Tag: Mossoró

2 out by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Universitários homenageiam agente de portaria e dão seu nome à turma concluinte do curso de Fisioterapia da UnP de Mossoró

No dia a dia da Universidade, é fácil para qualquer estudante se identificar com o trabalho dos professores, afinal, são os mestres com conhecimento e experiência profissional que fazem os alunos sonharem com o futuro. Mas a gentileza e exemplo de vida de quem estava fora da sala de aula marcaram também uma turma de Fisioterapia da UnP, integrante da rede Laureate, em Mossoró. No dia 28 de setembro, o grupo fez um reconhecimento ao agente de portaria Cedablyo Paiva Fernandes, e o surpreenderam com um convite emocionante: ser homenageado com o nome da turma que conclui a Graduação no final de 2018.

Naquela manhã, Cedablyo chegou para mais um dia de trabalho comum e se posicionou nas catracas que dão acesso à Clínica Integrada de Saúde (CIS) da UnP. Sem que ele soubesse de nada, uma das alunas passou e deixou perto dele uma caixa de som portátil enquanto outro colaborador ficou responsável por dar o play em uma música no momento indicado. Ao som de “Amor pra recomeçar”, os estudantes foram passando pela catraca e abraçando o agente de portaria que se emocionou imediatamente. Ao final, ele recebeu uma placa e o convite para batizar o nome da turma concluinte.

2 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Juizado da Violência Doméstica de Mossoró adota estratégias para conscientizar agressores

O Juizado da Violência Doméstica de Mossoró tem usado estratégias variadas para combater a violência contra a mulher. Encarregado desta unidade há 8 anos, o magistrado Renato Vasconcelos explica que “o caminho para reduzir esse tipo de violência deve passar pela educação, voltada à cidadania e respeito ao outro”.

Na unidade, além das medidas tradicionais penais, uma das alternativas utilizadas consiste nos programas de reeducação para agressores, que participam de grupos reflexivos e discussões com auxílio de equipe multidisciplinar especializada.

A participação dos agressores nesses grupos é aplicada nos casos de delitos mais brandos (tais como ameaça ou lesão corporal leve) como condição a ser cumprida quando o Ministério Público pede a suspensão condicional do processo.

Nesses casos, os acusados devem participar de 10 sessões semanais, formando turmas de 12 pessoas aproximadamente, em que discutem, auxiliados por assistentes sociais e psicólogos, os motivos que levaram a cometer crimes, bem como o contexto implicadores da opressão e violência contra as mulheres.

Na maioria das vezes, esta medida é aplicada conjuntamente com a prestação de serviços à comunidade, acrescida do monitoramento do agressor por 2 anos, mediante assinatura mensal de termo de comprometimento no fórum judicial.

O magistrado esclareceu que ações dessa natureza “seguramente diminuem bastante os níveis de reincidência” e destacou que “dentre os participantes dos grupos reflexivos na comarca de Mossoró, não consta notícia de que tenham voltado a cometer crimes dessa natureza”.

Prevenção

Há ainda outras atividades que contribuem na prevenção de crimes contra as mulheres. Exemplo disso são as palestras realizadas regularmente pelo juiz juntamente com a equipe multidisciplinar em diversas instituições públicas como hospitais, universidades e escolas para conscientizar a população a respeito do tema.

Além disso, o juizado realiza ações de divulgação nas mídias sociais ou por meio da distribuição de panfletos, aproveitando eventos populares como o São João para propagar a cultura de respeito aos direitos das mulheres.

Fonte: Portal do TJRN

26 jul by João Ricardo Correia Tags:, , ,

MP: Prefeitura de Mossoró prioriza festas a repasses ao Fundo da Infância

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da 12ª Promotoria de Justiça de Mossoró, está travando na Justiça uma luta para que a maior cidade do Oeste potiguar honre os repasses para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA). Em 2018, apesar de ter orçado aporte de pouco mais de R$ 325 mil, nada foi repassado ao fundo até agora. Em compensação, apenas com o evento Mossoró Cidade Junina, a Prefeitura gastou mais de R$ 3,7 milhões.

A discussão ocorre no âmbito de uma Ação Civil Pública movida pelo MPRN contra o Município de Mossoró em razão da recusa no repasse dos recursos oriundos do orçamento municipal ao FIA nos exercícios de 2006/2007, 2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010.

