Tag: Rosalba

9 nov by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Rosalba vira ré por não usar recursos para criar vagas no sistema penitenciário

rosa2
Rosalba: ex-governadora do RN e prefeita eleita de Mossoró

O juiz federal Mário Jambo decidiu pelo recebimento de uma ação de improbidade que o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) apresentaram contra a ex-governadora Rosalba Ciarlini Rosado. Dessa forma, ela se torna ré e vai responder judicialmente por ter devolvido, durante seu mandato (2011 a 2014), R$ 14,3 milhões em recursos federais que deveriam ter resultado na abertura de 1.511 vagas em novas unidades prisionais e em obras de reforma e ampliação das já existentes.

Além dessa devolução, a então governadora também deixou de concretizar outros dois projetos, cujos contratos foram assinados em 2013 e que previam repasses de R$ 24,4 milhões. Do total, R$ 14,7 milhões seriam para a construção da Cadeia Pública Masculina em Ceará-Mirim e R$ 9,6 milhões para a Cadeia Pública Masculina em Mossoró. O contrato de Mossoró foi cancelado sem que o dinheiro tivesse sido liberado e a obra de Ceará-Mirim sequer foi iniciada.

26 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Somente agora Robinson prega a união entre os Poderes para “equalizar as finanças”

robinson_comissao_rayane_mainara
Robinson Faria, otimista, está torcendo para que essa turma aí se una para equilibrar as finanças do Rio Grande do Norte

João Ricardo Correia

A reunião na tarde desta quarta-feira (26), entre o governador Robinson Faria e representantes do Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado, criou uma comissão que trabalhará para reequilibrar as contas do Estado. Mas dizer a partir de quando o pagamento voltará a ser feito em dia, que é uma das principais reivindicações das entidades representantes dos servidores, os nobres participantes do encontro não disseram. No Brasil, é assim: quase tudo termina em reunião, comissão…

E o governador sabia, muito bem, desse caos financeiro, afinal de contas ele era o vice de Rosalba Ciarili, sua antecessora. Ele também não pode engrossar as fileiras dos que, de uns tempos pra cá, para todas as mazelas botam a culpa em Lula, pois em sua campanha para governador, Robinson foi levado pela então candidata a senadora Fátima Bezerra para receber, em Brasília, as bênçãos do líder petista.

Com quase dois anos de mandato, parece que Robinson acredita que somente agora é o momento para pregar a união entre os Poderes a fim de equalizar as finanças. Para tanto, a comissão, segundo foi dito no encontro, já passa a atuar a partir desta quinta-feira (27), acreditem, véspera do feriado do funcionalismo público,  em caráter emergencial para encontrar uma solução para normalizar as contas.

O governador considerou que “foi uma reunião bastante produtiva na qual fizemos uma explanação sobre a situação do Rio Grande do Norte, sobre a realidade financeira do estado”. Quer dizer que as autoridades ainda precisavam de uma explanação?!

Faria, sobre a recomendação do Ministério Público de exonerar 15 mil servidores que ingressaram no sistema público entre 1983 e 1988, disse: “Eu garanto, como governador, que não penso em demitir servidores efetivos. Jamais eu iria querer salvar o estado demitindo pai de família. Essa já é uma decisão tomada”. Palmas para Robinson. Só falta apontar como vai pagar os salários de todos os servidores em dia, afinal de contas, ganhando até R$ 5 mil ou mais,  eles precisam pagar as contas, comprar comida, etc, etc, etc.

Sobre a possível devolução ao Governo de repasses remanescentes, Robinson Faria afirmou que atualmente os Poderes executam totalmente o orçamento, o que inviabilizaria o processo. “Mesmo assim, ninguém na reunião foi autossuficiente a ponto de não colaborar com os outros órgãos. Muitas vezes, o poder Executivo acaba sendo o mais cobrado, mas ele depende da colaboração e compreensão dos demais Poderes”, disse.

