1 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Mantida condenação de PM que comercializa milhas de terceiros

 

A Câmara Criminal do TJRN, na sessão desta terça-feira, 31, negou provimento à Apelação Criminal nº 2017.008192-3, movida pela defesa de Alisson Clei de Medeiros Costa, condenado pela prática do artigo 171 (Estelionato), do Código Penal. O acusado, um policial militar, comercializa milhas aéreas de outras pessoas, por meio de um endereço de e-mail, mas cancelava o benefício momentos antes do ‘chek-in’. O julgamento é relacionado a uma ação penal, cuja sentença foi mantida no órgão julgador de segunda instância.

A decisão, à unanimidade de votos e em concordância com o parecer da 80ª Promotoria de Justiça, destacou que autoria e a materialidade do crime estão comprovados, por vários elementos do boletim de ocorrência e do inquérito policial, e, em especial, pelo depoimento das vítimas, que, nestes casos, assumem “fundamental importância”, para prosseguimento do feito.

A denúncia partiu do Ministério Público Estadual, que atribuiu ao PM a prática do artigo 171, do Código Penal, já que, no ano de 2012, o PM comercializou, para, pelo menos, cinco vítimas, milhas aéreas, que eram canceladas quando as vítimas estavam no momento do embarque. Um dos delitos foi praticado na própria residência do policial, o qual também ofereceu um cheque para compensação do prejuízo. Contudo, a ordem bancária estava sem fundos.

O acusado residia, à época dos fatos, no bairro de Neopólis, zona Sul de Natal, onde ele se apresentava como policial, a fim de garantir “a confiança das vítimas”, conforme narra a denúncia do Ministério Público. Uma das transações foi feita no valor de 2400 reais. O PM foi submetido à inquérito administrativo.

Fonte: TJRN

5 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

José Adécio se solidariza com PMs e cobra ações enérgicas contra a insegurança

O deputado José Adécio (FOTO) voltou a cobrar ações mais enérgicas para combater a criminalidade no Rio Grande do Norte e prestou solidariedade aos treze policiais militares assassinados somente em 2017, lembrando também o agente penitenciário federal e o guarda municipal de Natal alvos dos matadores.

Durante seu pronunciamento na manhã desta terça-feira(04), no plenário da Assembleia Legislativa, José Adécio foi taxativo ao dizer que o maior pecado de um político é a omissão e que, mesmo sendo da base do Governo do Estado, não poderia deixar de voltar a falar sobre a insegurança.

Nas duas últimas semanas, o deputado visitou diversos municípios, em várias regiões do RN, prestigiando eventos juninos e comemorações de emancipações políticas. Em todos, sem exceção, ouviu de populares e das lideranças reclamações acerca de assaltos, assassinatos, estupros, roubo de cargas, de veículos, de animais.

O deputado citou o ataque de uma quadrilha de assaltantes ao município de Monte Alegre, ocorrido na madrugada de ontem, quando uma agência bancária, a lotérica, correspondentes bancários e o posto dos Correios também foram arrombados e os bandidos atiraram em via pública. “Atenção, governador Robinson Faria e atenção autoridades do Rio Grande do Norte, para a insegurança. Existe um extermínio de policiais no Rio Grande do Norte”, alertou.

José Adécio leu a lista com os nomes dos agentes de segurança assassinados e questionou quais as providências que as entidades de direitos humanos e a igreja tomaram em auxílio dos parentes. “Presto minha solidariedade aos policiais militares, que ganham pouco, estão pouco aparelhados e precisam de mais efetivo. É preciso dar um murro na mesa e mudar essa situação. Precisamos de uma mudança profunda, estratégica. Bandido é bandido e deve ser tratado como tal. Se é de um policial morrer, que morram os bandidos. São necessárias medidas enérgicas contra a insegurança”, declarou o parlamentar.

Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado José Adécio
Foto: João Gilberto/ALRN

 

8 maio by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Foragido morre em confronto com policiais militares na cidade de Assu

VAQUEIRO1

Mossoró Hoje

O foragido da justiça Josivaldo Jorge da Silva (FOTO), conhecido como “Vaqueiro”, foi morto no final da tarde deste domingo (8) durante uma troca de tiros com policiais militares de Assu.

A Polícia Militar procurava por Vaqueiro após receber informações de que ele estaria escondido no bairro Frutilândia, nas proximidades do Colégio Cepa.

