14 set by João Ricardo Correia Tags:, , ,

PF cumpre mandados e investiga corrupção na Casa da Moeda

Policiais federais cumprem hoje (14), no Rio de Janeiro, dois mandados de busca e apreensão nas casas de investigados em esquema de corrupção na Casa da Moeda do Brasil, onde são confeccionadas cédulas do Real.

A Operação Vícios II investiga lavagem de dinheiro e atuação de ex-diretores da estatal em fraude de licitação.

Segundo a Polícia Federal, o esquema beneficiou uma empresa privada durante um procedimento licitatório para a compra de equipamentos no valor de R$ 300 milhões.

A primeira fase da Operação Vícios foi desencadeada em julho de 2015, quando foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão no Rio, São Paulo e Brasília. Em março deste ano, mais seis mandados foram cumpridos no Rio, São Paulo, São José dos Campos (SP), Itajubá (MG) e Brazópolis (MG).

A operação Vícios conta com o apoio da Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda.

Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil / Rio de Janeiro

10 set by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Jovem alvo de boatos envolvendo ataque a Bolsonaro pede proteção da PF

Bolsonaro continua internado, após levar uma facada, em Minas Gerais

Uma jovem de 18 anos, moradora de Juiz de Fora (MG), denunciou à Polícia Federal (PF) e à polícia de Minas Gerais estar recebendo ameaças de morte após ser acusada por internautas de participar do ataque contra o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. A estudante passou a ser alvo de ameaças após a agressão sofrida pelo candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, no último dia 6.

A mãe da estudante A.C. garante que a filha foi confundida com uma mulher homônima que alguns internautas acusam de ter entregue a Adélio Bispo de Oliveira a faca com que o desempregado feriu o político. A jovem é a segunda pessoa cujo nome e dados pessoais são divulgados nas redes sociais por internautas que as acusam, sem provas, de participação no crime.

23 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Gilmar Mendes é “malhado” em avião e pede socorro à PF

Gilmar Mendes, ministro do STF, é mais uma vez xingado por populares. Dessa vez foi durante um voo. A postagem no YouTube não informa quando ocorreu o episódio.

Outro vídeo com “recepção” a Gilmar Mendes, dessa vez em Portugal.

14 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Bancos vão usar “cortina de fumaça” para impedir explosões

cortina_fumaca

Diante do expressivo aumento de explosão em agências de banco, as instituições bancárias vão passar utilizar uma nova tecnologia para minimizar a ação de criminosos especializados no manuseio de dinamites para explodir caixas eletrônicos. Trata-se da chamada “cortina de fumaça”, um sistema de segurança que será automaticamente acionado diante de tentativa de sabotagem dos terminais de autoatendimento. O sistema gera uma densa nuvem de fumaça, que tira a visão dos criminosos, impedindo a realização do assalto.

A novidade foi discutida no último sábado, em Natal, durante o “Seminário de Segurança Empresarial”, promovido pela empresa potiguar Interfort Segurança de Valores, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF). O evento reuniu no auditório da Caixa Econômica, na Avenida Roberto Freire, especialistas em segurança bancária como Rosalvo Cordeiro Nogueira (Caixa Econômica), Reinaldo Santos (Interfort) e Evandro Pedro (Polícia Federal).

4 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Operação da PF combate tráfico internacional de drogas

pf

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (4) de madrugada uma operação contra o tráfico internacional de drogas. O grupo é acusado de trazer drogas do Paraguai e distribuir em três estados – Goiás, Pará e Mato Grosso do Sul – e no Distrito Federal. A operação é considerada uma das maiores desenvolvidas pela PF nos últimos anos.

Segundo a PF, uma das rotas do grupo era a região de fronteira de Pedro Juan Cabalero, no Paraguai. Foram apreendidas mais de 10 toneladas de drogas, armas de grosso calibre e carros de luxo.

22 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

PF solta três dos quatro policiais legislativos presos durante a Operação Métis

pf3
A Polícia Federal (PF) já soltou três dos quatro policiais legislativos presos ontem (21) durante a Operação Métis. O único que permanece na Superintendência da PF em Brasília é Pedro Ricardo Carvalho. Como ele ocupa o cargo de diretor da Polícia do Senado, recai sobre ele as suspeitas de liderança nas ações de varredura da Polícia Legislativa nas residências de parlamentares – que, segundo a PF e a Justiça, teriam sido feitas com intuito de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

A Operação Métis investiga as varreduras de policiais legislativos nas casas de parlamentares com intuito de atrapalhar investigações da PF. De acordo com o órgão, Everton Taborda, Geraldo Cesar de Deus e Antonio Tavares foram liberados após prestarem depoimento.

