, muito menos novembro, dezembro e se receberemos o décimo terceiro”, disse.

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Fórum dos Servidores solicita aos deputados melhor distribuição dos recursos públicos

rnbandeira

Ivo Freire

O Fórum dos Servidores do Executivo estadual, composto por 11 sindicatos e entidades, esta solicitando aos deputados estaduais que, na apreciação do Orçamento Geral do Estado – OGE para 2017, seja reestudado o direcionamento dos recursos de forma que o dinheiro do Estado, que é do povo,  seja distribuído de forma mais justa entre os poderes.

A presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol), Ana Cláudia Saraiva Gomes,  disse que outra reivindicação dos servidores é que deputados priorizem, nas emendas individuais, a destinação de recursos para os serviços  essenciais à população, como saúde, segurança e educação.

“É fundamental também, que os deputados coloquem freios para que em 2017 o Orçamento Geral do Estado estipule, no caso de frustração de receitas, que ela seja  diluída entre todos os poderes”, afirmou, argumentando: “Na atual crise fiscal, apenas os servidores do Executivo  sofrem com o atraso dos salários. Nos demais poderes,  Judiciário e Legislativo, não há atraso”.

Clique abaixo e ouça a íntegra da entrevista de Ana Cláudia Saraiva à FM Universitária, nesta terça-feira:

 

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Presidente da Adepol RN defende sensibilização do Judiciário e do Legislativo

ana_claudia_adepol1
Delegada Ana Cláudia Saraiva: É importante que a sociedade do RN saiba como é distribuído o dinheiro público


Ivo Freire

A presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol), Ana Cláudia Saraiva Gomes, disse hoje (26), em entrevista à Rádio FM Universitária, que a sociedade norteriograndense tem o direito de conhecer como é distribuído os recursos públicos da administração estadual.

“A receita financeira do RN é proveniente de tributos e, portanto, pertence ao povo”, afirmou Ana Cláudia ao defender a sensibilização dos Poderes Legislativo e Judiciário diante da atual crise financeira.

Ela disse que o Judiciário e o Legislativo têm superávit  financeiro, ou seja, dinheiro sobrando em caixa, mas não retornam esses recursos ao Poder Executivo, que desde fevereiro vem pagando em atraso os salários dos seus servidores.

Não há atraso de salários no Judiciário nem no Legislativo. Ao contrário, há uma sobra financeira que no caso do Tribunal de Justiça chega a R$ 500 milhões.

Ana Cláudia lembrou que a Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO prevê, no artigo 51, que, havendo frustração de receitas essa redução deve ser diluída entre todos os poderes.

“Isto hoje não acontece”, destacou a presidente da Adepol, “e o que estamos vendo é os servidores do Executivo pagando o preço da crise fiscal, com os salários atrasados, e a população sofrendo sem ter acesso a serviços essenciais de qualidade como segurança, saúde e educação”.

21 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Fórum de Servidores pede prioridade para reverter situação econômica do RN

adepol_na_al2_fabiocortez

A Assembleia Legislativa foi a primeira instituição a receber o documento do Fórum Estadual dos Servidores Públicos, nesta sexta-feira (21), pedindo três ações prioritárias para reversão da situação de crise econômica no Rio Grande do Norte: aprovação da mensagem governamental 81 que cria o Fundo Estadual do Equilíbrio Fiscal; criação de um concelho permanente de crise financeira para encontrar caminhos para o desequilíbrio econômico atual; e a devolução de parte dos recursos excedentes dos demais poderes para o Poder Executivo cumprir compromissos com os servidores públicos estaduais. A presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva Gomes, participou do encontro.

30 jun by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Presidente da Adepol RN luta no Senado por maior proteção às mulheres

ANA_CLAUDIA_VOTACAOCCJ
Ana Cláudia Saraiva também preside o Fórum Nacional de Delegados de Polícia (FONAED)

A presidente da Adepol RN, Ana Cláudia Saraiva Gomes, é uma das principais defensoras da aprovação do PLC 07/2016. Sempre acompanhada de outros integrantes da Diretoria da Associação, ela tem articulado reuniões, campanhas, acompanhado votações em Brasília, tudo com o objetivo de ampliar a proteção à mulher vítima da violência doméstica. “É uma luta por todas as mulheres. Felizmente, a sociedade, de uma forma geral, tem abraçado nossa causa. O PLC foi aprovado na Câmara dos Deputados e, agora, também em duas votações, uma na Comissão de Constituição e Justiça e outra no Plenário do Senado. Vamos continuar com nossa luta”, disse.

O Plenário do Senado, por 37 votos contrários e 15 favoráveis, rejeitou nesta quarta-feira (29) requerimento para que o PLC 7/2016 — que modifica a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) regulamentando os procedimentos de atendimento policial e pericial em casos de violência contra a mulher — fosse analisado também pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). O projeto aguarda inclusão na ordem do dia.

Uma das principais novidades da proposta, apresentada pelo deputado Sergio Vidigal (PDT-ES) e aprovada na Câmara em 29 de março, é de dar ao delegado de polícia a prerrogativa de aplicar medidas protetivas da vítima e de familiares, em caráter imediato e provisório. Atualmente, essas medidas somente podem ser aplicadas pelo juiz.

22 jun by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Delegadas do RN pedem a Renan mudança na Lei Maria da Penha

DELEGADAS_COM_RENAN_FOTO-JANEDEARAUJO
Ana Paula Diniz, Kalina Leite, Renan Calheiros, Ana Cláudia Saraiva e Dulcinéia Costa: delegadas se encontraram com presidente do Senado (Foto: Jane de Araújo)

Nesta quarta-feira (22), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu a presidente do Fórum Nacional de Delegados e da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Adepol-RN), Ana Claúdia Saraiva, acompanhada das delegadas de Polícia Civil do Estado Ana Paula Diniz, Dulcinéia Costa e Kalina Leite. Elas pediram ao presidente do Senado que coloque em votação, no Plenário, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 07/2016, que altera a Lei Maria da Penha, Lei nº 11.340/2006.

O PLC trata do direito da vítima de violência doméstica de ter atendimento policial e pericial especializado, ininterrupto e prestado, preferencialmente, por servidores do sexo feminino. Entre as mudanças propostas está a que permite à autoridade policial decidir sobre a concessão de medidas protetivas de urgência após o registro de ocorrência policial. Atualmente, essas medidas são de competência do Poder Judiciário.

 

Fonte: Agência Senado

Fale no ZAP