Tag: políticos

8 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Justiça manda prender dez deputados por suspeita de corrupção

A 1ª Seção do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ e ES) determinou a prisão de 10 deputados estaduais do Rio de Janeiro. Os emedebistas Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, que já estão detidos, receberam nova ordem de prisão preventiva. Os mandados estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira (8/11).

Além deles, o TRF-2 ordenou a prisão temporária de André Correa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Coronel Jairo (MDB), Luiz Martins (PDT), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahão (Avante) e Marcus Vinícius “Neskau” (PTB).

De acordo com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, os parlamentares são suspeitos de usarem a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro a serviço de interesses da organização criminosa do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), que, em troca pagava propina mensal (“mensalinho”) durante seu segundo mandato (2011-14).

Segundo as investigações, a propina resultava do sobrepreço de contratos estaduais e federais. Além de Cabral, apontam PF e MPF, os ex-presidentes da Alerj Jorge Picciani e Paulo Melo, presos há ano, comandavam a organização investigada.

Os parlamentares eram beneficiados ainda com o loteamento de cargos em diversos órgãos públicos do estado, onde poderiam alocar mão de obra comissionada ou terceirizada, destacam PF e MPF.

Os desembargadores federais também expediram outros 12 mandados de prisão temporária e 47 de busca e apreensão. Entre os outros alvos, estão o secretário de Governo do Rio, Affonso Monnerat, o presidente do Detran-RJ, Leonardo Silva Jacob, e seu antecessor Vinícius Farah, recém-eleito deputado federal pelo MDB.

Fonte: Consultor Jurídico
Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF-RJ e da Agência Brasil

8 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Eleitores demitem políticos que se achavam “donos do mundo”

Eleitores “deram as contas” de um monte de “coronéis” e “aspirantes a coronéis” que achavam dominar a vontade popular, com suas eternas promessas e modos atrasados de fazer política. Essa turma que se acostumou a ganhar eleição há 20, 30 anos, praticando todo tipo de sacanagem começou a perceber, com a eleição de 2018, que os tempos são outros.

A ferramenta comunicação é indispensável, quando bem feita. E bem comunicar não significa gastar milhões. Comunicar é ser transparente, claro, objetivo. Em pleno século XXI, ainda tem político ignorando o povo, esnobando de quem tem acesso à informação por meio da internet. Antes, quem controlasse veículos como rádios, jornais e televisões tinha uma vantagem espetacular e quase imbatível. A globalização derrubou barreiras. Mesmo com as tais “fake news” (notícias falsas), eleitores mandaram muito bem seus recados; pior é a falsidade de muitos candidatos. Conversas moles, sorrisinhos forçados e abraços de mentirinha não têm mais tanto poder de convencimento.

Tem candidato que acredita ganhar votos por dizer que é honesto! Ora essa! Honestidade não é virtude, é obrigação. Outros exploram a religião e usam templos religiosos quase como comitês eleitorais. E tem os que comem pastéis e tomam cafezinho no meio da rua, como se isso os credenciassem como pobrezinhos, humildes, merecedores da caridade dos eleitores.

Os resultados das urnas comprovaram também a necessidade de reciclar. Quem deseja ter sucesso eleitoral daqui pra frente precisa compreender que elogios vindos de assessores bem pagos e babões não representam votos. O eleitor está cada vez mais exigente. Claro, ainda existem e existirão por vários anos aqueles que trocam os votos por quais tipo de vantagens, mas as mudanças ocorrem às claras e aos poucos. Muitos bandidos travestidos de políticos ainda continuam sendo eleitos.

A necessidade de uma reforma política no Brasil é urgente. A nação não suporta tantos partidos, tantos interesses mesquinhos, tanta roubalheira.