Estudo realizado pela equipe técnica contábil do MPRN, com dados do Portal da Transparência da Prefeitura de Mossoró, aponta que o Executivo Municipal tem priorizado gastos com bandas, eventos, publicidade, arborização e sinalização ao invés do FIA. Foram realizadas as análises dos gastos de áreas não essenciais do município de Mossoró, nos anos de 2014 a 2018, levando-se em consideração os Planos Plurianuais de 2014-2017 a 2018-2021.

Audiência judicial

Nesta quarta-feira (25), em mais uma audiência judicial previamente agendada para análise da matéria, o Executivo Municipal deixou de enviar um agente político com poderes para negociação. O Juízo da Vara da Infância de Mossoró telefonou para que o Procurador-Geral do Município se deslocasse pessoalmente para participar da reunião. Ao ser questionado sobre a situação, o procurador fez um balanço sobre a situação financeira do município e pediu 30 dias para analisar uma proposta para encaminhamento da matéria.

O MPRN entendeu que se tratava de mais uma atitude protelatória e foi contra o prazo. Assim, ficou estabelecido que o município deverá apresentar um cronograma de pagamento dos valores devidos ao FIA na próxima audiência judicial marcada para o dia 15 de agosto.

LEIA MATÉRIA COMPLETA: http://www.mprn.mp.br/portal/inicio/noticias/8961-estudo-tecnico-do-mprn-aponta-que-prefeitura-de-mossoro-prioriza-festas-a-repasses-ao-fundo-da-infancia-e-adolescencia

 

Fonte: Portal do MPRN

4 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

IPDC/Fecomércio: presente para os pais terá valor maior este ano em Natal e Mossoró

 

O Dia dos Pais, comemorado este ano no dia 13 de agosto, é uma das datas importantes para o comércio. De olho nisso, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio RN), realizou, em julho, levantamento em Natal e Mossoró sobre a intenção de compras para a data. A pesquisa constatou que quase a metade dos entrevistados não pretendem presentear seus parentes, mas entre os consumidores, houve um aumento no valor médio que deverá ser gasto nas compras.

De acordo com o levantamento este valor médio gasto com presente será equivalente a R$ 100,28 em Mossoró (alta de 2,1% em relação ao ano passado já descontada a inflação) e de R$ 101,96 em Natal (alta de 0,9% sobre 2016 também descontando a inflação).

18 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Robinson anuncia apoio à produção salineira e reconhece interesse público da atividade

O governador Robinson Faria se reuniu no final da tarde desta segunda-feira, 17, no auditório do Sesi em Mossoró, com representantes da indústria salineira no Rio Grande do Norte, atividade que produz 96% do sal brasileiro.

“Participar desta reunião aqui em Mossoró mostra a importância que o governador dá à questão do sal e aos pleitos dos empresários do setor. Venho trazer o meu total e irrestrito apoio àqueles que trabalham na cadeia do sal no Rio Grande do Norte, uma das principais atividades da nossa economia. Atividade que vem sofrendo injustiças ao longo do tempo, com a redução da alíquota para importação de sal produzido no Chile e com as restrições impostas pela legislação federal. Os salineiros hoje são sobreviventes. O que precisar ser feito para reverter as dificuldades terá o meu apoio e da equipe do nosso Governo que é parceiro dos salineiros do RN”, afirmou Robinson Faria, lembrando que assinou a concessão de incentivos fiscais ao setor com vigência para os quatro anos do seu mandato.

14 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Delegado Geral detalha planejamento estratégico para Polícia Civil do RN

claiton_pinho1

Nesta segunda-feira (14), o delegado geral de Polícia Civil do RN, Claiton Pinho, juntamente ao delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Mossoró, Rafael Arraes, e a delegada Cristiane Magalhães, que responde pela Delegacia de Areia Branca, participaram de uma coletiva de imprensa, onde detalharam ações para a Polícia Civil acerca de investigações relacionadas a homicídios que ocorreram na região.

Segundo o delegado geral Claiton Pinho, após reunião com o Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, novos aportes foram sugeridos a fim de dirimir a grande demanda por efetivo policial nos estados. “Diante do nosso quadro atual, nos reunimos com o Ministro da Justiça que, dentro de sua propositura para ajudar os estados, sugeriu a ideia para que nós consigamos um aporte para com as polícias civis e militares, de modo que possamos incrementar as investigações de homicídios. O nosso planejamento se desenvolverá a partir da ideia do Ministro da Justiça, o qual sugeriu uma pequena modificação no que tange a Força Nacional, convocando policiais desse órgão em seus próprios estados e municípios, dentre aqueles que estão na reserva ou que já tenham se aposentado, para que venham a compor e somar a fim de nos ajudar a trabalhar nessas investigações. Dentro dessa proposta, o policial receberá pelas diárias pagas pela Força Nacional, exercendo o trabalho dentro de sua cidade”, explica o delegado geral Claiton Pinho.