Ao reagir a abordagem, o assaltante teria trocado tiros com os policiais e morreu.

Ele respondia por tráfico de drogas em Mossoró, por receptação em Areia Branca, era foragido do Presídio Estadual do Seridó e apontado como um dos maiores assaltantes da região do Vale do Açu.

O delegado Marcelo Aranha, de Assu, disse que o foragido da Justiça desde dezembro de 2015 era perigoso e figurava como suspeito de vários assaltos ocorridos nos últimos meses na região.

A equipe do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) foi acionada para fazer a perícia e remoção do corpo.

Fonte: Mossoró Hoje
Foto: Cedida/PM

14 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Jogatina em Natal: PM fecha casa de jogos ilegais no bairro de Candelária

PMCASAJOGOSCANDELARIA1_SESED

Policiais Militares do 5º e 9º batalhões de Polícia Militar fecharam na tarde desta segunda-feira (14) mais uma casa de jogos ilegal, na zona Sul Natal. Desta vez, a ação ocorreu na Rua Aníbal Correia, no bairro de Candelária.

A casa de jogos foi localizada após uma denúncia anônima ao setor de inteligência do 9º BPM, informando sobre a prática ilícita na residência localizada na área do 5º BPM.

PMCASAJOGOSCANDELARIA2_SESED

Foi realizada uma operação em conjunto que resultou na apreensão de 28 máquinas caça níqueis. Na residência, apenas uma mulher responsável pela limpeza estava no momento da apreensão.

Os peritos do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) e policiais da Delegacia de Costumes farão a perícia no local.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa da Secretaria
de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social
Fotos: Cedidas/Sesed

29 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Associações de militares repudiam “sandices” ditas pelo deputado Galeno

GALENOTORQUATO1

As entidades representativas de Praças do Rio Grande do Norte vêm a público denunciar a falta de bom senso e de razoabilidade das sandices declaradas pelo deputado Galeno Torquato (FOTO) em pronunciamento feito na Assembleia Legislativa do RN, nesta quinta-feira (25), em que propõem escalas desumanas para policiais militares, que impossibilitam o profissional de exercer sua função com segurança e qualidade, devido à ausência de períodos mínimos de descanso imprescindíveis a qualquer trabalhador.

Sobre o assunto é oportuno salientar o disposto no Boletim Geral/PMRN n° 167/2009, através da Portaria n° 204/2009 – Gabinete do Comando Geral PMRN, que determina a adoção de escala de serviço do Policial Militar do seguinte modo: quando realizado serviço nos horários matutinos e vespertinos, serão de 12 horas de trabalho, por 24 horas de folga. Por sua vez, se a atividade policial ocorrer nos horários noturnos, será de 12 horas de trabalho por 48 horas de folga.

Foi inoportuno e infeliz o pronunciamento do parlamentar, típico de quem pouco conhece a realidade do serviço operacional dos abnegados polícias militares que trabalham diuturnamente com escala superior a qualquer servidor público do RN. Que inclusive necessitam de definição de carga horária que garanta as limitações humanas para o exercício de atividade extremamente fadigante, para que o stress e o cansaço não interfiram na qualidade do serviço prestado à população.

A afirmação infundada do Deputado se contrapõe a qualquer debate sério e qualificado sobre a carga horária de serviço policial no Brasil e no RN, que inclusive vem sendo debatido em Comissão composta por representantes institucionais e das Associações na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed)  como matéria a ser normatizada no estatuto dos militares estaduais. O deputado presta um desserviço a categoria e a população quando abre um precedente perigoso que propõe tratamento análogo ao regime escravocrata, que desconsideravam descanso dos escravos, sob o pretexto de que havia sempre muito trabalho a ser realizado.

Com informações da Letra A Comunicação

13 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Três morrem e cinco são presos após tiroteio com PMs em Felipe Camarão

FELIPECAMARAO1_CEDIDA
Policiais da Força Tática do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) prenderam na manhã deste sábado (13), na zona Oeste de Natal, cinco pessoas suspeitas de envolvimento com crime, apreenderam cinco armas de fogo, carregadores, munições, colete tático, drogas e dinheiro fracionado. Três marginais, que reagiram atirando contra os PMs, foram atingidos e morreram enquanto eram socorridos.