As ações do Ministério Público, da Polícia Federal, da Justiça, enfim, de autoridades que ainda, na maioria, transmitem credibilidade ao povo, encorajam a tomada de novos rumos. Chega da mesmice, dos mesmos crápulas, dos discursos cansativos, das negociatas regadas a uísque, vinho, gargalhadas e muito dinheiro. Chegou tarde, mas chegou o momento de não concordar mais com candidatos que se acham donos de cidades, de bairros, de estados. O eleitor deve continuar dizendo não à passagem de poder de pai pra filho, pra neto, pra mulher. O Brasil começou a reagir. Os eleitos de agora estarão sob observação rígida. Qualquer escorrego, pega o beco na próxima.

Dia 28 próximo, segundo turno. Alguns estados escolherão seus governadores e o Brasil o próximo presidente. Sem radicalismo, sem querer ser o dono da verdade, sem falsidades, sem hipocrisia, o eleitor deve votar de forma livre e aceitar o resultado seja ele qual for. Caso o eleito não desempenhe um bom papel e conseguir chegar à próxima eleição, é só demiti-lo, afinal de contas, é o povo que paga os salários desses senhores e senhoras que ocupam cargos eletivos.

João Ricardo Correia

27 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Indústria da seca perpetua no poder políticos que aproveitam da necessidade dos sertanejos que morrem de fome e sede

Há décadas a região Nordeste continua sofrendo com a estiagem e servindo como balcão de votos nas mãos de políticos canalhas, que aproveitam a situação de milhares de pessoas e se perpetuam no poder, sempre fazendo promessas, doando cestas básicas em época de eleição, construindo cisternas e promovendo outros “benefícios” que não resolvem o problema definitivamente.

A “indústria da seca” mata de fome e sede adultos e crianças, além de animais como bois, vacas, bodes e cabras.

A falta de vontade política é evidente e faz ricos políticos que sobrevivem das benesses do poder e sabem muito bem onde buscar parte dos votos que precisam: entre os miseráveis que sofrem os efeitos da falta regular das chuvas.

Nos dois vídeos abaixo, alguns dos exemplos de como age essa “indústria” assassina.

28 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Votar: uma obrigação repugnada pela maioria dos brasileiros

Votar no Brasil, país destruído por uma classe política – com raríssimas exceções – nefasta, desonesta e sem nenhum compromisso com a população, está cada vez mais difícil. Por mais que os votos em branco e nulos terminem “ajudando” aqueles candidatos conhecidos, que há anos mamam nas tetas dos cofres públicos, os eleitores não encontram motivos suficientes para irem às urnas, pelo menos é isso que indicam as pesquisas de intenção de votos.

São tantos casos de corrupção envolvendo políticos de quase todos os partidos e empresários ligados a eles que a nação vive um caos em todas as áreas. Além de ser mundialmente conhecido como o país do futebol e do carnaval, o Brasil também pode requerer o “título” de país da corrupção. Aliado às sacanagens protagonizadas pelos canalhas que nos roubam está uma justiça lenta quase sempre. Leis que escancaram brechas para beneficiar criminosos também enojam os homens e mulheres de bem. Claro, essas leis são elaboradas pelos deputados federais e senadores, portanto, não há nenhuma novidade se proporcionam ambientes favoráveis à prática criminosa.

Ideologias não existem. Vergonha na cara está quase extinta. Caras de pau surgem a cada campanha, sorridentes, cínicas. “Inimigos” históricos se abraçam, se elogiam, na certeza que a memória do povo é curta. Não sabem – ou se fazem de idiotas – os políticos e aqueles e aquelas que estão doidinhos para entrar na vida fácil, essa sim, que o cenário está mudando aos poucos, mas está mudando.

E para completar a sensação de revolta, votar ainda é obrigatório. Quem danado está satisfeito com o País? E com o Rio Grande do Norte?! E ainda ser obrigado a escolher esse tipo de “representante”? E os que se dizem novos, honestos? Será que são mesmo? Ou são lobos em pele de cordeiros?

