Tag: Ouvidoria

22 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Cosern leva “Ouvidoria Itinerante” e doação de lâmpadas led a Currais Novos

LAMPADALED1
O projeto “Cosern nas Comunidades – Ouvidoria Itinerante” visita o município de Currais Novos hoje e amanhã, 22 e 23 de março, no horário das 08h00 às 17h00. A unidade móvel da Cosern estará instalada na Av. Cel. José Bezerra, Centro, em frente ao Hotel Tungstênio. Durante os dois dias serão realizados atendimentos presenciais, esclarecimentos ao consumidor acerca dos serviços oferecidos pela distribuidora, bem como quatro palestras em horários alternados, às 09h00 e às 14h00, com o tema “Canais de Atendimento e Pontos de Arrecadação da Cosern”.

A iniciativa visa levar informações que são importantes para o consumidor, bem como divulgar a Ouvidoria como mais um canal de relacionamento com o cliente. A ação conta com a parceria de áreas estratégicas, como a Eficiência Energética e o Atendimento Comercial, com o intuito de elucidar eventuais dúvidas dos usuários do sistema elétrico.

Além da ouvidoria, a Cosern oferece aos consumidores residenciais de baixa renda orientações sobre o uso seguro e eficiente de energia e três lâmpadas LED, desde que atendam aos requisitos necessários. A ação faz parte do Programa de Eficiência Energética da Cosern, regulado pela ANEEL.

Estão aptos a receber as lâmpadas os usuários que estejam com as contas de energia em dia e não tenham participado de outra ação de doação de lâmpadas nos últimos seis anos. Para isto, será necessário ter Tarifa Social de Energia Elétrica ou ser morador de comunidade popular, levar a cópia da última conta de energia paga, CPF e um documento com foto.

Além das lâmpadas, os consumidores também receberão kits contendo jogos educativos e cartilhas informativas com orientações sobre o uso seguro e eficiente da energia elétrica e iluminação pública. Os consumidores que atenderem aos critérios estabelecidos pelo governo federal para inscrição na Tarifa Social de Energia Elétrica poderão atualizar seu cadastro, o qual possibilita descontos na conta de luz.

Economia e durabilidade – em média as lâmpadas LED distribuídas na ação consomem 30% menos energia elétrica e possuem vida útil três vezes superior às lâmpadas fluorescentes compactas.

A Cosern sugere algumas recomendações importantes para consumir energia elétrica de forma eficiente:

Chuveiro elétrico: usar na posição menos quente (verão), o que poderá proporcionar uma economia média de 30% no consumo;

Geladeira e freezer: verificar periodicamente o estado das borrachas de vedação;

Ar-condicionado: adquirir os modelos que possuem o Selo Procel de economia e limpar sempre os filtros;

Máquina de lavar e ferro elétrico: juntar o máximo de roupas para lavar e passar de uma só vez.

 

Fonte: Departamento de Comunicação Institucional e Sustentabilidade/Cosern

1 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Presidente da AL anuncia cortes, convocação dos concursados e ouvidoria

EZEQUIELAGUA1_JOAOGILBERTO

Ajustes na gestão da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte foram anunciadas em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira (01) pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB). Ezequiel reafirmou o compromisso de cumprir com os deveres institucionais, políticos e administrativos que cabem à presidência da Casa. Um deles é garantir as ações do Planejamento Estratégico implantando na atual gestão, incluindo o corte de quase 700 cargos comissionados, a convocação de todos os concursados e a criação da Ouvidoria Legislativa.

“Em fevereiro de 2015, há exatamente um ano, adotamos um Planejamento Estratégico. Seguimos um cronograma de ações, projetos e medidas que estão sendo tomadas pela atual gestão. Foi a partir do Planejamento Estratégico que economizamos R$ 15 milhões no custeio da Casa em 2015, com ações como a redução de prédios anexos. O Planejamento estabelece ainda 36 planos de ação, com os quais reduzimos 20% das despesas com a manutenção e funcionamento da Assembleia”, disse o presidente.

