Tag: Hospital Walfredo Gurgel

11 out by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Serviço de Reabilitação do Hospital Walfredo Gurgel completa 30 anos

Acordar, tomar banho e café da manhã, escovar os dentes, trocar de roupa e sair para trabalhar. Você já se imaginou impossibilitado de realizar algumas dessas atividades? Como seria seu dia a dia sem poder fazer coisas consideradas simples e rotineiras como, por exemplo, pentear o cabelo ou tomar um copo d’água? Assustador, não é? Pois fique sabendo que até o final da década de 80, no Rio Grande do Norte, as especialidades ligadas a área da reabilitação, não estavam disponíveis nos serviços públicos de saúde.

Este quadro, no entanto, começou a mudar no ano de 1988 com a chegada dos primeiros fisioterapeutas no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG). Na área da reabilitação, o curso de fisioterapia foi o primeiro a ser aberto na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em 1978. Este ano, a Divisão de Reabilitação, composta por fisioterapeutas (21), terapeutas ocupacionais (2) e fonoaudiólogas (6), completa 30 anos de assistência, mostrando, cada vez mais, a importância e a necessidade destes serviços especializados na recuperação do bom estado de saúde e na devolução de uma melhor qualidade de vida para o paciente, durante e após a internação.

10 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Professores e funcionários da educação do RN participam da Greve Geral Nacional

greve_geral

Nesta sexta-feira (11), os professores e funcionários da educação pública do RN vão participar da Greve Geral Nacional que está convocada pelas centrais sindicais. Em pauta a luta contra o desmonte da educação pública e a retirada de direitos de toda a classe trabalhadora.

O SINTE/RN (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN) vai promover atividades ao longo do dia. Pela manhã os profissionais da educação vão promover atos públicos a partir das 7h no gancho de Extremoz e na Conexão Felipe Camarão. Às 8h participarão de um ato unificado do funcionalismo do RN. A concentração será em frente ao Hospital Walfredo Gurgel.

À tarde os profissionais da educação farão visitas às escolas que estão ocupadas por estudantes em luta contra à PEC 241/55 e a Reforma do Ensino Médio.

Fonte: L4 Comunicação

15 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Saúde pública do RN em colapso: crianças esperam no corredor por cirurgias

CRIANCA-HWG2a_SINDSAUDE

João Ricardo Correia

Crianças no corredor, à espera de cirurgias ortopédicas. Este é apenas mais um cenário da situação do Hospital Walfredo Gurgel, um dos principais do Rio Grande do Norte. Na manhã de hoje, eram pelo menos 19 enfrentando essa deficiência do Estado. Dez estavam na enfermaria e sete no pronto-socorro.

Segundo informações extraoficiais, o motivo seria a falta de pagamento, por parte do Governo do RN, ao Hospital Memorial e à Clínica Paulo Gurgel, para onde as crianças deveriam ser levadas.

O Portal Companhia da Notícia conseguiu fotos exclusivas, cedidas à nossa redação, feitas na manhã desta sexta-feira, 15.

CRIANCA-HWG1_SINDSAUDE

10 maio by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Camas estão amontoadas há meses no Hospital Walfredo Gurgel

CAMASHWG2_EDILSONCAVALCANTI

Camas amontoadas, algumas ainda encaixotadas, no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, foram fotografadas e enviadas à redação do Portal Companhia da Notícia pelo leitor Edilson Cavalcanti, que ficou revoltado com a situação. Os equipamentos ficam próximos ao almoxarifado e ao arquivo da unidade de saúde. “É dinheiro público sem ser usado. Enquanto quase todos os dias a imprensa mostra pacientes no chão, em vários hospitais do Rio Grande do Norte, aqui essas mais de vinte camas estão desse jeito. Há vários meses eu tinha visto isso e hoje volto a ver. É um absurdo”, disse.

CAMASHWG1_EDILSONCAVALCANTI

CAMASHWG3_EDILSONCAVALCANTI

CAMASHWG4_EDILSONCAVALCANTI

CAMASHWG5_EDILSONCAVALCANTI

31 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Raiva humana: menino de 9 anos morre após ser agredido por gato

GATOBRABO1_GATOSMANIA-COM
Imagem meramente ilustrativa

Após nove dias internada na UTI pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), uma criança de um ano e oito meses, oriunda da Paraíba, morreu no início da tarde deste domingo (30) com diagnóstico de raiva humana. O menino A.V.F teria sido agredido por um gato há cerca de um mês, também naquele estado. Após ter apresentado mal estar geral sem sinais de melhora, a criança foi trazida por familiares para ser tratada em hospitais do Rio Grande do Norte.

De acordo com a Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (Suvam) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) a doença só foi confirmada por exames na última sexta-feira (28), mas desde que deu entrada na unidade, no dia 21 de agosto, a criança já vinha recebendo o tratamento recomendando pelo Ministério da Saúde para a Raiva Humana. Os médicos seguiram o protocolo que foi utilizado em dois casos de humanos que sobreviveram à raiva, um em Floresta/PE em 2008 e o outro em Milwaukee, Estados Unidos, em 2004. Segundo a Suvam, o diagnóstico foi realizado pelo Instituto Pasteur/SP através do teste da Imunoflurescência Direta (IFD) em biópsia do folículo piloso.

O paciente residente no município paraibano de Jacaraú, após ter apresentado mal estar foi trazido no dia 20 de agosto pela família ao Hospital Monsenhor Pedro Moura, em Nova Cruz/RN. Na ocasião apresentava um quadro de desidratação, vômito, febre, dispnéia e hipertensão arterial. Desta unidade de saúde o paciente foi transferido no mesmo dia, via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para o Hospital Infantil Varela Santiago. A criança apresentava agressividade, irritabilidade e fotofobia. No dia 21 de agosto, diante da necessidade de realização de uma tomografia computadorizada de crânio, foi transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel em Natal.