20 set by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Expofruit 2016 tem expectativa de movimentar R$ 40 milhões em negócios

expofruit_2016
Com o tema “Mais Longevidade para você e seus Negócios”, a Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada – Expofruit, principal evento do setor no Brasil, acontece de 21 a 23 de setembro, no Expocenter/UFERSA, em Mossoró, com a expectativa de movimentar R$ 40 milhões e de receber um público de cerca de 15 mil pessoas nos três dias da feira.

A Expofruit está completando vinte anos de realização da feira, gerando oportunidades de negócios, estímulo a produção e a divulgação das frutas produzidas no Rio Grande do Norte. “Temos uma expectativa muito grande em relação a feira. Prevemos que conseguiremos atingir nossos objetivos ao integrar os membros da cadeia produtiva, ampliar os negócios e mostrar a importância do setor para a região de Mossoró e para o Rio Grande do Norte”, afirma Luiz Roberto Barcelos, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (Coex), organizador do evento.

26 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Denarc de Mossoró prende homem por tráfico de drogas

DENARC260716

Uma equipe da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) de Mossoró prendeu em flagrante, na tarde desta terça-feira (26), na cidade, Edno Pereira do Nascimento, 30 anos. Na ação, foram apreendidos 500 gramas de droga, entre maconha e cocaína, embalagem para a droga, além de aproximadamente R$ 1.000,00 reais fracionados.

O homem foi autuado por tráfico de drogas e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da justiça.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN (Degepol)

20 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

OAB Mossoró: Ordem em Debate será realizada nesta quinta-feira

ORDEM-EM-DEBATEPRIEDICAO_ASSECOMNOAB
Primeiro Ordem em Debate foi realizado pela OAB/Mossoró em junho, com discussões sobre o Direito Eleitoral (Foto: Assecom OAB)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção de Mossoró, promove amanhã (21) a segunda edição do projeto Ordem em Debate, com o tema “Terceirização e Seus Impactos Sobre as Relações de Trabalho”. O evento terá a participação de juristas com ampla experiência na temática, começando a partir das 19h, no auditório da Subseção de Mossoró. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local. O Ordem em Debate é voltado para advogados, estudantes de Direito e outros profissionais que atuam na seara jurídica. Na primeira edição, realizada em junho, o tema foi direito eleitoral.

A mesa-redonda será presidida pela advogada Carolina Almeida, que é vice-presidente da Comissão do Advogado Trabalhista da OAB/Mossoró, com a participação de três debatedores: Igor Oliveira Campos, advogado que atua na área trabalhista; Hamilton Vieira Sobrinho, juiz do Trabalho; e Antonio Gleydson Gadelha de Moura, procurador do Trabalho. Os debatedores farão rápidas explanações sobre a temática, cada um com sua perspectiva em seus campos de atuação, e logo após isto será aberta à palavra ao público, que poderá manifestar-se, fazendo questionamentos aos debatedores.

12 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Secretário quer saber como está plano para implantar Ronda Cidadã em Mossoró

GENERAL_LUNDGREN_JOSEMARIO-ALVES-MH
Lundgren: “O Ronda Cidadã é a resposta que o Estado tem” (Foto: Josemário Alves/Mossoró Hoje)

Mossoró Hoje

O secretário de Segurança Pública e da Defesa Social do Estado (SESED), general Ronaldo Pierre Cavalcanti Lundgren, cumpre agenda em Mossoró ao longo desta terça-feira, 12, para conhecer de perto as condições de trabalho dos batalhões, delegacias e policiais que atuam na cidade.

“Vim para que eu pudesse falar com eles, para que pudessem me conhecer, e ouvir deles também como anda a situação da polícia militar aqui na cidade”, relatou o secretário à imprensa, na sede do 2º Batalhão de Polícia Militar.

22 jun by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

“Intocáveis”: Força Nacional cumpre ordens de buscas e prisões na casa de policiais

INTOCAVEIS_MOSSORO_HERMESCASTROMOSSOROHOJE
Foto: Hermes Castro/Mossoró Hoje

Mossoró Hoje

A Força Nacional, com apoio de um helicóptero, policiais militares e policiais civis, está cumprindo ordens judiciais de buscas e apreensões, bem como também prisões, em vários bairros de Mossoró/RN. Entre os investigados, existem policiais militares. A operação foi batizada como “Intocáveis.”