18 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

PF é condenada a pagar R$ 110 mil por invadir escritório e casa de advogado

PF3

A presença não autorizada de agentes policiais em lugar privado, sem mandado judicial específico ou flagrante plenamente demonstrado, afronta o artigo 5º, inciso XI, da Constituição, que protege a inviolabilidade do lar. Tratando-se de escritório de advocacia, a conduta ainda fere o artigo 7º, inciso II, do Estatuto da Ordem dos Advogados Brasil (Lei 8.906/94).

Por ter violado estes dois dispositivos em uma mesma ação, a Polícia Federal foi condenada a pagar R$ 110 mil para um advogado e para a banca da qual é sócio-diretor em União da Vitória, no extremo sul do Paraná.

A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região condenou a União a pagar R$ 40 mil pela invasão do escritório e R$ 70 mil por conta da revista feita no apartamento do advogado, que ficava no 3º andar do mesmo prédio. A primeira instância havia fixado os valores de R$ 35 mil e R$ 65 mil, respectivamente.

Conforme os autos, no dia 2 de junho de 2009, os policiais federais entraram no prédio para cumprir mandado de prisão contra o então prefeito do Município de Bituruna (PR), denunciado por desmatamento irregular, que estaria escondido no escritório do autor. Durante toda a tramitação das duas ações indenizatórias, a equipe da PF alegou que promoveu simples vistoria, sem ostentar armamento em punho e com a devida autorização verbal do proprietário. Toda a ação policial foi registrada pela equipe de jornalismo da TV local.

A juíza federal Graziela Soares julgou procedente ambas as ações, em sentenças proferidas em 4 de julho de 2013, por entender que, no curso dos processos, a PF não conseguiu comprovar a alegada autorização verbal para a vistoria. Além disso, nenhum dos policiais ouvidos soube apontar o nome da pessoa que havia supostamente franqueado o acesso das dependências do escritório.

‘‘Por tratar-se de escritório de advocacia, a parte autora depende de vários fatores para estabelecer-se no mercado e manter-se nele. A credibilidade é fundamental. A partir do momento em que há a exposição injustificada e negativa de seu nome, o dano é presumido. Talvez esse dano não se perpetue integralmente com o tempo e os devidos esclarecimentos, mas sua existência imediatamente à ação policial injustificada é inegável. Trata-se de evento passível de desdobramentos imprevisíveis’’, justificou na sentença.

A julgadora afirmou que também não há dúvida quanto à entrada dos policiais no apartamento do autor, sem determinação judicial, objetivando o cumprimento de mandado de prisão que não especificou tal medida. ‘‘Não se trata aqui de medir a intensidade da presença, se provocou comoção entre as pessoas que ali estavam, ou não. Mesmo que tenha ocorrido a entrada e permanência dos policiais na mais absoluta calma e tranquilidade, não se retira o fato de que não restou comprovada permissão para entrarem e permanecerem, enquanto agentes policiais no desempenho de suas funções’’, repisou.

Fonte: Consultor Jurídico

7 jan by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Corte no orçamento da Polícia Federal será de R$ 151 milhões

PF3

A Polícia Federal (PF) divulgou nota, ontem (6) à noite, informando que o corte no orçamento para o custeio da instituição será de R$ 151 milhões, de acordo com o projeto da Lei Orçamentária Anual.

Segundo a nota, o diretor-geral da PF, Leandro Daiello, reuniu-se com o secretário executivo do Ministério da Justiça, Marivaldo de Castro Pereira, que solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão “a reposição no orçamento, para que não ocorra nenhum prejuízo às operações e projetos de melhoria e desenvolvimento da PF”.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão informou, também segundo a nota, que aguardará a aprovação da Lei Orçamentária Anual para providenciar a recomposição no orçamento da PF, seguindo os trâmites necessários.

 

Fonte: Agência Brasil

11 dez by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

PF investiga superfaturamento na transposição do Rio São Francisco

PF3

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (11) a Operação Vidas Secas – Sinhá Vitória, que investiga o superfaturamento de obras de engenharia executadas por empresas em dois dos 14 lotes da transposição do Rio São Francisco. Empresários do consórcio OAS/Galvão/Barbosa Melo/Coesa utilizaram empresas de fachada para desviar cerca de R$ 200 milhões das verbas públicas.

Os valores eram destinados à transposição do rio, no trecho que vai do agreste de Pernambuco até à Paraíba. Os contratos investigados, até o momento, são de R$ 680 milhões.

Segundo a PF, as investigações apontaram que algumas empresas ligadas à organização criminosa estariam em nome de um doleiro e também envolvem um lobista, ambos investigados na Operação Lava Jato.