João Ricardo Correia

21 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Carnatal 2018: quais políticos vão enfrentar o teste de popularidade?

Nos últimos anos, um dos “testes de popularidade” para políticos potiguares é o Carnatal, a famosa micareta que acontece no mês de dezembro.É lá, também, que se testam o “vaiômetro” e o “aplausômetro”. Para o evento deste ano, quais os donos de mandato e/ou candidatos terão a coragem de subir nos camarotes e acenar para os eleitores? O governador Robinson Faria? O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves? A senadora petista Fátima Bezerra? O empresário Tião Couto, de Mossoró, apontado como provável pré-candidato a governador? O mais novo cidadão natalense João Dória? Quem mais? Quem?!

12 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Imoral: meninos e meninas correm risco de morte nas escolas públicas do RN

educacao

João Ricardo Correia

Um Estado que não tem cuidado com a educação e a segurança das suas crianças não pode ser levado a sério. No Rio Grande do Norte, não são raros os casos em que tetos de escolas desabam, instalações elétricas são sinônimo de risco, ventiladores estão quebrados, faltam professores, bebedouros estão enferrujados, banheiros mais parecem pocilgas, unidades de ensino são alvos de vândalos.

Prefeitos e governadores – a maioria deles – parecem, só lembrar dos estudantes, professores e seus parentes na hora de pedir votos, ou quando precisam usar os colégios como argumento para arrecadar algumas esmolas federais.

O Ministério Público já recomendou a interdição de algumas escolas e a Justiça concordou. Outras interdições virão por aí.

A secretária da Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, tem dito recentemente, durante entrevistas, que o Estado dispõe de cerca de R$ 50 milhões para investir na estrutura física dos prédios da sua pasta, mas enfrenta a burocracia e ainda não tem previsão de quando começarão obras de reformas, ampliações e por aí vai. Ou seja: os estudantes continuam correndo risco.

Enquanto a burocracia dita as regras e deixa as escolas padecendo, o Tribunal de Justiça do RN anunciou, há menos de um mês, a construção da sua sede, com orçamento inicial girando em torno dos R$ 80 milhões. O dinheiro está no Caixa, “escutando a conversa”.

Recentemente, o mesmo TJ “emprestou” R$ 19 milhões para melhorias no sistema penitenciário potiguar. E, até onde sei, ninguém reclamou que a burocracia tenha atrapalhado a negociação. E para a Educação, não havia uma forma de agilizar a liberação desse dinheiro? Os deputados estaduais e federais não se mobilizam? E os três senadores? O que pensam os vereadores? O que estão esperando?  Que crianças morram nas escolas caindo aos pedaços? Que aconteça uma tragédia que ganhe repercussão nacional, para que nossas “autoridades” saiam correndo até Brasília, para mais uma reunião de pedidos regada a cafezinho, água gelada, gargalhadas e fotos nas redes sociais? Alguém já viu mobilizações de juízes e desembargadores em prol da defesa dessas crianças?

A situação é imoral. Já não bastassem tantas problemas, como insegurança, sistema de saúde estadual falido, desemprego, atraso nos salários dos servidores, o Rio Grande do Norte ainda de destaca como um lugar aonde meninos e meninas são presas fáceis de um sistema de educação precário, desabando sobre as cabeças dessa criançada, literalmente.

A responsabilidade desse descaso é de políticos que, eleição após eleição, continuam por aí com suas caras lavadas, como se nada estivesse acontecendo. Um bando de calhordas, irresponsáveis, cretinos.