Na primeira ação, a Força Tática fazia um patrulhamento de rotina, no bairro de Felipe Camarão, quando se deparou, na travessa Santa Isabel, com oito pessoas em atitude suspeita. Ao perceberem a presença da PM, o grupo reagiu a abordagem atirando contra a viatura. Os policiais responderam à agressão e no confronto dois suspeitos foram baleados e outros dois presos. Os demais fugiram por uma área de morro naquele local. Os suspeitos atingidos identificados por Bruno Souza Lima, de 23 anos, e Lucas Teixeira, de 22 anos, morreram a caminho do hospital.

Com eles, a PM apreendeu quatro revólveres calibre 38, dois rádios comunicadores, colete tático, uma grande quantidade de maconha, crack e dinheiro fracionado proveniente da comercialização dos entorpecentes.

FELIPECAMARAO2_CEDIDA

Já na rua Padre João Maria, também em Felipe Camarão, a Força Tática do 9º BPM estava saturando a área, com as Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), quando um adolescente de 15 anos atirou em direção aos policiais que, novamente, reagiram a agressão, conseguindo neutralizá-lo. O infrator morreu no local. Com ele a PM apreendeu um arma 9 mm e três carregadores .40 municiados e drogas. Outras três pessoas, sendo duas mulheres e um homem, todos com passagem pela Polícia, foram detidos na mesma ocorrência.

A PM suspeita que todos os envolvidos nas ações desta manhã, na zona Oeste, tenha ligação entre si e façam parte de uma mesma quadrilha que é apontada como responsável pelo tráfico de drogas no bairro de Felipe Camarão e são suspeitos de cometerem vários assaltos na zona Sul e Oeste de Natal.

 

ATENÇÃO, ABAIXO, IMAGENS FORTES DE DOIS CADÁVERES!

 

 

FELIPECAMARAOBANDIDO1_CEDIDA

FELIPECAMARAOBANDIDO2_CEDIDA

Com informações da Assessoria de Imprensa da
Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social

Fotos: cedidas

21 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Na hora da munganga, o Governo só falta convocar o “Rambo do Alecrim”

RAMBODOALECRIM1_MAGNUSNASCIMENTO
                           Rambo do Alecrim, personagem irreverente bastante conhecido em Natal (Foto: Magnus Nascimento)

Quem será a próxima vítima? De quem será o próximo cadáver a ficar estirado em via pública? Até quando a sociedade ficará apenas lamentando, chorando suas perdas, sem ir às ruas cobrar uma resposta imediata do Governo do Estado?

A cobrança deve ser à Instituição. Pode o governador ser Robinson, Silvio, Fábio, Henrique, Geraldo, Garibaldi, Agripino, João, José, Manoel, não importa! Sobrenome também não faz diferença! É “tudo farinha do mesmo saco!”.

O que temos que perceber, de uma vez por todas, é que vidas estão sendo arrancadas por marginais que circulam pelas ruas com a maior facilidade. Armados, em veículos motorizados, assassinos, vagabundos, estupradores, traficantes de drogas, canalhas, covarde, fazem o que querem. O policiamento ostensivo está precário. Por mais que as estatísticas oficiais apontem para a diminuição de assassinatos em 2015, quando a comparação é feita com 2014, o povo está cada dia mais temeroso.

O derramamento de sangue mancha nossa honra, nossa dignidade, nosso direito de ir e vir.

Cidadãos e cidadãs estão sendo eliminados quase diariamente. Se fossem bandidos morrendo, ótimo! Eu quero mais é que essa corja vá logo para o inferno, mas ter conhecimento dos assassinatos de inocentes é revoltante.

Não adianta vestir camisetinha branca, fazer caminhada pela paz, agregar um monte de político com mandato e um turbilhão de pré-candidatos em eventos sem futuro. Ação. É isso que se espera do Governo. Quando temos Carnatal, carnaval, quando os “poderosos” vão para suas casas de praia, tem carro de polícia, bicicleta, cavalaria, helicóptero, diária operacional, só faltam convocar o “Rambo do Alecrim”. Tudo encenação, baboseira! Resolve algo? Algum puxa-saco vai rebater?

Não existe mais espaço para munganga, presepada, desfile de egos.

Aplausos para os policiais honrados, sérios, trabalhadores, que são maioria e fazem o que podem. E o que mandam!!! As polícias do Rio Grande do Norte são algumas das mais honestas do Brasil. O problema é que são manipuladas, muitas vezes, por gestores inconsequentes, que são muito ágeis quando querem aumentos salariais e ficam nos corredores da Assembleia Legislativa, vão de gabinete em gabinete, abraçando deputados, articulando, articulando, articulando.