Os policiais fecharam o trecho da Rua Coronel Gurgel, que fica perto da Riachuelo, no Centro de Mossoró, onde fica a delegacia montada para a Força Nacional.

Nos bairros, já se tem informações com imagens de buscas e apreensões na casa do Cabo PM Gomes, conhecido por Quebra Osso, no Abolição IV, zona oeste de Mossoró.

A Operação cumpriu 7 mandados de prisão e 4 de condução coercitiva.

4 maio by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Justiça determina que “Bob Esponja” permaneça na prisão

BOBESPONJA1

O desembargador Gilson Barbosa negou pedido de Habeas Corpus feito pela defesa de Antônio Guilherme Xavier da Silva, 21, conhecido como “Bob Esponja”, acusado da prática de homicídio e tentativa de homicídio. A vítima foi Alan Alef da Costa, à época com 20 anos de idade. O crime aconteceu em Mossoró, em 7 de janeiro de 2014, no conjunto Pousada dos Thermas.

A defesa apontou que o réu foi preso em flagrante delito em 27 de janeiro de 2015, durante uma abordagem de rotina feita pela guarnição policial da Força Tática, e desde então se encontra encarcerado, cautelarmente, há 14 meses. Desta forma, formulou pedido de relaxamento de prisão por suposto excesso de prazo, o qual ocorre por tentativa da oitiva de testemunhas que não se encontram na Comarca, não podendo o atraso ser atribuído ao acusado, o que resultaria “verdadeiro desrespeito à Constituição Federal”.

O pedido foi negado pelo relator, que manteve a sentença foi dada pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Mossoró. De acordo com a decisão no TJRN, deve ser ponderada a complexidade do feito, tendo em vista que os homicídios, na sua forma consumada e tentada, deram-se contra duas vítimas e que o ofendido sobrevivente tem de ser ouvido para elucidar o caso, inclusive, com afirmação de data marcada – 6 de abril de 2015, possivelmente já ocorrida.

“Portanto, não se mostra plausível a possibilidade de garantir a concessão liminar. Assim, a questão demanda análise mais aprofundada, reservada à análise meritória. Além disso, é sabido que o eventual excesso de prazo não resulta de mera soma aritmética, podendo o magistrado, diante da complexidade da causa, extrapolar os limites estabelecidos na legislação, desde que obedecido ao princípio da razoabilidade”, explica o desembargador.

Fonte: Portal do TJRN

5 abr by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Traficante acusado de matar dois PMs no RJ morre em Mossoró

TRAFICANTEMOSSORO1_POLICIACIVILDORJ

Mossoró Hoje

O ex-chefe do tráfico de drogas do Conjunto de Favelas da Penha e Alemão, no subúrbio do Rio de Janeiro, Ramires Roberto da Silva, de 22 anos, morreu em um dos leitos do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) na madrugada desta segunda-feira (4). Ele cumpria pena na Penintenciária Federal de Mossoró, e estava internado há cerca de cinco dias onde apresentou problemas de saúde.

Ramires, foi preso dormindo no dia 27 de abril, por agentes da unidade da UPP Parque Proletário, do Conjunto de Favelas da Penha, no Subúrbio do Rio de Janeiro. Em entrevista na época, o delegado da 22ª DP (Penha) Reginaldo Guilherme da Silva, afirmou que Ramires se preparava para assumir a chefia do tráfico na Vila Cruzeiro, antes de ser preso.

Ainda de acordo com o delegado, Ramires confessou participação na morte do subcomandante da UPP Vila Cruzeiro, tenente Leidson Acácio. A polícia ainda acredita que ele tenha participado do ataque que matou a policial Alda Rafael Castilho, que era lotada na UPP Parque Proletário.

A soldado Alda Rafael Castilho, 26 anos, foi morta em 2 de fevereiro, baleada na barriga durante ataque contra a sede da UPP Parque Proletário, na Vila Cruzeiro. Na ocasião, outras três pessoas foram baleadas. A policial voltava para o contêiner da UPP, depois do almoço, quando foi alvejada.

Ele chegou ao Presídio Federal de Mossoró em 2015, através de autorização do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). O pedido foi feito pelo governador Luiz Fernando Pezão. No solicitação, a Secretaria de Segurança relatou que o preso integrava a cúpula de uma facção criminosa do Rio e participou de ações como os tiros disparados durante a Corrida da Paz, realizada no Parque Proletário, no Conjunto de Favelas do Alemão, em maio de 2013, e ataques à sede do Afroreggae, em agosto.

