26 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Denarc de Mossoró prende homem por tráfico de drogas

DENARC260716

Uma equipe da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) de Mossoró prendeu em flagrante, na tarde desta terça-feira (26), na cidade, Edno Pereira do Nascimento, 30 anos. Na ação, foram apreendidos 500 gramas de droga, entre maconha e cocaína, embalagem para a droga, além de aproximadamente R$ 1.000,00 reais fracionados.

O homem foi autuado por tráfico de drogas e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da justiça.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN (Degepol)

29 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Polícia Civil prende taxista com 10 quilos de maconha

ARIVANALDOPRESO_DEGEPOL
Taxista Arivanaldo, segundo a Polícia Civil, foi flagrado com a droga

Policiais civis da Delegacia de Macaíba, na Grande Natal, prenderam, em flagrante, o taxista Arivanaldo da Silva Domingos, 41 anos, que levava aproximadamente 10 kg de maconha no interior do veículo em que trabalha.

De acordo com informações policiais, o acusado estaria levando à droga para uma provável boca de fumo, situada na região de Macaíba.

drogadearivanaldo_degepol
Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN  (Degepol)

24 mar by Henrique Goes Tags:, ,

PROJETO DE LEI PREVÊ INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA PARA USUÁRIOS DE DROGAS

Está na pauta da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) projeto que estabelece pena privativa de liberdade para os usuários de drogas, com objetivo de forçá-los a aceitar o tratamento especializado. O objetivo do autor do PLS 111/2010, ex-senador Demóstenes Torres, era garantir aos usuários, especialmente de crack, o tratamento como opção, a ser determinada pelo juiz no lugar da pena.

Imagem de internet

As internações involuntária e compulsória provocaram polêmica neste ano, com ações nesse sentido tomadas pelo governo estadual de São Paulo e pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Ainda que o objetivo seja forçar o tratamento de usuários e sua recuperação, a previsão de reintrodução da pena privativa de liberdade para essas pessoas, extinta em 2006, é polêmica. Embora tenha recebido apoio de entidades de combate às drogas, o projeto é criticado por especialistas, que o consideram retrógrado.

Para a relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS), reintroduzir a imposição de pena privativa de liberdade vai contra os parâmetros estabelecidos pela política nacional de prevenção e atenção ao uso e dependência de drogas. “Representa o retorno a um modelo centrado em medidas repressivas, que já se mostrou incapaz de responder adequadamente às necessidades de saúde dos usuários de drogas”, afirma a senadora no relatório.

No substitutivo que apresentou, a senadora sugere a inclusão, na lei, da possibilidade de aplicação da internação compulsória, mas sem a possibilidade de pena privativa de liberdade para usuários.

 

Fonte: Agência Senado

Fale no ZAP