31 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Moradores denunciam buraqueira em Sítio Novo e celular é furtado em igreja

SITIONOVO1

Moradores do município de Sítio Novo (RN), em especial os da zona rural, têm usado as redes sociais para protestar contra o que chamam de descaso do poder público quanto à recuperação imediata das estradas. Imagens divulgadas na internet mostram a precariedade ocasionada com as chuvas, quando até à pé fica difícil trafegar pelas vias, repletas de fendas. Ontem, sitionovenses tentaram melhorar as estradas com entulhos, afim de amenizar os atoleiros e as trepidações dos veículos. Quem sabe, os políticos de lá tentem resolver a situação quando estiver perto da eleição, afinal de contas, vão precisar correr pra lá e pra cá fazendo promessas e pedindo votos.
(Com informações do Blog Sítio Novo em Foco)

=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=

SEM PERDÃO
“Pronto! Era só o que faltava. Acabaram de tirar o celular da minha bolsa dentro da Catedral de Santana em Caicó!”. Essa foi a postagem, ontem à noite, feita pela jornalista Elaine Vládia, em sua página do Facebook. Elaine é assessora de imprensa da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria.

TALENTO
O violoncelista Diego Paixão, aluno da Escola de Música da UFRN, que participa da classe do professor Fabio Presgrave, acaba de ser premiado no Festival Internacional de Campos do Jordão com bolsa de estudo para a École Normale de Musique de Paris.

TALENTO 2
Este é o festival mais competitivo da América Latina, no qual centenas de jovens músicos de todo o mundo disputam todos os anos a oportunidade de participar do evento. Diego conseguiu uma distinção ainda maior: ser um dos vencedores do prêmio que contemplou os jovens músicos de maior destaque. Com isso, se tornou o primeiro músico do Rio Grande do Norte a conseguir tal privilégio.

PARNAMIRIM
O ministro do turismo, Henrique Eduardo Alves, firmou um convênio com a Prefeitura de Parnamirim, para promover a qualificação de pessoas através do Pronatec Turismo. O acordo, publicado na edição desta quarta-feira (30) do Diário Oficial da União, tem duração de dois anos. Serão 120 vagas para profissionais que atuam como agente de informações turísticas, cozinheiro, garçom; salgadeiro, confeiteiro, preparador de doces e conservas. A execução do programa será feita em parceria com a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do município.

PARNAMIRIM 2
O Pronatec Turismo já beneficiou outras cinco cidades do Rio Grande do Norte, além de Parnamirim. Profissionais dos municípios de Natal, Baía Formosa, Canguaretama, Maxaranguape e Tibau do Sul serão qualificados por meio do programa. A expectativa é que, até o final do ano, sejam abertas 700 vagas no estado.

FEDENTINA
Ontem, grande parte da imprensa brasileira destacou o encontro da presidenta Dilma Rousseff com governadores e a contaminação das águas no Rio de Janeiro, que no próximo ano receberá atletas durante os jogos olímpicos. Nas duas pautas, sujeira, muita sujeira.

JOVEM GUARDA
A Banda Anos 60 inicia na quinta-feira, dia 06 de agosto, a temporada “Noite da Jovem Guarda” no Iate Clube de Natal, das 18h às 23h, com convidados. Na estreia do projeto contara com a presença de Artenisa, ‘A Rainha do Bolero’, Liz Nôga e Debinha Ramos, que tocarão samba e MPB.

JOVEM GUARDA 2
“Como a temporada do Iate Clube de Natal será em dia de semana, sempre na primeira quinta-feira do mês, começamos cedo e terminamos cedo, sempre trazendo músicos convidados de natal e do estado para essas ‘festas de arromba’ que irão lembrar a Jovem Guarda”, disse o líder da banda, Reinaldo Azevedo (Lobão).

TRABALHO
Coordenador geral do Procon RN, advogado Cyrus Benavides tem apresentado excelentes resultados nos primeiros meses de gestão e passa a ser um dos auxiliares mais bem avaliados pelo governador Robinson Faria.

