Tag: Presídios

8 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Sergio Moro quer regras mais duras no combate a facções

A primeira semana em Brasília do juiz federal Sergio Moro (FOTO), confirmado para o Ministério da Justiça pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, foi repleta de reuniões, compromissos com a equipe de transição e abordagem de curiosos. Moro defendeu o uso de parlatórios nos presídios, regras mais “duras” no sistema prisional e a adoção de inteligência no combate às facções.

A Agência Brasil apurou que Moro é favorável à instalação de parlatórios em presídios associada à restrição de visitas íntimas. Aplicada nos presídios federais de segurança máxima, a restrição gerou forte reação de facções como o Primeiro Comando da Capital (PCC), que está por trás de pelo menos três execuções de agentes penitenciários ocorridas no ano passado, segundo o Ministério Público Federal (MPF) no Paraná.

Os agentes assassinados trabalhavam nas penitenciárias federais de Catanduvas, no Paraná, e Mossoró, no Rio Grande do Norte. Tanto a restrição de visitas íntimas quanto a instalação de parlatórios no sistema penitenciário dependem de alterações legislativas.

O juiz defende o uso de parlatórios nos presídios – trata-se de uma estrutura de vidro com sistema de som que separa os presos das pessoas que os visitam e facilita o monitoramento de conversas entre detentos e advogados, e já existe nas unidades federais do sistema prisional.

Disposto a enfrentar a corrupção e combater as facções criminosas que dominam o sistema penitenciário –- e têm tentáculos em outros setores –, Moro quer tentar desestruturar a ação do crime organizado com ações de inteligência policial e de investigação.

Por Paulo Victor Chagas e Pedro Rafael Vilela – Repórteres da Agência Brasil

17 out by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Relato sobre presídios do RN, “Por trás das grades” supera expectativas de venda

O livro “POR TRÁS DAS GRADES”, escrito pelo agente penitenciário Márcio Morais, superou as expectativas e comemora duas mil cópias vendidas, contando a realidade nua e crua dos presídios do Rio Grande do Norte. Em Natal, a publicação está disponível na Livraria da Cooperativa Cultural, no campus central da UFRN, e na Revistaria do Nordestão, em Capim Macio.

A obra pode ser pedida pelo WhatsApp (84)99662-4050, sendo entregue pelos Correios em qualquer lugar do Brasil.

17 maio by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Dinheiro para acomodar bandidos não falta no Rio Grande do Norte

ASSALTANTE1

O Governo do Rio Grande do Norte acaba de entregar um pavilhão novinho aos detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, que recentemente promoveram uma série de motins e destruíram grande parte daquela unidade penal. A reforma para reacomodar os bandidos foi feita rapidamente, o dinheiro parece que já estava “escutando a conversa”.

E o dinheiro para reformar as Casas dos Estudantes, para melhorar as escolas, para priorizar a saúde, para construir moradias, para contratar policiais? Não tem?!

Danem-se as explicações burocráticas, os textos prontos das cartilhas dos incompetentes.

Um Estado que vive de pires na mão – pelo menos aparentemente – não pode priorizar pavilhão novinho em folha para abrigar assassinos, estupradores, assaltantes, sequestradores e outros tipos de canalhas.

Diariamente, há anos, a imprensa mostra a necessidade de uma reforma em diversos equipamentos públicos do RN, mas o pouco que sai não atende à demanda.

É por essas e outras que a cada eleição diminuem nossas opções de voto. Quando não são os mesmos, maquiados com óleo de peroba, são seus herdeiros ou apadrinhados.

As Casas dos Estudantes podem cair, os hospitais permanecerão um caos, escolas com estruturas capengas, a sociedade clamando por policiamento nas ruas, mas reforma em presídio é rápida.

Não precisar ser gênio para entender que os bandidos por aqui são prioridade.

Fale no ZAP