Ezequiel Ferreira ressaltou o clamor social pelo equilíbrio dos gastos públicos em todos os Poderes e instituições. “E isso é legítimo. Ser capaz de transformar a Assembleia em um órgão mais eficiente como exemplo na área pública não é tarefa pouco laborosa. E esta Casa tem sido colocada em xeque por parte da sociedade, que lhe exige respostas. E não vamos nos furtar”, disse o deputado lembrando que a Casa não irá cometer injustiças, nem pré-julgamento.

Durante o pronunciamento, Ezequiel destacou o corte de quase 700 cargos comissionados que será feito “de forma planejada e responsável” e anunciou que os ajustes na gestão continuarão com o acompanhamento técnico da instituição nacional, a Fundação Getúlio Vargas. “Estamos em um novo momento. Surge uma nova Assembleia, com austeridade nos gastos, redução de despesas e mais transparência. Nosso Planejamento Estratégico prevê uma Reforma Administrativa, a qual instituirá planejamento para os cargos, setores e salário dos servidores, incluindo a necessidade de diminuir a estrutura dos cargos comissionados, respeitando as prerrogativas do Poder Legislativo”, detalhou.

O funcionamento administrativo da Assembleia Legislativa também foi destacado pelo presidente em seu discurso. “Como em todas as instituições públicas temos servidores efetivos, comissionados e aposentados. Iniciamos no ano passado a convocação de concursados e iremos chamar todos os aprovados no certame ainda este ano, demonstração clara de uma nova política administrativa desta Casa”, anuncia o presidente.

Outra ação imediata que faz parte do ajuste na gestão é a criação da Ouvidoria, por meio do Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão (e-SIC). “A Ouvidoria Legislativa é um passo importante para receber reclamações, denúncias e sugestões da população. Uma Ouvidoria ágil, eficiente e transparente. Assim teremos condições de receber as reclamações, apurar e devolver à sociedade o resultado do que foi reclamado”. A previsão é que as reclamações sejam respondidas em até 48 horas.

Ao final, Ezequiel Ferreira disse aos deputados: “Juntos podemos e haveremos de fazer nossa parte, de olhos voltados para a posteridade. Dela nos orgulharemos ao levar adiante ideais daqueles que nos precederam e que muito fizeram por nosso Estado. Todos têm contribuído, cada um com sua melhor medida, com dedicação e espírito público, para que este Parlamento desfrute de respeito e confiança diante da população potiguar”, disse.

 

Fonte: Portal da ALRN
Foto: João Gilberto

 

11 jan by Henrique Goes Tags:, ,

EM DOIS ANOS, OUVIDORIA DO TJRN REGISTRA QUASE 5 MIL OCORRÊNCIAS

Durante os últimos dois anos, a Ouvidoria do Tribunal de Justiça do RN (TJRN) registrou 4.621 mil ocorrências. Neste período, o desembargador Aderson Silvino foi o Ouvidor do Poder Judiciário no Rio Grande do Norte.

Das quase 5 mil ocorrências relacionadas, 63,23% delas correspondem à reclamações, sendo a maior parte acerca da demora no andamento de processos; 29,13% tratam de pedidos de informações; 4,49% relacionadas à denúncias; 2,10% são sugestões; 0,8% dizem respeito a elogios e 0,25% são de agradecimentos.

A área que apresentou maior demanda foi a Judiciária, com 72,30% de ocorrências, sendo a maioria mencionando a demora no andamento de processos, ao acompanhamento processual e a decisões processuais.

Outro setor que se destacou quanto o número das demandas foi a Administrativa, com 23,31% das ocorrências, com destaque pra a busca por informações sobre rotina de atendimento; servidores e autoridades; sobre o site do TJRN; endereços e telefones; além de informações sobre concursos.

COMO ACIONAR A OUVIDORIA

 

Os registros ocorreram através do Portal na Internet (www.tjrn.jus.br), e-mail, telefone, via postal, além do atendimento pessoal realizado na sede do Tribunal de Justiça, localizado na Praça Sete de Setembro, na Cidade Alta, e nos eventos realizados pelo Núcleo de Projeto, como o Justiça na Praça.

A Ouvidoria é uma unidade administrativa criada pelo TJRN com o objetivo de oportunizar a comunicação entre os usuários da Justiça, sejam advogados, partes, servidores, magistrados ou cidadãos.

 

Com informações do TJRN

Fale no ZAP