Tag: Bolsonaro

1 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Bolsonaro diz que Moro terá “liberdade” para escolher sua equipe

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse hoje (1º) que o juiz Sérgio Moro (FOTO), responsável pelas ações da Lava Jato na primeira instância, e futuro ministro da Justiça terá “total liberdade” e “meios” para escolher sua equipe, inclusive o nome para comandar a Polícia Federal. Segundo ele, Moro participará do governo de transição, mas antes vai tirar férias.

“Quem ganha é o governo Bolsonaro. Quem ganha é o Brasil”, disse o presidente eleito a emissoras católicas de televisão, logo após confirmar o nome de Moro para o superministério da Justiça, que deverá englobar as áreas de Segurança

Moro passou a manhã com Bolsonaro, na casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Segundo o presidente eleito, conversaram muito e concordaram em “100%” dos temas tratados. De acordo com ele, o juiz garantiu que os processos relativos à Operação Lava Jato não serão abandonados. “Ele me disse que a Lava Jato não será esquecida”, disse o presidente eleito.

Por Agência Brasil / Brasília

31 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

General Heleno defende uso de atiradores de elite contra criminosos

O general da reserva Augusto Heleno (FOTO), futuro ministro da Defesa no governo de Jair Bolsonaro (PSL), apoiou hoje (31) a polêmica proposta do governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), de usar atiradores de elite para conter criminosos que portem armamentos de uso restrito. O general da reserva disse que já fez uso da mesma “regra de engajamento”, no linguajar militar, enquanto atuava no Haiti e que não se trata de uma autorização para matar de forma indiscriminada. As declarações foram feitas hoje (31) em entrevista exclusiva à Rádio Nacional, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

“Minha regra de engajamento no Haiti era muito parecida com essa que o futuro governador colocou. É óbvio que muita gente faz uma distorção nisso e acaba dizendo que é uma autorização para matar. É uma reação necessária à exibição ostensiva que tem sido feita no Rio de Janeiro de armas de guerra nas mãos, muitas vezes, de jovens”, disse.

O militar lembrou que esses fuzis, normalmente, são empregados em ações que resultam em mortes de inocentes e de policiais envolvidos em confrontos e defendeu a retomada do respeito pelas forças legais. “Nós não vamos readquirir esse respeito com as regras de engajamento benevolentes que temos hoje”, destacou.

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil / Brasília

30 out by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Congresso prepara a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro

A cerimônia de posse do presidente Jair Messias Bolsonaro acontecerá em 1º de janeiro de 2019 e envolve diversas etapas. Tradicionalmente, o evento começa com uma missa na Catedral de Brasília e, na sequência, há desfile em carro aberto pela Esplanada dos Ministérios até o Congresso Nacional. Em sessão solene do Parlamento, Jair Bolsonaro fará o juramento constitucional e será efetivamente empossado. Já como presidente da República, Bolsonaro seguirá para o Palácio do Planalto, onde receberá a faixa presidencial e fará um discurso à Nação.

O evento de posse presidencial é encerrado com um jantar oferecido às autoridades estrangeiras no Itamaraty. A Diretora de Relações Públicas do Senado e coordenadora do Grupo de Trabalho para a posse no Congresso, Maria Cristina Monteiro, disse que a cerimônia poderá ser alterada em razão das preferências do novo presidente ou pelas condições de saúde dele. Reportagem, Iara Farias Borges, da Rádio Senado.

Ouça o áudio com mais informações:

 

29 out by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Bolsonaro vai convidar Sergio Moro para ser ministro da Justiça

O recém-eleito presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que pretende convidar o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, para assumir o Ministério da Justiça. A declaração foi dada em entrevista exclusiva à Record nesta segunda-feira (29/10).

“Pretendo sim [convidar Moro], não só para o Supremo, quem sabe até chamá-lo para o Ministério da Justiça. Pretendo conversar com ele, saber se há interesse dele nesse sentido também”, declarou Bolsonaro.

Na entrevista, o coronel disse que não conversou com o magistrado durante a campanha para evitar parecer “oportunista”.

Na noite deste domingo (28/10), logo após a divulgação do resultado das urnas, o juiz parabenizou Bolsonaro e pediu reformas. O nome de Moro já era ventilado como um dos favoritos para indicação ao Supremo Tribunal Federal.