SOLIDARIEDADE
Mais dois pacientes da Casa Durval Paiva foram contemplados com a construção de suas residências através do Projeto Vida, patrocinado pelo Instituto Ronald McDonald, com recursos do McDia Feliz. Agora, Dayslene Françoise de Lagoa Salgada/RN e Jaerton Douglas de Monte Alegre/RN, poderão dar prosseguimento a seus tratamentos com mais qualidade de vida. Participe do McDia Feliz no dia 29/08 em todas as lojas da rede e ajude a mudar a realidade de vida de muitas crianças e adolescentes com câncer. Os tíquetes dos sanduíches Big Mac já estão a venda na Casa. Pedidos e informações 84 4006-1600.

CORTES
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, nesta quinta-feira (30), novas medidas para a redução de gastos com o custeio da administração da Casa. No encontro entre os deputados, ficou definido o fechamento de dois anexos da Assembleia, que reduzirá quase R$ 800 mil os custos anuais da Casa, e também o cancelamento de 107 linhas de celular, que custavam R$ 360 mil aos cofres públicos.

CORTES 2
Novos cortes também serão feitos em atividades desenvolvidas pela Assembleia, como o programa Assembleia Cidadã, que oferece atendimento gratuito a população do interior do Estado nas áreas de saúde, cursos e emissão de documentos, e estão suspensas as edições da Assembleia Cultural, que consiste em apresentações de artistas em todo o Rio Grande do Norte. A economia nesses setores vai superar os R$ 400 mil.

SEM LUA DE MEL
O policial de uma pequena cidade para um motorista por excesso de velocidade. — Mas, seu guarda, eu posso explicar… — replica o motorista.— Fique quieto! Vou colocá-lo na cadeia até o chefe chegar! — esbraveja o policial.
— Mas, por favor, eu só queria dizer que…— Silêncio! Você está preso ! Se abrir a boca, apanha ! Então, ele joga o coitado em uma cela, sozinho, e vai embora sem lhe dar atenção. Horas mais tarde, o guarda volta: — O chefe está chegando! Sorte a sua que ele foi ao casamento da filha dele. Deve estar de bom humor. — Duvido muito… Se tivesse me deixado falar, saberia que o noivo sou eu!
Entre em contato comigo:
E-mail: jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com
WhatsApp: (84) 9 9401-5905
Twitter: @joaoricardo_rn

20 jan by Henrique Goes Tags:, ,

TSE VAI ELABORAR RELATÓRIO SOBRE ETNIA DOS CANDIDATOS DE 2014

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não possui estatísticas sobre o número de negros na política brasileira, quer sejam políticos eleitos ou candidatos. Um empecilho para realizar o levantamento é o fato de que a autodeclaração de raça/cor, utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo e na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, não entra na ficha de registro das candidaturas.

Plenário do Senado
Foto: Agência Senado

A descoberta de tal lacuna no perfil dos políticos nacionais foi da Agência Brasil. E após a provocação, o órgão eleitoral informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que existe um grupo responsável pela avaliação das últimas eleições passou a fazendo considerações acerca da inclusão do item raça/cor no processo eleitoral.

O TSE informou que após uma eleição se iniciam os preparativos para uma próxima o que possibilita uma série de avaliações das práticas que devem ser mantidas e as que podem ser aprimoradas. O tribunal afirmou que a sugestão de incluir ao sistema de registro de candidaturas a opção para o candidato declarar a sua cor foi encaminhada ao grupo de estatística, que está analisando a viabilidade e o formato da produção desse dado para as Eleições 2014.

A assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), Eliana Graça, diz que a entidade tentou implantar a medida por meio de articulação no Congresso Nacional, mas não teve êxito.

“É uma batalha [nossa de] um bom tempo, tentando convencer os parlamentares de que isso tinha que entrar na minirreforma política de 2009, [na qual foram feitas] algumas proibições, se regulamentou alguma coisa das campanhas. Uma das coisas que nós queríamos naquela época era que constasse na lei a obrigatoriedade, na hora da inscrição do candidato, da autodeclaração de cor/raça”.

 

Com informações da Agência Brasil

Fale no ZAP