Em um momento como o que vivemos agora, sugiro: oficiais superiores da Polícia Militar e delegados especiais da Polícia Civil, se unam! Se movam! Tenham coragem! Se organizem, convoquem uma entrevista coletiva, peçam audiências públicas na Assembleia Legislativa, nas Câmaras Municipais; falem a verdade, contem o que acontece, digam sobre a estrutura de trabalho. Não temam, senhores e senhoras, nem se acovardem por causa do governador,  seja quem for. Defendam a sociedade. Façam mais do que fazem. O momento é de esforço. Os que tiverem preguiça, interesses politiqueiros, que continuem inertes, mas os bravos policiais precisam mostrar a cara. Os governadores passam, o povo fica. E esse povo está sendo indefeso.

 

2 dez by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

PM apontado como torturador em reportagens terá direito a indenização

PMDEPERNAMBUCO1

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve nesta terça-feira (01), por unanimidade, a indenização no valor de 500 salários mínimos por danos morais e materiais a um policial militar acusado por tortura em reportagens veiculadas por meios de comunicação do Estado de Pernambuco. A Terceira Turma negou recurso da Editora Jornal do Comércio S/A contra condenação em primeira e segunda instâncias da Justiça.

Em 1997, o policial Benício Caetano da Silva Júnior foi acusado de torturar em um tanque de soda cáustica, um adolescente, então com 15 anos, causando queimaduras em grande parte do corpo. O garoto estava colhendo mangas no quintal de uma borracharia quando foi detido. Na época, o policial foi apontado como participante da abordagem, mas as investigações não confirmaram sua participação.

Na ação, o policial sustentou que houve abuso da liberdade de imprensa, ao ser exposto como torturador pelas reportagens veiculadas sem ter sido indiciado ou condenado. Caetano da Silva salientou que, por conta da sua exposição pública, perdeu a oportunidade de ser promovido e que nunca houve retratação pública pelos autores das matérias publicadas.

Ao apresentar seu voto, o ministro relator Ricardo Villas Bôas Cueva salientou, ao manter as decisões em primeira e segunda instâncias, a grande repercussão pública que o caso teve em Pernambuco.

 

Fonte: Portal do STJ

19 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Governo atrasa pagamento de R$ 243,8 mil em diárias operacionais

DINHEIROSEM

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) detectou na tarde desta quinta-feira (19) falhas no enviou de informações feita pela Coordenadoria de Finanças da Policia Militar à Secretaria do Estado de Planejamento e Finanças (Seplan), que ocasionaram o atraso no pagamento de uma pequena parte das diárias operacionais referente a Operação Verão e ao trabalho extra realizado no mês de janeiro de 2015. Diante disso, a secretária Kalina Leite cobrou celeridade na solução do problema e garantiu o pagamento das diárias operacionais o mais rápido possível.

O comandante da Policia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Ângelo Dantas, confirmou que houve um erro ao apresentar as diárias operacionais à Secretaria de Segurança Pública referente ao mês de janeiro, por não incluir os valores referentes à Operação Verão, na ordem de R$ 243,8 mil. O problema foi identificado apenas na Policia Militar, pois os valores das diárias em relação aos demais órgãos da Sesed já haviam sido incluídos e pagos nas diárias operacionais do mês de janeiro.

Quanto ao pagamento das diárias operacionais para os policiais militares que durante o Carnaval 2015 permaneceram trabalhando em suas respectivas cidades, a PMRN comunica que as planilhas, contendo os dados dos policiais que compareceram ao serviço, estão sendo cadastradas no Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado (SIAF) para que seja, posteriormente, enviado a Secretaria de Estado de Planejamento e Finanças (Seplan) onde será efetivado a autorização das solicitações de repasses.

O coronel Ângelo Dantas explica que já havia acordado com o Comando de Policiamento do Interior (CPI) de que o repasse destes policiais seria feito após o carnaval, quando as planilhas fossem consolidadas. Ele disse que já recebeu a maioria das planilhas do interior do estado e garantiu que até o final da próxima semana o pagamento será efetuado. “Estamos fazendo uma força tarefa para efetuar este pagamento o quanto antes”, afirma o comandante da PMRN. Ao todo, a PMRN deve efetuar o pagamento de cerca de R$ 204 mil referente as diárias operacionais dos policiais do interior do estado.