Já sobre o aumento no número de integrantes do STF, segundo o portal R7, Bolsonaro voltou atrás e afirmou que o assunto “ficou no passado”. “Eu estava embarcando em um rumo equivocado. Agora, domingo, eu conversei com o Dias Toffoli (presidente do STF). Chegando a Brasília, conversarei com o presidente do Supremo. Eu tenho certeza que teremos uma convivência harmônica e ainda disse mais, que não é o Executivo que vai fazer não, vamos fazer com o Judiciário, todos nós somos responsáveis pelo futuro”, declarou o coronel.

Fonte: Consultor Jurídico

29 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Presidente eleito: Jair Bolsonaro desembarca amanhã em Brasília

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se prepara para desembarcar amanhã (30), pela manhã, em Brasília em um voo comercial. A informação foi confirmada por aliados à Agência Brasil. Como fez no primeiro turno, Bolsonaro evitou utilizar jatinhos particulares, viajando sempre em voos de carreira.

Em Brasília, ele dará início aos trabalhos do governo de transição, quando as equipes dele e do presidente Michel Temer sentarão para analisar os principais detalhes da estrutura administrativa federal.

O presidente eleito deve passar o dia de hoje em casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O local foi usado como o quartel-general da campanha ao longo dos últimos dias e cenário de muitas das declarações reportadas ao povo ao longo da disputa eleitoral.

29 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Haddad agradece votos recebidos e promete oposição pela democracia

Haddad faz pronunciamento após a divulgação do resultado (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Recebido entre palmas de correligionários, lideranças de PT, PROS, PCdoB, PSOL e movimentos sociais, o candidato derrotado à presidente da República, Fernando Haddad, agradeceu na noite de hoje (28) os 46 milhões de votos no segundo turno das eleições.

Em tom firme, Haddad discursou por cerca de dez minutos e garantiu que se manterá na oposição parafraseando o hino nacional. “Verás que um professor não foge à luta. Nem teme quem adora a liberdade a própria morte”, afirmou, ao lado da esposa, Ana Estela Haddad, seus filhos Bernardo e Ana Carolina, sua mãe, e irmãs.

28 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Arredores de condomínio de Bolsonaro se transformam em feira livre

Eleitores usam criatividade para manifestar voto em frente à casa de Bolsonaro (Foto: Tânia Regô)

Copos e camisetas personalizados com o rosto do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, viraram uma febre em frente ao condomínio onde ele mora, na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. Vendedores ambulantes se multiplicam a cada minuto no local.

Uma verdadeira feira livre foi montada na vizinhança. Há churrasquinho feito na hora, bebida gelada e salgadinhos. Para os patriotas, bandeira do Brasil e camisas da Seleção Brasileira de Futebol.

O buzinaço de veículos é contínuo em frente ao condomínio. Uma série de atrações tomou conta da Avenida Lúcio Costa, como uma espécie de carro fúnebre que carregava um caixão com faixas, nas quais se lia CUT (Central Única dos Trabalhadores) e PT.

27 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Liderança de Fátima Bezerra preocupa esquema de Carlos Eduardo Alves na véspera da eleição

Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo Alves (PDT): numa hora, se divertem juntos; na outra, se acusam, trocam farpas: vale tudo pelo poder. Um dos dois comandará o RN a partir de janeiro de 2019

O clima entre os apoiadores do candidato Carlos Eduardo Alves é de apreensão. Fontes deste informativo revelam que, embora o que seja transmitido estrategicamente ao público seja a sensação de uma “virada”, a tensão foi potencializada desde a noite desta sexta-feira, 26, quando a pesquisa de intenção de votos válidos, divulgada pelo Ibope, apontou 10 pontos a mais para Fátima Bezerra, que ficou com 55%. Para complicar ainda mais o situação da campanha de Carlos, o instituto Certus deu hoje uma maioria de 7 pontos percentuais (votos válidos).

Do outro lado, os petistas estão animados e confiantes na vitória de Fátima Bezerra, que aliou-se recentemente a tradicionais políticos do RN, muitos dos quais investigados por suspeita de participação, por exemplo, de desvio de recursos públicos. Carlos Eduardo também contou com apoios na mira das autoridades, como os senadores José Agripino Maia e Garibaldo Alves Filho, que terminaram derrotados nas urnas.