Com informações da Assecom
Foto: Rayane Mainara

1 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

FHC defende Dilma e governador se prepara para “flash” em acampamento

DILMAEFHC1

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em entrevista à revista alemã de economia Capital, defendeu a presidente Dilma Rousseff, afirmando que ela não está envolvida no escândalo de corrupção na Petrobras. “Eu a considero uma pessoa honrada”, disse o tucano na edição deste sábado (1º) da revista, informou a agência de notícias Deutsche Welle. O ex-presidente não poupou o PT: “Mas o partido dela [está envolvido], sim, claro. O tesoureiro está na cadeia”, afirmou. (Com informações do Portal R7)

=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=.=

BEM NA FOTO
Caso policiais e bombeiros militares montem, como têm anunciado, acampamento em frente à Governadoria do RN, no bairro de Lagoa Nova, a partir do próximo dia 5, exigindo o cumprimento de promessas do governo do Estado, assessores – muitos deles – do governador Robinson Faria já estariam preparados para fotografá-lo abraçando e conversando com os servidores insatisfeitos.

BEM NA FOTO 2
O chefe do executivo estadual, segundo fontes do colunista, teria sido muito bem orientado sobre o que deveria fazer: descer a rampa, abraçar “seu povo” e dizer que tudo é culpa do governo de Rosalba, de quem ele, aliás, foi vice-governador. Depois disso, tome postagem nas redes sociais; começando pelo Instagram. Olhe lá se Robinson não almoçar no “acampamento”.

RELIGIOSIDADE
É hoje, a partir das 16 horas, o Terço dos Homens que espera reunir cerca de mil católicos, na área externa da Arena das Dunas Marinho Chagas, em Natal.

PADRE TIAGO
O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, participou nesta sexta-feira (31) à noite da missa solene em comemoração aos 60 anos de vida sacerdotal do Padre Tiago Theisen. A celebração ocorreu na praça em frente a Igreja Matriz da Paróquia Santa Maria Mãe, no bairro do Igapó.

PADRE TIAGO 2
A missa foi cocelebrada pelo arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira da Rocha, e contou com as presenças do senador Garibaldi Filho, do presidente da Câmara dos vereadores de Natal, Franklin Capistrano, além da grande participação dos paroquianos.

BOAS DE BOLA
O campo do conjunto Santa Catarina, zona Norte de Natal, recebe neste domingo (2), dois jogos válidos pela Copa Natal de Futebol Feminino, torneio promovido pela Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL).

BOAS DE BOLA 2
A primeira partida será entre os times da UFRN e Sarney. O jogo está marcado para 15h. Na sequência, a bola volta a rolar. Desta vez, em campo as equipes das Rocas e Roma FC. O duelo começa às 16h45. “A entrada dos jogos é gratuita, então contamos com a presença da torcida para mais uma rodada da Copa”, lembra o titular da SEL, Eduardo Machado.

OUSADOS
Os bandidos continuam fazendo a “Ronda nada cidadã” no RN. Tem assalto, roubo de carro e assassinatos “em banda de lata”.

EMBARGADA
Na manhã desta sexta-feira, 31, a equipe Fiscalização Urbanística da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) embargou a construção de um prédio no conjunto Alagamar, no bairro Ponta Negra.  O embargo se refere ao prédio que teve sua estrutura comprometida com o desabamento da sua fachada e afundamento dos pilares em 2013. Os técnicos constataram que o projeto que está sendo reerguido é diferente do projeto anteriormente licenciado. O proprietário foi notificado a paralisar a obra imediatamente. A obra foi retomada de forma irregular, com as licenças vencidas.

DESEJO
Que o seu final de semana seja repleto de paz e saúde.

MAIS UMA PONTE
Um prefeito havia prometido construir uma ponte e para isso convocou três empreiteiros: um japonês, um americano e um brasileiro. – Faço por R$ 3 milhões – disse o japonês – Um pela mão-de-obra, um pelo material e um para meu lucro. – Faço por R$ 6 milhões – propôs o americano – Dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para mim. Mas o serviço é de primeira! – Faço por R$ 9 milhões – disse o brasileiro. – Nove milhões? – espantou-se o prefeito – Por que esse valor tão alto?! E o brasileiro responde: – Três para mim, três para você e três para o japonês fazer a obra. – Negócio fechado!

Entre em contato comigo:
E-mail: jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com
WhatsApp: (84) 9 9401-5905
Twitter: @joaoricardo_rn

3 mar by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

O “Exército de Engomadinhos” delira, toma cafezinho e quer se ver na TV

ROBINSON3
Robinson Faria: pouco mais de dois meses como governador e muitos desafios pela frente

 

O governador Robinson Faria tem demonstrado, desde quando ainda era candidato, vontade para minimizar a insegurança no Rio Grande do Norte. Não é fácil, sabemos. Mas fica muito mais difícil quando o “Exército de Engomadinhos” entra em ação. Eles estão por toda parte, sempre arrumadinhos, sorridentes, cabelinhos no lugar e adoram participar de “apresentações”. É um tal de apresentar isso, aquilo, acolá, comparações, blablablá; pura encheção de linguiça, nada mais.