A Polícia Militar comunica também que foram registrados dados incorretos relativos à conta bancária de alguns policiais e que isso inviabilizou que parte do dinheiro fosse creditado na conta referente às diárias operacionais do mês de janeiro. No entanto, a PM informa que esses casos pontuais já estão sendo sanados pela instituição. Dos R$ 395,4 mil liberados pelo Governo do Estado para o mês de janeiro, faltam ser pagos R$ 89,1 mil, o que corresponde a 22% do valor total.

O Comando da Policia Militar pede aos policiais que qualquer dúvida ou esclarecimento quanto ao pagamento de diárias operacionais sejam comunicadas imediatamente à Coordenadoria de Finanças do órgão, por meio do telefone 3232-6378, das 8 às 13h, de segunda à sexta-feira, a fim de que sejam corrigidas possíveis falhas que tenham ocorrido.

A Sesed esclarece que desde o dia 10 de fevereiro o Governo do Estado autorizou o repasse de mais de R$ 1,1 milhão para o pagamento das diárias operacionais dos agentes de segurança pública (policiais militares, policiais civis e bombeiros militares) que trabalharam no mês de janeiro, bem como para aqueles profissionais que tiveram que se deslocar para reforçar a Operação Carnaval Mais Seguro em outros municípios.

Em relação às diárias do mês de janeiro, foram repassados R$ 395,4 mil para a Polícia Militar, R$ 95,9 mil para a Polícia Civil e R$ 60,3 mil para o Corpo de Bombeiros Militar. Para o Carnaval, foi feito o pagamento de R$ 595,4 mil para a Polícia Militar, R$ 78 mil para o Corpo de Bombeiros e R$ 86,9 mil para a Polícia Civil.

 

 

 

Fonte: Assecom RN

29 set by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

PM responderá por tentativa de homicídio contra dançarina

DIANATAVARES_FACEBOOK
Diana Tavares, que também é assistente de palco, está em recuperação

A equipe da Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Amarante, sob o comando do delegado Márcio Delgado, elucidou nesta segunda-feira (29) o caso da dançarina Diana Tavares, de 23 anos, baleada na perna no dia 20 de setembro ao sair de uma academia de musculação. Após investigações, o policial militar e ex-companheiro da bailarina, Wagner Ferreira de Lima, 36 anos, compareceu a delegacia para prestar esclarecimentos e responderá pela tentativa de homicídio qualificado.

Em entrevista coletiva o delegado afirma que o crime foi passional, motivado por ciúmes do ex-companheiro da vítima. Na noite do dia 20 de setembro, Wagner teria seguido Diana e ao vê-la dentro de um carro acompanhada de um homem teria abordado a vítima. Após uma breve discussão o acusado efetuou disparos que atingiram Diana na perna. O policial militar entregou uma arma que foi apreendida e será periciada a fim de que se prove ser a mesma utilizada no atentado. Wagner responderá pelo crime em liberdade.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN / Foto: Facebook

18 mar by João Ricardo Correia Tags:, , ,

ASSPMBM/RN repudia fechamento de UTI do Hospital da PM pelo Governo

A recente decisão do Estado de remanejar os médicos que atuam na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Central Coronel Pedro Germano, mais conhecido como Hospital da Polícia Militar, não foi bem recebida pelos militares estaduais. De acordo com o titular da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques, a medida reflete-se no descaso total do Poder Executivo à classe. O Hospital, que há mais de um ano não conta com uma equipe efetiva de psicólogos e psiquiatras ficará também sem UTI ativa, por tempo ainda indeterminado.

“É no mínimo contraditório para todos nós militares da PM aprovar a decisão do Governo, principalmente porque nos últimos meses foi anunciada a ampliação do quadro de funcionários do Hospital, por meio de novas convocações, com a função de desafogar outras unidades médicas do Estado”, comenta.

Eliabe também afirma que a ASSPMBM/RN irá cobrar providências dos agentes e órgãos públicos responsáveis pela medida, bem como do Comando Geral da PM, para suprir a demanda de profissionais do Hospital da Polícia Militar, que também realiza atendimentos voltados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Nós repudiamos essa atitude do Governo, que demonstra, mas uma vez, a falta de comprometimento com que tem lidado com as nossas demandas”, completa.

 

(Fonte: LetraA Comunicação)

Fale no ZAP