Tag: Eleitor

14 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Prisões de ladrões do dinheiro público acendem “luz no fim do túnel”

Por mais que a corrupção esteja enraizada no Brasil, passando quase sempre por atuações de políticos e empresários nefastos, canalhas, ladrões, sempre acende uma luz no fim do túnel quando investigações colocam atrás das grades figuras que se achavam intocáveis, verdadeiras “rainhas da cocada preta”.

Pelo que apontam investigações feitas pelas polícias e Ministério Público, muitas provas são colhidas a partir de telefonemas e mensagens por meio de aplicativos de celular. A impunidade é tamanha, que as quadrilhas que metem a mão nos cofres públicos acham poder tudo, aí são conversas a qualquer hora, sobre todos os tipos de assuntos. Fontes deste informativo revelam que promotores públicos e policiais têm acesso a “altos papos” entre políticos, assessores e empresários. Fotos, filmagens, tudo compõe o arcabouço de elementos que evidenciam os crimes e a ousadia dos criminosos.

Segundo as mesmas fontes, ainda em 2018 diversas outras operações levaram para trás das grades “representantes do povo”. E não adianta daqui pra frente tentar mudar de comportamento, está tudo registrado, como batom na cueca: não tem justificativa.

O eleitor corrupto, aquele que vende o voto, também é responsável pela roubalheira no Brasil.

No Rio Grande do Norte, o MP continua trabalhando. Nesta semana mesmo, depoimentos serão colhidos. O alvo: Assembleia Legislativa.


João Ricardo Correia
COMPANHIA DA NOTÍCIA
Aqui não tem blablablá

13 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Candidatos “preocupados com o povo” saem das tocas

É muita cara de pau. É brincar com o povo. É desafiar a inteligência alheia. É ter a certeza que vive num país onde a sacanagem impera. É ter a convicção que consegue enganar. Quando não é época de campanha eleitoral, são poucos, pouquíssimos, os políticos com mandatos ou aqueles que desejam um dia tê-los, que frequentam festejos populares, que vão a procissões, missas, cultos evangélicos, reuniões em garagens, feiras livres, associações de moradores…

Basta ser ano de eleição que lá vem a mesma corja: algumas caras antigas, talhadas pelo tempo e “rebocadas” pelo Photoshop na hora de fazer os “santinhos”. Tem também caras novas e outras conhecidas que insistem em se vender como novas. Todos em uma só missão: ganhar voto e nada mais.

Vale tudo para ganhar o voto. Tomam caldo de cana, comem pastéis, abraçam todo e qualquer tipo de provável eleitor, sorriem sem parar. Cafezinhos são uns trinta por dia. E botam menino catarrento no colo. Sujeitos reconhecidamente arrogantes, canalhas, mais parecem meninos querendo pirulito, de tão manhosos e “fofinhos” que ficam.

Tem os que “já se fizeram”, tem os que sonham em mamar nas tetas do dinheiro público, tem os que botam os filhos, a mulher, a amante, a ex, o ex, tem de tudo para todos os gostos. E preços.

Claro que em meio a tantos espertalhões – e espertalhonas – existem pessoas sérias, autênticas, com boas intenções. Mas como dizem que de boas intenções o inferno está cheio, é melhor se prevenir contra essa turma que, de uma hora pra outra, aparece em sua rua, em seu local de trabalho, em sua rede social. Por onde danado essas criaturas circulam quando não precisam de votos? Quantos deles te procuraram? Quantos sorriram para você? Você esbarra costumeiramente com esses candidatos e candidatas nas feiras livres, nas igrejas, nos botecos, nas vaquejadas, nos campeonatos de porrinha, dando entrevista até em rádio pirata? Ficam tão simpáticos, não é? E as roupas “simples” que usam? Tadinhos deles e delas… Dá uma pena… Como querem nosso bem! Como querem ajudar o povo! Haja altar para tanto santo!

O Brasil necessita de uma reforma política e também de investimentos na educação de base, no incentivo à leitura. Ou as crianças de hoje recebem um tratamento adequado, crescendo com inteligência, com uma consciência crítica apurada, ou podem preparar a paciência para muitos e muitos anos de bandalheira com o dinheiro público, porque não vai falta esse povo bonzinho para nos abraçar.

João Ricardo Correia

COMPANHIA DA NOTÍCIA
Informações com personalidade
Aqui não tem blablablá

29 set by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Eleitor pode denunciar irregularidades e acompanhar eleições por aplicativos do TSE

 

urnaO secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, concedeu entrevista à Rádio Senado e explicou que os usuários de celulares e tablets têm à disposição uma série de aplicativos desenvolvidos para as eleições municipais, que estão marcadas para domingo (2). Um deles é o ‘Pardal’, em que o eleitor pode fazer denúncias de irregularidades na campanha por meio de vídeos e fotos. A ferramenta já foi baixada por 2 milhões de usuários, que fizeram cerca de 35 mil denúncias à Justiça Eleitoral. Também há programas com informações sobre os candidatos e para acompanhar a apuração dos votos. Eles estão disponíveis nas lojas de aplicativos dos sistemas iOS e Android.

Ouça a entrevista de Giuseppe Janino à repórter Marcela Diniz.


Fonte: Agência Senado

Fale no ZAP