Estão sendo cumpridos 32 mandados judicias, sendo 24 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva e quatro de prisão, em Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio grande do Sul, Bahia e Brasília. Cerca de 150 policiais federais participam da operação.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, fraude na execução de contratos e lavagem de dinheiro.

A PF explicou que o nome da operação, Sinhá Vitória, representa a mulher do sertão, que não se rende à miséria. Uma personagem descrita no livro Vidas Secas, de Graciliano Ramos, como uma mulher forte, que fazia as contas do pagamento recebido do dono da fazenda onde trabalhavam sempre chegando à conclusão de que eram roubados.

Fonte: Agência Brasil

15 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Sindicato denuncia que PF está sendo transformada em “polícia de cartório”

PF2

 

Neste domingo, 16 de novembro, comemora-se o Dia do Policial Federal. Em nota, o Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Rio Grande do Norte – SINPEF/RN manifesta sua homenagem, mas principalmente chama atenção da sociedade sobre o drama enfrentado pela categoria.

NOTA

No seu dia, os agentes federais não têm o que comemorar!

O caos em que se encontra a segurança pública no Brasil, com o contínuo aumento da violência, tem estarrecido a todos os brasileiros. Fruto da falta de uma gestão eficaz aliada a um modelo completamente ultrapassado de atuação policial, que com sua ação preponderantemente cartorária tem retornado à sociedade baixíssimos níveis de resolução de crimes, na ordem de 8% apenas.

A contínua transformação da Polícia Federal em polícia de cartório, em detrimento de uma polícia científica, como ocorre nos países mais desenvolvidos do mundo, está provocando uma imensa queda nos índices de combate ao crime organizado, o que tem gerado uma imensa insatisfação nos verdadeiros policiais federais.

A sociedade brasileira deve se mobilizar urgentemente em prol de uma Polícia Federal cada vez mais eficiente, científica, democrática e cidadã. Isso começará com a valorização dos trabalhos dos agentes, escrivães e papiloscopistas.

Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Rio Grande do Norte – SINPEF/RN

 

 

Fonte: G7 Comunicação

31 mar by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Ação da PF cumpre mandados e apreende drogas e armas no País

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta segunda-feira (31), 46 mandados de prisão, 80 mandados de busca e apreensão, além da prisão de 23 pessoas. O objetivo foi desarticular um esquema que utilizava contêineres para o transporte de cocaína que partiam do Porto de Santos/SP para a Europa, Cuba e África.

Foram apreendidos mais de 3,7 toneladas de cocaína, 230 mil euros, 10 veículos, uma embarcação, 19 armas curtas e dois fuzis. As organizações criminosas eram investigadas desde 2013 no âmbito das Operações Hulk e da Operação Oversea.

Verificou-se que a organização criminosa colocava a droga em mochilas e sacolas que eram inseridas nos contêineres por empregados particulares, sem o conhecimento dos donos das cargas ou dos navios.

A droga seguia junto com um lacre clonado. No local de destino, membros da organização criminosa rompiam os lacres, recuperavam a cocaína e colocavam os lacres clonados, para não gerarem suspeitas.

A Operação Hulk visava um grupo na capital paulista que realizava a compra da droga na Bolívia e a transportava para o Brasil pela fronteira com o Paraguai, realizando a remessa para a Europa pelo porto de Santos.

A Operação Oversea tinha como foco, grupo que operava as inserções ilícitas da droga em cargas que partiam do Brasil pelo porto. No procedimento de exportação, os contêineres são carregados em locais privados conhecidos como Recintos Alfandegários de Exportação (Redex), onde eram lacrados e encaminhados ao porto para embarque.

Presidente Prudente

Também na madrugada desta segunda-feira (31), a PF apreendeu cerca de 530 kg de cocaína, em Presidente Prudente (SP). A droga estava escondida em uma caminhonete.

Após obterem informação dando conta de que indivíduos chegariam à cidade de Presidente Prudente transportando grande quantidade de substância ilícita, policiais federais diligenciaram com a finalidade de localizá-los, ensejo em que a caminhonete que estaria sendo utilizada no transporte do produto foi localizada no estacionamento de hotel situado nas proximidades da Rodovia Raposo Tavares.

Apurou-se então que o condutor do veículo havia deixado o local, juntamente com os ocupantes de outros dois veículos, os quais, segundo as informações obtidas, estariam atuando como “batedores” da carga ilícita.

Após buscas pelos suspeitos, os policiais federais conseguiram localizá-los em uma pizzaria da cidade, oportunidade em que foram conduzidos até o hotel onde estava estacionada a caminhonete.

