Tag: CRIMES

6 dez by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Santana do Matos: operação combate fraudes na Câmara e vereador é afastado

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira (6) a operação Marca-passo. O objetivo é combater um esquema de desvio e lavagem de dinheiro público na Câmara Municipal de Santana do Matos que seria chefiado pelo vereador Erinaldo Florêncio Xavier da Costa e que envolve empresários da região. Erinaldo Florêncio foi afastado do cargo e está proibido de frequentar a Câmara.

Segundo o MP, os crimes foram cometidos entre 2011 e 2016, período em que Erinaldo Florêncio presidiu a Câmara Municipal. Ele deixou a função após ser afastado por decisão judicial por também ter supostamente desviado recursos públicos do Poder Legislativo de Santana do Matos. O vereador foi um dos investigados na operação Infarto, deflagrada pelo MPRN em 1º de setembro de 2016. Ele é réu em uma ação penal e em uma ação civil pública, ambas por desviar recursos públicos.

De acordo com o que foi apurado pelo MPRN, a Câmara Municipal contratou quatro empresas para prestar serviço e fornecer bens de forma fraudulenta. A investigação mostra que há coincidências temporais entre as transferências de recursos da Câmara em benefício das empresas e as remessas dessas pessoas jurídicas ou de seus titulares ao vereador e ao empresário Emerson Gabriel da Cunha Macedo, tido como braço-direito de Erinaldo Florêncio. Na maioria das vezes, essa “coincidência” ocorria no mesmo dia do pagamento às empresas pela Câmara.

6 set by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Redução da maioridade penal volta ao debate na CCJ

A proposta de emenda à Constituição (PEC 33/2012) que prevê redução da maioridade penal para 16 anos nos casos de crimes hediondos está na pauta de votações da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

CONFIRA:

22 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Deicor RN ajuda Polícia Civil da Paraíba a prender suspeitos de crimes

MATERIAL_APREENDIDO_DEICOR

Uma equipe de policiais civis da Paraíba, com o apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) do Rio Grande do Norte, do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar da Paraíba, e do Ministério Público (Gaeco), prenderam, nesta quinta-feira (21) no litoral Sul da PB, cinco pessoas suspeitas de roubos a banco, homicídios e clonagem de veículo. Foram presos: Ranielson Silva  dos Santos, 27 anos; Rafael Douglas Ribeiro de Farias 19; Edielson  Francisco da Costa, 25 anos, Arlon Cleiton de Souza Barbosa Barbosa, 32 e Alexsandro Ribeiro da Silva, 29 anos.

Durante a ação policial, foram apreendidos cinco equipamentos explosivos, oito armas de fogo, celulares, uma quantia em dinheiro, placas de carro clonadas, materiais para adulteração de chassis, televisores, óculos de sol, ventiladores e ainda veículos. Segundo o delegado titular da Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor), Emerson Valente, os homens já eram conhecidos pela polícia do RN pela quantidade de crimes cometidos e se evadiram do estado para a Paraíba.

“Por eles serem do Rio Grande do Norte, e conhecidos pela polícia do estado, onde tem passagem no sistema prisional, procuraram refúgio na Paraíba, e após presos confessaram o crime, alegando que faziam parte de facções criminosas. São considerados bandidos de alta periculosidade, e pela grande quantidade de material apreendido, incluindo explosivos, é bastante provável que eles estavam planejando cometer outro crime. Eles já haviam tentado explodir um caixa eletrônico em Baia Formosa no dia 30 de junho, e três deles são suspeitos de assassinar uma criança de três anos no bairro das Rocas no dia 29 de março deste ano. Além disso, eles também são suspeitos de assaltos a residências e roubo de veículos” detalha o delegado Emerson Valente.

Os homens foram presos e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão a disposição da justiça da Paraíba.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN (Degepol)

1 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

RN fecha 2015 com uma média de 4,5 assassinatos por dia

HOMICIDIO

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), por meio da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine), divulgou nesta quinta-feira (31) o relatório estatístico acerca dos crimes violentos letais intencionais (CVLIs) no Rio Grande do Norte. A média é de 4,5 homicídios por dia. Ainda assim, o relatório apontou uma redução de 115 assassinatos quando comparado com 2014, o que representa uma redução de 6,5%.