Confio em minhas fontes. Algumas têm mais de vinte anos de “parceria” com meu trabalho. Confio porque não foram cultivadas em mesa de bar, pagando almoço, nem dividindo “momentos sociais”. E algumas dessas fontes, em plena atividade, tanto na Polícia Civil, quanto na Polícia Militar, falam da insatisfação dessas categorias, principalmente daqueles que têm “sangue de polícia” e que, portanto, não integram as fileiras dos que vivem dando polimento nos dentes, porque sabem que a qualquer momento estarão diante da Sua Excelência o governador, “correndo o sério risco” até de aparecer na televisão!!!! Que coisa, não?!

Pois é! Longe dos holofotes, existem centenas de homens e mulheres trabalhando diuturnamente, como fazem há anos, em prol da sociedade. Exigem respeito – que passa necessariamente por uma remuneração decente – e condições de trabalho. Nada mais. Não se importam com reuniões regadas a cafezinho e água gelada. Não querem sair na foto. São competentes por natureza, por aptidão, capacidade. Não querem ocupar nenhum cargo eletivo. São técnicos, profissionais.

Robinson Faria tem ao seu lado, no comando da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), a delegada de Polícia Civil Kalina Leite, uma mulher competente, estratégica, destemida, vista nos bastidores da atual gestão como uma das principais peças da engrenagem corroída pelo tempo e que, agora, insiste em funcionar de maneira adequada. Kalina é sincera. O governador sabe disso. E não pode esquecer. Talvez pela capacidade de articulação da chefe da Sesed, ainda não tenha aparecido na sociedade algum movimento mais intenso partindo daqueles que não estão gostando do tratamento que recebem. Mas a paciência da secretária, garantem algumas das minhas fontes, tem limite e esse limite não se alimenta de papo-furado, nem de promessas pós-campanha.

De forma rápida: o governador Robinson Faria precisa colocar o exército de verdadeiros policiais nas ruas, com profissionais estimulados. Viatura e equipamento bonitinho herdado da Copa do Mundo não farão nada sozinhos. Podem até servir de cenário para o teatro dos “engomadinhos”. E só.

Os dados oficiais estão aí, muito bem apresentados. E as vítimas das violência também estão aí, aterrorizadas, desesperadas, pois terminam virando números das estatísticas, nada mais. E serão lembradas, abraçadas, visitadas, atendidas somente na próxima campanha eleitoral.

Corra, governador Robinson! O povo depositou uma grande confiança no senhor! O tempo passa rápido! Daqui a pouco, o senhor estará novamente nos palanques. Ou não. Lembra de Rosalba? Aquela de quem o senhor foi vice? Pois é…

23 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Luiz Almir é contra filiação de Rosalba ao PV

LUIZALMIR6

O vereador Luiz Almir (FOTO), do PV, reagiu contrariamente à possibilidade de filiação da ex-governadora Rosalba Ciarlini ao partido, presidido no Estado pelo ex-senador Paulo Davim, que há pouco tempo convidou-a a assinar a ficha do Partido Verde, segundo o ex-senador, iniciando assim, um processo de reestruturação e fortalecimento da legenda no Rio Grande do Norte. “A ex-governadora saiu do cargo reprovada pela população e por isso, no meu entendimento, ela não contribuirá em nada para o crescimento do PV no Estado”, ressalta o vereador, que é um dos cotados para assumir a liderança do prefeito de Natal na Câmara Municipal, a exemplo de Chagas Catarino, do PROS e Dickson Júnior, do PSDB.

Luiz Almir falou também sobre uma possível participação do PV no processo sucessório natalense apresentando  candidatura própria, tese defendida pelo presidente da legenda, Paulo Davim. “Esse assunto é preciso que seja discutido e analisado com cuidado e na hora certa”, disse  vereador-seresteiro, deixando evidenciado que prefere apoiar um candidato a prefeito de outra legenda. Almir, inclusive, está tendo seu nome citado como possível candidato a vice-prefeito na chapa com o atual prefeito de Natal.