Durante a vistoria realizada no veículo em questão, foram localizados cerca de 530 kg de substância cujos exames preliminares de constatação apontaram tratar-se de cocaína, razão pela qual os envolvidos receberam voz de prisão em flagrante delito por tráfico de drogas.

Após terem sido autuados, os presos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Caiuá (SP), sendo oportuno mencionar que amostras da substância apreendida serão encaminhadas à Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, onde serão submetidas a exames periciais definitivos, a fim de se confirmar se realmente se trata de cocaína ou de alguma outra substância ilícita.

Complexo da Maré e Rocinha

Durante operação da Polícia Federal deflagrada na ocupação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro (RJ), na manhã do último domingo (30), um policial militar, um ex-agente penitenciário, e a ex-namorada do traficante Menor P, além de outros 3 membros da organização criminosa, foram presos.

Todos foram presos preventivamente por determinação da Justiça Estadual, na mesma investigação que culminou na prisão do traficante. Responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. À exceção do PM, que foi encaminhado para o Batalhão Prisional da Corporação, todos foram encaminhados ao sistema prisional do Estado.

Já na Rocinha, morro da capital Fluminense (RJ), a PF prendeu cinco policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região e a mulher do traficante Nem, na manhã desta segunda (31). Quatro PMs faziam parte do Grupo Tático de Proximidade (GTPP) – grupo responsável por patrulhar a região em busca de armas e drogas – e o último fazia parte do Setor de Inteligência. A Operação contou com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

A mulher do traficante Nem foi presa em sua residência, e sua função era repassar as orientações do chefe do bando preso para os demais membros da quadrilha na comunidade.

A investigação relaciona os policiais militares à organização criminosa. Eles respondem por tráfico de drogas e associação para o tráfico, e seriam responsáveis por repassar ao grupo informações sobre investigações e futuras operações. Foram realizadas buscas nos armários dos PMs na sede da UPP Rocinha.

Apreensão de fuzis e crack em Maringá (PR)

No sábado (29), em Maringá (PR), a Polícia Federal apreendeu três fuzis, cinco pistolas, munição e carregadores, além de 2 kg de crack, no aeroporto regional de Maringá da cidade.

A apreensão decorreu de fiscalização de rotina do serviço de inspeção do aeroporto. Foi preso um passageiro de 45 anos, natural de Cruz Alta (RS) e morador em Foz do Iguaçu (PR). O homem, que se identificou como representante comercial, embarcava no aeroporto de Maringá (PR) com destino ao Rio de Janeiro (RJ).

O passageiro foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas majorado, tráfico internacional de armas de fogo, posse de arma de uso restrito, cujas penas variam, respectivamente, de 5 a 15 anos, 4 a 8 anos e 3 a 6 anos de reclusão.

As armas, após periciadas, serão encaminhadas ao Exército, para destruição. As drogas serão incineradas com autorização judicial.

Cabo de Santo Agostinho (PE)

Também no último sábado (29), a PF prendeu um funileiro de 34 anos, residente de Ponta Porã (MS), que estava com 19,3 kg de pasta base de cocaína em seu carro, em Cabo de Santo Agostinho (PE).

A prisão aconteceu em virtude de investigações realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), as quais apontavam que um veículo estaria saindo de Ponta Porã (MS), com destino à Recife (PE) transportando uma grande quantidade de droga escondida em seu interior.

A ação teve seu desfecho quando os policiais que estavam posicionados no município do Cabo de Santo Agostinho pararam um veículo com as mesmas características do apontado na investigação e realizarem vistoria, localizando um fundo falso perto das rodas traseiras. No fundo falso, estavam 19,3 Kg de pasta base de cocaína.

O homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas. O preso está no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Cabo de Santo Agostinho, à disposição da Justiça.

 

(Fonte: Polícia Federal)

8 abr by Henrique Goes Tags:, , ,

PF PRENDE NO AUGUSTO SEVERO EMPRESÁRIO ACUSADO DE EVASÃO DE DIVISAS

A Polícia Federal prendeu na noite da última sexta-feira(05), no aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, um empresário estrangeiro, 55 anos, residente em Natal, acusado do crime de evasão de divisas.

Imagem de internet

A prisão ocorreu por volta das 22h, quando o homem tentava embarcar para a Espanha levando na bagagem 28.000 euros de forma ilegal, já que o numerário não havia sido declarado na Receita Federal, conforme determina a legislação brasileira.

Conduzido para autuação na Superintendência da PF, onde ficou sob custódia e teve o dinheiro apreendido, o empresário foi enquadrado na Lei 7492/86.

Por ordem da justiça, o estrangeiro teve a prisão relaxada na tarde do sábado, 6 de abril e vai responder ao processo em liberdade.

 

Fonte: Polícia Federal

Fale no ZAP