Pelo nível dos debates, percebeu-se que o “sujo falando do mal lavado” foi a diretriz das discussões. Carlos Eduardo e Fátima se acusaram, foram irônicos. Ex-aliados viraram adversários e a falta da qualidade de propostas diz que, a depender disso, o Estado não enfrentará bons momentos, vença quem vencer.

Carlos Eduardo e seus aliados potiguares pedem aos eleitores e se esgoelam pelos quatro cantos, na tentativa de atrelar a candidatura ao do presidenciável Jair Bolsonaro, que lidera o quadro nacional. O PSL potiguar se pronunciou favorável à eleição do ex-prefeito de Natal.

Fátima Bezerra carrega ainda todo o peso das mazelas que atingiram o Brasil, patrocinadas pelo seu partido o PT, cujo maior líder, o ex-presidente Lula da Silva, está na cadeia, entretanto, a senadora petista tem conseguido avançar e sua militância está aguerrida e disposta a não eleger mais um Alves.

O Rio Grande do Norte, que está perto de se livrar do Governo de Robinson Faria, reprovado nas urnas, assiste, mais uma vez, velhos políticos disputando o comando do território potiguar. Ou alguém acredita que Fátima e Carlos Eduardo representam alguma novidade?

João Ricardo Correia

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Jair Bolsonaro: candidatura ameaça corruptos, bandidagem, estupradores e esquemas que assaltam o BNDES

Líder nas pesquisas, presidenciável Jair Bolsonaro tem usado as redes sociais para se comunicar

Às vésperas do segundo turno, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, usou parte do tempo hoje (26) nas redes sociais para criticar de forma contundente o adversário Fernando Haddad (PT) e o Partido dos Trabalhadores. Dirigindo-se aos eleitores, ele pediu “seriedade” no momento de votar. Anunciou ainda que se, eleito, a prioridade será “gerar crescimento, oportunidades e emprego”.

“Nunca haverá estabilidade social na presença de violência, miséria e altas taxas de desemprego. Todo indivíduo deveria ter condições de fazer escolhas que permitam preservar sua vida, sua liberdade, buscar sua felicidade, além do conforto de sua família.”

O candidato ressaltou que só há três nomes confirmados para sua eventual equipe de governo: o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para Casa Civil, o general da reserva Augusto Heleno, para o Ministério da Defesa, e o economista Paulo Guedes, para comandar a área econômica.

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Haddad fala em virada e pede para que ódio não guie eleitor

Haddad acredita que conseguirá vencer eleição (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A dois dias do segundo turno das eleições, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, usou hoje (26) as redes sociais para pedir que os eleitores não se de deixem guiar pelo “ódio e pela mentira”. Prometeu ainda “corrigir erros e retomar acertos”. Em tom de otimismo, afirmou: “Vamos virar essa eleição”.

“Sou um professor que vive de salário, com 18 anos de serviços prestados ao Brasil. Vamos virar essa eleição, corrigir os erros e retomar os acertos. O ódio não vai levar o Brasil a lugar nenhum” , ressaltou.

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Processo de agressor de Bolsonaro é transferido para esfera federal

A Justiça Federal assumiu a condução de mais um inquérito instaurado para apurar o ataque ao candidato presidencial Jair Bolsonaro (PSL) que, durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro, levou uma facada.

Até a semana passada, o inquérito policial tramitava no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), onde, no dia 12 de setembro, foi ajuizado como crime contra a vida/tentativa de homicídio. Na última quarta-feira (17), o juiz estadual Paulo Tristão Júnior se declarou incompetente para julgar o acusado, Adélio Bispo de Oliveira (FOTO), remetendo os autos para a 3ª Vara Federal de Juiz de Fora.

25 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Datafolha: Bolsonaro tem 56% dos votos válidos e Haddad fica com 44%

O Instituto Datafolha divulgou nova pesquisa hoje (25) de intenção de voto para presidente da República. O candidato Jair Bolsonaro (PSL) continua à frente, mas a diferença diminuiu. Entre os votos válidos (excluindo brancos, nulos e as pessoas que se manifestaram indecisas), o presidenciável ficou com 56% das intenções, contra 44% de Fernando Haddad (PT). No levantamento anterior, realizado no dia 18 de outubro, o ex-capitão do Exército havia registrado 59% e o ex-prefeito de São Paulo, 41% dos votos válidos.