Durante a internação no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), o detento era acompanhado 24h por agentes peninteciários federais. A intensa movimentação atiçou a curiosidade de pacientes e funcionários da unidade hospitalar. O corpo de Ramirez aguarda liberação para ser translado para o Rio de Janeiro.

Fonte: Mossoró Hoje
Com informações: G1/RJ e Blog O Câmera
Foto: Cedida: Polícia Civil/RJ

17 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Preso na Operação Anarriê propõe delação premiada ao Ministério Público

RIOMARMENDES1_CHARADAESPORTEGERAL

Mossoró Hoje

O servidor público Riomar Mendes (FOTO) Rodrigues assumiu compromisso com o Ministério Público Estadual para confessar o esquema de corrupção, no período de 2013 a 2014, na Secretaria Municipal de Cultura de Mossoró, e entregar os ‘cabeças’ do esquema que resultou em mais de R$ 2 milhões desviados com a contratação de bandas para o Mossoró Cidade Junina.

Riomar Mendes, que também é muito conhecido por ser árbitro de futebol, teve prisão provisória decretada pela Justiça juntamente com Tacio Sérgio Garcia de Oliveira, Maria de Fátima Oliveira Gondim Garcia, Kassia Mayara Cavalcante e José Kleber Ferreira da Silva.

O promotor de Justiça Fábio Weimar Thé destacou que a “organização criminosa era comandado pelo então secretário de Cultura, Gustavo Rosado, que se revezava no comando dos crimes com o empresário Tacio Sérgio Garcia de Oliveira”.

Tacio Garcia e a mulher Maria de Fátima Oliveira Gondim Garcia tinham como auxiliar, segundo os promotores em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 17, a secretária Kassia Mayara Cavalcante. Já Gustavo Rosado tinha Riomar Mendes e Kleber Godoy.

Com o compromisso assumido de confessar tudo e entregar o esquema, Riomar Mendes recebeu do Ministério Público o compromisso de pedir o relaxamento de sua prisão, que deve ter acontecido já nesta quinta-feira. Ele não foi encaminhado à prisão.

Já Mayara Cavalcante e Maria de Fátima Oliveira Gondim Garcia foram encaminhadas para o Centro de Detenção Provisório Feminino dentro do Complexo Penal Doutor Mário Negócio. Gustavo Rosado e Kleber Godoy foram encaminhados para o CDP de Apodi.

OPERACAOANARRIE2_CEZARALVES-MOSSOROHOJE
Fátima Gondim sendo escoltada, presa, no momento em que saía da sede do MP em Mossoró em direção à viatura policial, que a conduziu para o Centro de Detenção Provisória da Penitenciária Agrícola Mário Negócio. (Foto: Cézar Alves/MH)

Já Tacio Garcia foi levado, antes de prestar depoimento, para ser examinado no Hospital Wilson Rosado, onde já ficou internado para tratamento do coração. O promotor de Justiça Eduardo Cavalcante disse que assim que ele tiver condições, vai prestar depoimento.

Na coletiva, os promotores disseram que as prisões foram decretadas com base em provas robustas e também porque ficou constatado nas gravações telefônicas autorizadas pela Justiça que Gustavo Rosado e Tácio Garcia estavam influenciando no depoimento das testemunhas.

A promotora de Justiça Patrícia Antunas, que estava na equipe de 18 membros do Ministério Público Estadual na Operação Anarriê, disse que as prisões poderão ser relaxadas ou, havendo motivo, transformadas em prisões preventivas. “Não se pode descartar nada”, diz Patrícia.

O próximo passo sobre a proposta de Riomar Mendes é fechar o acordo de delação premiada e, este procedimento que permitiu a Lava Jato descortinar um grande esquema de corrupção na Petrobras, será homologado na Justiça. Isto acontecendo, Mendes vai ter redução da pena e outros benefícios.

Na Prefeitura Municipal de Mossoró, o prefeito Francisco Jose Junior confirmou a exonerou de Kleber Godoy e afirmou que não compactua com desvios de recursos públicos. O gestor lembrou que o Mossoró Cidade Junina de 2013 foi licitado e realizado pela gestão da então prefeita Cláudia Regina, que tinha no comando da Secretaria de Cultura o então secretário Gustavo Rosado, irmão da ex prefeita Fafá Rosado. Gustavo permaneceu no cargo em 2014.