Em 2015 foram registrados 1.653 crimes violentos, enquanto que, no ano passado, foram 1.768 casos. De acordo com o Governo do Estado, o RN supera a meta pactuada com  Ministério da Justiça, que prevê uma redução de 5% de CVLIs ao ano, nos estados da federação, até 2018, e consegue um feito inédito, desde 2004, quando a violência só crescia.

“Em 2015, conseguimos retirar o RN do ranking das cidades mais violentas do Nordeste. Em anos anteriores chegamos a ocupar a 5ª colocação. Os dados atuais demonstram que a gestão está no caminho certo e esse desempenho dedico aos bravos profissionais da Segurança Pública que, apesar de alguns desafios ainda existentes, se mantém dedicamos e comprometidos com à sociedade!”, disse a secretária da Sesed, Kalina Leite.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa da Sesed

2 abr by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

OAB organiza ato público contra insegurança no RN

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte promoverá nesta quarta-feira (02), às 17 horas, na sede da Seccional Potiguar, reunião com representantes da sociedade civil organizada para definir ato público contra a falta de segurança no Estado. Conforme o advogado Marcos Dionísio, integrante da Comissão de Direitos Humanos, o aumento da violência é alarmante. “Em 2013, ocorreram em torno de 578 homicídios só em Natal, apenas 9 pessoas respondem na justiça pelos crimes contra a vida ocorridos no ano passado. Neste ano, já se registra 363 mortes”, destaca.

Durante o mês de março, o presidente da OAB/RN, Sérgio Freire, esteve reunido com representantes da sociedade civil discutindo a falta de segurança pública. Conforme Freire, são vários os fatores que contribuem para o aumento da violência. “Temos que sugerir ações para contribuir com a redução dos números a curto, médio e longo prazo”.

Participam das discussões, entre outros, representantes da Defensoria Pública, Conselho Regional de Psicologia e Engenharia, Sindicato do Setor Imobiliário, CDL, Centro de Referências de Direitos Humanos da UFRN, Igreja Católica, Associação de Delegados de Polícia Civil e Fecomércio.

 

(Fonte: Assessoria de Imprensa da OAB/RN)

6 mar by Henrique Goes Tags:, ,

SENADO ESTUDA INCLUIR BLOGUEIROS NO PROJETO QUE PRETENDE FEDERALIZAR INVESTIGAÇÃO DE CRIMES CONTRA JORNALISTAS

Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional aprovou um relatório em apoio ao PL 1078/2011,  o qual dita a participação da Polícia Federal na investigação de crimes contra jornalistas. Dentre os conselheiros, parte defendeu uma abrangência de tal prerrogativa a todo profissional que atue na área de comunicação social.

jornal
Imagem de internet

A representante da Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ), Maria José Braga defendeu uma “federalização” das investigações contra “profissionais de comunicação no exercício de sua atividade”. Neste rol, serão incluídos os blogueiros.

IMPUNIDADE GERA CRIMES

Ao justificar sua posição quanto a ampliação do benefício, Maria José lembrou que no ano passado foram assassinados pelo menos três jornalistas e sete outros que eram radialistas ou pequenos empresários de comunicação. E, segundo ela, a participação da Polícia Federal seria a garantia “de uma investigação mais isenta, fora dos interesses locais, com o objetivo de reduzir a impunidade reinante no país quando se trata de crimes contra esses profissionais”.

A representante da FENAJ destaca que a das motivações dos crimes contra os profissionais da comunicação, a impunidade tem grande peso. Ela acrescentou que ressaltou que em vários casos estão envolvidos policiais civis ou militares.

O autor do projeto, que tramita na Câmara, é o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP). De acordo com o texto original, a participação da Polícia Federal nessas investigações ocorreria quando fosse constatada “omissão ou ineficiência das esferas competentes”. A proposta altera a Lei 10.446/2002.

 

Com informações da Agência Senado

Fale no ZAP