Questionado sobre uma possível candidatura do ex-senador Paulo Davim a prefeito de Natal, Luiz Almir afirmou o seguinte: “Paulo Davim é um homem sério e de bem, mas no processo sucessório não é só Paulo Davim. Temos que ouvir a base partidária e principalmente o povo através de pesquisa”, disse ele. Ainda sobre o PV, Luiz Almir relata que “o partido teve a grande oportunidade de governador Natal, mas lamentavelmente Micarla de Souza não teve sua administração aprovada pela população natalense”.

INÍCIO DE TUDO

O PV iniciou no Rio Grande do Norte com o ambientalista e professor universitário, Eugênio Cunha. Posteriormente, Darci Girassol assumiu  a presidência da legenda. Em 2004 foram eleitos os vereadores Júlio Protásio e Luiz Carlos e em 2005, Micarla de Souza assumiu o comando da legenda no Estado e o partido tornou-se a segunda maior bancada na Câmara Municipal de Natal, elegendo entre outros, os vereadores, Edivan Martins, Sargento Siqueira e Aquino Neto. Ainda em 2005, Paulo Davim elegeu-se deputado estadual (pelo PT), mas posteriormente deixou a legenda para se filiar ao PV, sob a alegação de está decepcionado com o Partido dos Trabalhadores que já naquela época foi denunciado por atos de corrupção.

Micarla de Souza compôs a chapa com o então candidato a prefeito de Natal, Carlos Eduardo na condição de candidata à vice-prefeita, mas em pouco tempo afastou-se do prefeito e foi candidata em 2008, elegendo-se prefeita com apoio do senador José Agripino. No 4º de administração a prefeita foi afastada do cargo por decisão judicial em razão de denúncias de irregularidades na secretaria Municipal de Saúde. O processo de decadência do PV foi iniciado com a saída da prefeita do cenário político estadual e acentuou-se mais ainda na última eleição quando não elegeu nenhum deputado e perdeu a eleição majoritária depois de apoiar o então candidato do PMDB, deputado Henrique Eduardo, que não conseguiu sucesso eleitoral nas urnas disputando o pleito contra o candidato do PSD, Robinson Faria.

 

 

Fotos: João Ricardo Correia

10 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Rosalba recebe convite para se filiar ao PV

ROSA2
A ex-governadora Rosalba Ciarlini poderá assumir o comando do Partido Verde no Rio Grande do Norte. Convite nesse sentido teria sido feito pelo atual presidente da legenda, ex-senador Paulo Davim. Segundo uma fonte mossoroense, a ex-governadora ficou lisonjeada com o convite e teria pedido tempo para consulta as suas bases eleitorais sediadas em diversos municípios do Estado. Na conversa com o dirigente verde, Rosalba teria confirmado a sua disposição de candidatar-se ao  cargo de prefeita de Mossoró, para posteriormente disputar uma vaga no Senado da República, tentando derrotar seu ex-líder José Agripino Maia.

As sequelas existentes entre Agripino e Rosalba deve-se ao episódio ocorrido na última eleição, quando a então governadora desejava candidatar-se à reeleição e foi preterida pelo líder do seu partido, senador José Agripino. Por parte dos verdes, a filiação de Rosalba Ciarlini representa o fortalecimento da legenda após o insucesso administrativo da então prefeita Micarla de Souza em Natal. O PV já teve a maior bancada na Câmara Municipal de Natal, com os vereadores Júlio Protásio, Edvan Martins, Luiz Carlos, Aquino Neto, entre outros.

Na Assembleia Legislativa, o PV contava com dois deputados, Paulo Davim e Gilson Moura, esse último alijado da vida pública denunciado por corrupção. O partido elegeu também na época um deputado federal – Paulo Wagner – que foi aposentado por invalidez  e está sendo questionado na justiça. Houve também a ascensão de Paulo Davim ao Senado na vaga Garibaldi Filho que assumiu o Ministério da Previdência Social. O PV, segundo a fonte mossoroense, pretende voltar a ter representatividade no Rio Grande do Norte e influenciar nas decisões da política estadual. O assunto tem sido recorrente na cidade de Mossoró, começando com a possível filiação da “Rosa”.

