Tag: Criminosos

31 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

General Heleno defende uso de atiradores de elite contra criminosos

O general da reserva Augusto Heleno (FOTO), futuro ministro da Defesa no governo de Jair Bolsonaro (PSL), apoiou hoje (31) a polêmica proposta do governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), de usar atiradores de elite para conter criminosos que portem armamentos de uso restrito. O general da reserva disse que já fez uso da mesma “regra de engajamento”, no linguajar militar, enquanto atuava no Haiti e que não se trata de uma autorização para matar de forma indiscriminada. As declarações foram feitas hoje (31) em entrevista exclusiva à Rádio Nacional, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

“Minha regra de engajamento no Haiti era muito parecida com essa que o futuro governador colocou. É óbvio que muita gente faz uma distorção nisso e acaba dizendo que é uma autorização para matar. É uma reação necessária à exibição ostensiva que tem sido feita no Rio de Janeiro de armas de guerra nas mãos, muitas vezes, de jovens”, disse.

O militar lembrou que esses fuzis, normalmente, são empregados em ações que resultam em mortes de inocentes e de policiais envolvidos em confrontos e defendeu a retomada do respeito pelas forças legais. “Nós não vamos readquirir esse respeito com as regras de engajamento benevolentes que temos hoje”, destacou.

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil / Brasília

2 ago by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Vermelho do sangue em via pública vira rotina no RN

O Rio Grande do Norte é mais um pedaço do Brasil dominado pela criminalidade. Além das denúncias de escândalos com o dinheiro público, promovidos, segundo acusações das autoridades policiais e judiciais, por políticos e empresários, na sua maioria, outros tipos de bandidos, aqueles que saem armados matando, sequestrando e roubando continuam agindo livremente.

Querer minimizar ou justificar a situação dizendo que é um “problema nacional” é mais um discurso fácil de quem é responsável pela instalação do caos. Quem governa aqui pede voto aqui, promete aqui. E mente aqui!

O quadro torna-se ainda mais grave, nos últimos três anos, em consequência da desastrosa fala do então candidato a governador Robinson Faria, que disse ter estudado vinte anos para ocupar o cargo e seria o “governador da Segurança”. Piada pronta, mas sem graça.

Sangue espalhado em via pública virou rotina. Agências bancárias, Correios e estabelecimentos comerciais são atacados constantemente. Residências são invadidas, pessoas de bem são espancadas, ameaçadas, mortas. As reações do aparelho policial são poucas diante do poderia de fogo e da ousadia dos marginais.

Prioridade em segurança pública no Rio Grande do Norte só aparece em época de campanha eleitoral. O que existe é muito blablablá, conversas moles, projetos que morrem antes do nascimento, reuniões que não têm fim, fotografias para redes sociais e nada mais.

O Rio Grande do Norte nunca teve um Governo sério o suficiente para enfrentar os traficantes de drogas, os matadores de aluguel, esses canalhas que se organizaram em facções e patrocinam ações que aterrorizam o povo potiguar. As ações paliativas não enganam ninguém honesto e de bom senso.

Marketing, munganga e consultorias não vencem o crime. Os governantes e os seus aliados devem respeitar os policiais, incentivando-os com melhores salários, dando-lhes condições de trabalho, apoiando-os quando estiverem no confronto com a bandidagem. Nossos “representantes” na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional precisam ter pulso firme contra os criminosos ou então passam a cúmplices.

O Rio Grande do Norte, como gostam de dizer os especialistas em segurança, está dominado por uma mancha vermelha provocada pelo sangue, pelo medo, pela certeza do descaso governamental e pela expressiva falta de perspectivas de melhoras.

João Ricardo Correia

31 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

RN pede socorro e Temer autoriza envio de tropas do Exército

ATAQUENATAL1

O presidente interino Michel Temer autorizou hoje (31) o envio de tropas do Exército para ajudar a garantir a segurança da população no Rio Grande do Norte, em meio aos recentes ataques a ônibus e prédios públicos, cometidos, segundo o governo local, em retaliação à instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, em Natal.

A autorização foi assinada por volta das 18h atendendo a pedido do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, os militares serão enviados para “auxiliar as forças de segurança do Estado”, que, desde sexta-feira (29), registrou 54 ocorrências de vandalismo e depredação, a maioria de incêndios a ônibus. Também há registros de disparos contra prédios públicos e explosivos em uma agência bancária.

Fale no ZAP