Nesta unidade, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo realizada a tomografia, coleta de líquor cefalorraquidiano e biópsia de folículo piloso, sendo estas amostras encaminhadas para o Instituto Pasteur em São Paulo, e para outros laboratórios de referência para encefalites. A partir da suspeita de raiva foi iniciado no HMWG o Protocolo de Tratamento da Raiva Humana. Ao mesmo tempo, a Sesap notificou a Secretaria de Saúde da Paraíba que logo iniciou investigação no local de residência do paciente. Quatro outras pessoas do município de Jacaraú/PB que foram agredidas pelo animal iniciaram a profilaxia antirrábica, com administração de soro e vacinas. Além destas, o pai do paciente também iniciou profilaxia antirrábica.

O último caso de raiva humana registrado no RN foi em 2010, no município de Frutuoso Gomes, neste caso sendo o morcego o animal transmissor da doença. No mundo estima-se que a raiva leve a óbito uma pessoa a cada dez minutos, especialmente na Ásia e África, sendo os casos de sobrevivência raros, pois a doença é considerada 100% letal. Este ano o Brasil já registrou um óbito humano por raiva transmitida por um cão de rua no estado do Mato Grosso do Sul.

No Rio Grande do Norte, segundo dados do Programa Estadual de Controle da Raiva da Sesap em 2015 já foram diagnosticados laboratorialmente 26 casos de raiva animal em 14 municípios. São eles: Acari, Caicó, Ceará-Mirim, Encanto, Monte Alegre, Natal, Pau dos Ferros, Pedro Velho, Riacho de Santana, São Fernando, São Gonçalo do Amarante, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias e Várzea. Os animais acometidos foram, sobretudo bovinos (12 casos) e morcegos não hematófagos (9 casos). Além desses animais, também chama a atenção o caso de raiva canina ocorrido em Caicó. Os outros animais acometidos foram: suínos, cavalo e raposa.

A raiva é uma zoonose transmitida ao homem pela inoculação do vírus presente na saliva e secreções do animal infectado, principalmente pela mordedura e lambedura. Caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda que apresenta letalidade de aproximadamente 100% dos casos. No Brasil, caninos e felinos constituem as principais fontes de infecção nas áreas urbanas.

A Sesap alerta a população da importância de se buscar atendimento médico para profilaxia da raiva na ocorrência de qualquer agressão por mamíferos (cão, gato, morcego, sagui, raposa, dentre outros). Além disto, reforça a necessidade de vacinar os animais domésticos anualmente contra a raiva, bem como evitar se aproximar de animais desconhecidos. A partir da suspeita de raiva em um animal, a recomendação é procurar a Secretaria de Saúde de seu município para encaminhamento da amostra para diagnóstico laboratorial. Diante de um resultado positivo nos animais, medidas de controle devem ser iniciadas na área da ocorrência, como a revacinação em massa dos animais domésticos.

 
Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde Pública
Foto: www.gatosmania.com

 

5 maio by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Justiça manda HWG fornecer prontuário de mulher vítima de erro médico

JUSTICA8
O juiz Geraldo Antônio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou a busca e apreensão de cópia integral do prontuário médico de uma senhora que foi internada no Hospital Walfredo Gurgel – Clóvis Sarinho após sofrer um mal súbito (Infarto Agudo do Miocárdio – IAM) e devido à uma sucessão de erros, omissões, falta de equipamentos e procedimentos adequados a paciente veio a óbito em 17 de dezembro de 2012.

Pela decisão do magistrado, para que a cópia integral do documento solicitado seja entregue, a Administração, através da Diretora Geral do Hospital Monsenhor Walfredor Gurgel, terá que promover os atos necessários perante à empresa Salux no tocante ao cumprimento da determinação judicial.

O Hospital deve entregar ao Oficial de Justiça, no prazo de cinco dias após a intimação, a documentação requerida. Caso o Oficial de Justiça, ao retornar, não tenha meios de apreender os documentos, em poder do Hospital, ficou fixada multa pessoal para a Diretora Geral, no valor de R$ 15 mil, com cumprimento mediante bloqueio de valores patrimoniais.

Na fase de instrução processual da ação indenizatória, o Juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal já havia determinado a apresentação de cópia integral do prontuário médico da paciente que foi admitida na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel no dia 15 de dezembro de 2012, local em que veio a óbito no dia 17 de dezembro de 2012.

INTIMAÇÃO

Segundo o juiz, a diretora Geral do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel foi devidamente intimada da determinação, em 24 de fevereiro de 2015 e, em resposta, através de ofício, comunicou que não tem acesso ao prontuário médico da paciente, tendo em conta necessidade de liberação de uma senha, o que somente é possível por intermédio da empresa Salux Informações e Saúde Ltda, pelo que solicitou acesso.

Entretanto, no entendimento do magistrado, não se admite a justificativa apresentada pela Diretora Geral por que o acesso aos dados é de responsabilidade do Hospital e a instituição terá o poder de obtê-los não somente para demonstração da causa mortis da paciente em Juízo, mas também para fins estatísticos, dentre outros.

“Quem deverá disciplinar a forma de acesso aos documentos é o próprio hospital e não este Juízo, na singeleza da pretensão posta na inicial”, comentou.

 

 

Fonte: Portal do TJRN

Fale no ZAP