29 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

TCE aponta que Governo do RN violou LRF e provocou atraso de salários

ROSAREZA_BLOGDOCARLOSSANTOS
Ex-governadora Rosalba Ciarlini, a “Rosa”, é acusada de irregularidades pelo Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (Foto: Blog do Carlos Santos)

Auditoria realizada pelo corpo técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) aponta que o atraso de salários do Poder Executivo do Estado, no período de setembro de 2013 a setembro de 2014, é resultado do crescimento expressivo das despesas com pessoal e de uma série de impropriedades e irregularidades no planejamento e execução orçamentária.

Nesta quinta-feira (29), o Procurador-Geral de Contas, Luciano Ramos, tomando como base o relatório de auditoria, pediu a citação da ex-goverandora Rosalba Ciarlini e dos ex-secretários Alber da Nóbrega e Obery Rodrigues para apresentarem defesa acerca das irregularidades apontadas pelo corpo técnico, além da formação de três novos processos para apurar a existência de funcionários com carga horária acima do limite permitido, pagamento de GTNS acima do percentual de 100% dos vencimentos e pagamento excessivo de horas suplementares. A relatora do processo é a conselheira Maria Adélia Sales para cujo gabinete será enviado o pronunciamento do MPC.

Segundo o relatório do corpo técnico, o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Norte, acima do limite prudencial de gastos com salários nos anos de 2013 e 2014, não poderia assumir mais despesas com pessoal por conta de limitações impostas pela LRF. Naquele período, conforme Relatórios de Gestão Fiscal emitidos pelo próprio Executivo, a porcentagem da despesa total com pagamento de pessoal oscilou entre 48,22% e 48,79% da receita corrente líquida, quando o percentual fixado pela lei é de 46,55%.

Mesmo durante o período no qual o Poder Executivo estava acima do limite prudencial de gastos com pessoal ocorreram pelo menos seis violações à Lei de Responsabilidade Fiscal, como a concessão de aumentos, reajustes, criação de cargos, entre outras.  Essas concessões foram realizadas sem o necessário estudo prévio dos impactos financeiros sobre o custo da folha de pagamento, contrariando, mais uma vez, o que determina a LRF.

Na avaliação do corpo técnico, mesmo na situação de dificuldade fiscal, o Executivo concedeu aumentos salariais a servidores públicos a partir de 14 leis complementares de sua própria iniciativa, desobedecendo as exigências da LRF sobre o tema.

Da mesma forma, criou por lei 802 novos cargos e funções, além de reestruturar também, mediante sete leis, diversas carreiras de categorias de servidores, o que, segundo a auditoria, provocou impacto nas contas públicas. Outros problemas encontrados foram os crescentes pagamentos por meio de decisões judiciais que em setembro de 2014 atingiram R$ 8,4 milhões.

FOLHA

Ao se deter sobre a folha de pagamento no período de janeiro a setembro de 2014, os técnicos do TCE encontraram casos de acúmulo irregular de cargos, com uma média 4.445 servidores com carga horária superior a 60 horas semanais – carga horária máxima permitida pela legislação vigente -, o que totaliza cerca de R$ 14,7 milhões de gastos mensais.

A análise da folha de pagamento do Estado traz ainda uma média de 844 servidores com três ou mais vínculos mensais, o que configura uma situação de irregularidade. O gasto mensal com esses servidores é de cerca de R$ 3,9 milhões.

No que diz respeito ao planejamento orçamentário e financeiro, a auditoria verificou que houve, no ano de 2013, um superdimensionamento da estimativa das receitas do Estado e que não houve frustração no montante declarado no Decreto nº 23.624, editado pelo Governo em 2013, determinando um corte de 10,74% nas despesas orçadas em todos os poderes e órgãos autônomos integrantes da estrutura orgânica do Estado.

Ao mesmo tempo, em 2013, o Executivo contava com um saldo negativo de quase R$ 80 milhões na fonte responsável pelos dispêndios ordinários (Fonte 100) – cujos recursos não são carimbados e podem ser usados livremente. Mesmo assim, inscreveu em restos a pagar o montante de R$ 161 milhões.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do TCE

15 jan by Marcelo Hollanda Tags:, , , ,

O tamanho do rombo e a certeza que ele vai crescer

ROBINEROSA_RAYNAEMAINARA
Rosalba Ciarlini e Robinson Faria (Foto: Rayane Mainara)

 

Só agora, semanas depois da posse, o governador Robinson Faria pôde informar com precisão mais aproximada o tamanho do rombo deixado por Rosalba – R$ 529 milhões – que, somado à resíduos herdados de administrações anteriores, totalizam algo ao redor de R$ 610 milhões. “Algo ao redor” porque ninguém pode assegurar com cem por cento de certeza que as cifras sejam essas mesmas.