Na contagem das intenções de votos totais, Bolsonaro marcou 48% e Haddad, 38%. Brancos e nulos somaram 8% e indecisos, 6%. Destes, 22% expressaram abertura para mudar de posição até o dia da eleição. Há uma semana, a medição das intenções de votos totais registrou 50% para o candidato do PSL, 35% para o concorrente do PT, 10% brancos ou nulos e 5% indecisos.

25 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Bolsonaro deve priorizar “linha dura” para cargos jurídicos, mas não fala no assunto

O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) não tem dado muitas pistas sobre o que pretende fazer com os cargos jurídicos que terá sob sua responsabilidade caso seja eleito. O que tem deixado claro, até em entrevistas, é que gosta da “linha dura” do Judiciário e não dará atenção a quem considere ligado ao “viés ideológico de esquerda”.

Se ganhar neste domingo (28/10), ele terá duas indicações ao Supremo Tribunal Federal, duas ao Superior Tribunal de Justiça e duas ao Tribunal Superior do Trabalho, além de dez desembargadores dos tribunais regionais federais, sem contar as cortes trabalhistas. Do governo, terá de nomear no mínimo o ministro da Justiça, o advogado-Geral da União e o diretor-geral da Polícia Federal, além de indicar um procurador-geral da República.

Não há muitas indicações de quem será indicado por Jair Bolsonaro (PSL) para as cortes superiores e demais cargos jurídicos se o capitão da reserva do Exército ganhar as eleições neste domingo (28/10). O que se sabe é que juízes “linha dura” são bem cotados pela campanha do deputado federal. Da mesma forma, são vagas ou inexistentes as suas propostas para o Judiciário, o Ministério da Justiça, a Advocacia-Geral da União, a Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal.

25 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Ministro do TSE nega pedido de Haddad para ser entrevistado na Globo no horário de debate

O ministro Sergio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral, negou nesta quarta-feira (24/10) pedido do candidato à Presidência da República Fernando Haddad (PT) para que fosse entrevistado pela TV Globo, ainda que o adversário do PSL, Jair Bolsonaro, se recuse a comparecer ao debate, previsto para esta sexta-feira (26/10).

“O dispositivo estabelece que o debate pode ser destinado à entrevista do candidato que tenha comparecido ao evento. Portanto, trata-se de norma permissiva, e não impositiva. Não há direito a ser resguardado no caso”, afirmou o ministro.

A Rede Globo cancelou o que seria o último debate antes do segundo turno do pleito depois que Bolsonaro afirmou que não participaria. Para Banhos, no entanto, não há obrigação para que a emissora use o horário reservado para entrevistar o candidato que confirmou presença.

25 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Bolsonaro recebe correligionários e Haddad foca na região Nordeste

A três dias das eleições, os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) têm agendas lotadas, mas organizadas de forma bem distinta. Bolsonaro recebe correligionários de diversas áreas, enquanto Haddad intensificou as viagens e irá até amanhã (26) a três capitais do Nordeste. Na noite de hoje (25) ele estará no Recife.

Haddad programou ainda atos políticos em Salvador amanhã (26) e, em seguida, irá para João Pessoa. O Nordeste foi a região em que o PT recebeu mais votos no primeiro turno das eleições.

Nos últimos atos e entrevistas, o candidato do PT subiu o tom contra o adversário, aumentando as críticas e acusações. Às vésperas do segundo turno, Haddad voltou a cobrar a participação do candidato do PSL em debates.

Em casa, no condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, Bolsonaro recebe correligionários, entre eles parlamentares e prefeitos, e também aproveita para fazer suas postagens nas redes sociais.

Nas conversas com colaboradores e nas redes sociais, o candidato do PSL, aos poucos, indica como pretende organizar seu governo, se eleito. Ontem (24) integrantes da bancada ruralista afirmaram que Bolsonaro não pretende seguir adiante com o projeto de unir as pastas da Agricultura e do Meio Ambiente.

Por Agência Brasil / Brasília

Fale no ZAP