Sobre o próximo passo da investigação, o Ministério Público Estadual divulgou nota:

Anarriê: análise dos documentos apreendidos é a próxima etapa da Operação

 

Fonte: Mossoró Hoje
Foto de Riomar Mendes: Charada Esporte Geral

17 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Operação Anarriê: MP confirma prisão de ex-secretário Gustavo Rosado

OPERACAOANARRIE1_JOSEMARIOALVES-MOSSOROHOJE

Mossoró Hoje

A Operação Anarriê, que investiga desvios de mais de R$ 2 milhões na realização do Mossoró Cidade Junina de 2013 e 2014, atinge em cheio o núcleo principal do governo Fafá Rosado e também de sua sucessora Cláudia Regina, em Mossoró/RN.

Tiveram a prisão temporária decretada o ex-chefe de gabinete do Governo Fafá e ex-secretário de Cultura do Governo Cláudia, Jerônimo Gustavo de Gois Rosado, que é irmão de Fafá Rosado, o empresário Tácio Sérgio Garcia de Oliveira e sua mulher, Maria de Fátima Oliveira Gondim Garcia; Kassia Mayara, Riomar Mendes e José Kleber Ferreira.

Veja VÍDEO:

Gustavo Rosado, durante o período que Fafá Rosado esteve na Prefeitura de Mossoró, era considerado o prefeito de fato de Mossoró. Já Clézia Barreto era pessoa de confiança da ex-prefeita Claudia Regina e também de Gustavo Rosado.

Os desvios, conforme o Ministério Público Estadual, aconteciam através de superfaturamento na contração de bandas para os shows na Estação das Artes pela empresa licitada pela Prefeitura Municipal para fazer o evento, no caso a Gondim & Garcia, do empresário Tácio Garcia.

A sede da empresária, instalada no Centro Empresarial Caiçara teve os acessos fechados pela Polícia Militar. Técnicos do judiciário e do MP entraram no local por volta das 5h30 e saíram às 9h, com sete malotes de documentos e computadores. O coordenador das Promotorias de Justiça da Comarca de Mossoró, Fábio Weimar Thé, acompanhou pessoalmente as buscas.

Todos mandados expedidos pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Mossoró referentes à Operação Anarriê já foram cumpridos, conforme informação passada pelo Ministério Público Estadual. Os detidos sob força do mandado de prisão temporária serão ouvidos por promotores e seguem para Centros de Detenção Provisória (CDPs).

O MP realizará entrevista às 15h na sede das Promotorias de Justiça da Comarca de Mossoró e transmitida por videoconferência na sede da PGJ, em Natal

Veja mais:

Operação Anarriê: MPRN investiga desvio de recursos no Mossoró Cidade Junina

Em junho de 2014, o prefeito já era Francisco José da Silveira Junior, porém toda a estrutura havia sido contratada na gestão anterior de Cláudia Regina. A empresa realizadora do Mossoró Cidade Junina em 2104 foi de novo a Gondim & Garcia.

A exemplo deanos anteriores, a Gondim e Garcia recebia da Prefeitura sempre algo em torno de R$ 4 milhões para fazer o evento. Em comparação a 2015, quando quem contratou a festa foi Francisco José Junior, os valores para fazer o mesmo evento caíram praticamente pela metade.

Prefeito diz que vai afastar envolvidos e está à disposição do MP

Em contato com o MOSSORÓ HOJE, o prefeito Francisco José Junior disse que está tranquilo. Destacou que está à disposição do Ministério Público Estadual para qualquer esclarecimento e que já determinou a instauração de um procedimento para apurar os fatos internamente.

Francisco José Junior disse que não compactua com erros administrativos e ou com qualquer ato de desvios de recursos públicos. “Iremos afastar qualquer um que estiver envolvido e ainda estiver na Prefeitura e vamos colaborar com o que o Ministério Público precisar. Quando fui eleito pelo povo, em 2014, o Cidade Junina já estava em andamento, eu, como gestor, planejei e executei o Cidade Junina de 2015, que foi um sucesso, com menos custos do que anos anteriores e com uma outra empresa vencendo a licitação”, disse.

O promotor de justiça Marcelo Santos disse que logo mais terá uma coletiva de imprensa (15 horas) para explicar os detalhes da operação à sociedade mossoroense.

 

Fonte: Mossoró Hoje
Foto: Josemário Alves/MH

Fale no ZAP