Agora está explicado porque o ex-chefe da Casa Civil e marido da ex-governadora, Carlos Augusto Rosado, com a inestimável colaboração do ex-secretário do Planejamento, Obery Rodrigues, demorou tanto a entregar o serviço durante o processo de transição iniciado depois das eleições. Ou nem eles sabiam exatamente sobre o tamanho do rombo – o que é muito difícil – ou enrolaram mesmo, ganhando tempo para que Rosalba retornasse à segurança de Mossoró de onde planeja seu retorno triunfante.

Já se sabe que por lá, como por aqui também, os políticos são mestres em se reinventar.

Diante desse anúncio de Robinson, agravado  por um crescimento calculado na folha de servidores do Estado de R$ 366 milhões, como informa na edição desta quinta-feira a Tribuna do Norte, há aqui um ambiente sombrio de mais endividamento, a se confirmar a captação junto ao Banco do Brasil de mais R$ 850 milhões.

Como pouco mais de 50% da arrecadação estadual é oriunda do ICMS (já foi mais), é pouco provável que Robinson conceda, pelo menos por enquanto, mais alguma desoneração que ele até acha correta, como a do querosene de aviação para estimular o turismo.

Portanto, o quadro é de completa insolvência a ser agravado  pelo quadro recessivo nacional, patrocinado pelo  efeito Perda Total, duas palavrinhas iniciadas com as letras P e T.

22 set by Marcelo Hollanda Tags:, , ,

Quer dizer que ele agora é o dono da bola?

BETINHOROSADO_PORTALDIFUSORAMOSSOROCOM
Betinho Rosado (Foto: Elisa Elsie)

É notícia pelas cercanias de Mossoró que o deputado e ex-secretário da Agricultura da Agricultura, Betinho Rosado (foto), seria o novo comandante do sistema político Rosalbista  para usar a expressão da fonte da notícia, o jornal Gazeta do Oeste.

O motivo apurado pelo diário mossoroense é que o casal Carlos Augusto/Rosalba estaria desestimulado com a política partidária, razão pela qual o bastão estaria sendo passado para o “dinâmico” Betinho.

Como este espaço trata de economia preferencialmente, vamos ao que interessa.

Secretário da Indústria e Comércio já no primeiro governo de Wilma, em 2002, enquanto o saudoso Iberê Ferreira de Souza ocupava a Agricultura, Betinho é um político do possível quando necessário.

Homem inteligente, mas dono de uma inércia que de vez em quando se transforma em movimento, ele tem uma paciência olímpica para se reinventar.

Como secretário da Agricultura, no entanto, Betinho deixa um legado inócuo, como também deixou como secretário da Indústria e Comércio. Ele mostra que o Rio Grande do Norte é um estado pouco exigente em cobrar serviço de quem coloca no poder.

Sob o governo Rosalba, por muito pouco o RN não perde o bonde da aftosa ao desestruturar o Idiarn – o Instituto de Defesa Agropecuária do estado.

Mesmo depois de reassumir a Câmara Federal, abrindo espaço para um arranjo produtivo que culminaria na posse do deputado Rogério Marinho na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Betinho nunca largou o osso.

Seu estilo aparentemente modorrento esconde um aguçado senso de espaço, que em geral não beneficia nada e ninguém, exceto a imensa necessidade de Betinho de marcar território. E, convenhamos, ele não está só.

Mas eis que o ex-secretário de pastas ligadas à economia potiguar viu a oportunidade de ouro de brotar das cinzas e promete decolar para um novo voo em direção a algum lugar ou lugar algum.

E assim caminha a Humanidade… Se é que neste caso ela caminha mesmo.

25 jun by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Henrique Eduardo Alves quer o voto de Rosalba Ciarlini

Henrique sonha em governar o RN, hoje comandado por Rosalba Ciarlini

O deputado federal Henrique Eduardo, pré-candidato a governador pelo PMDB, disse momentos após participar da Convenção Estadual do PV no final de semana na Assembleia Legislativa, que eleito governador do Estado fará um governo para todos os norte-rio-grandenses, e que na sua campanha não discriminará ninguém na hora do voto. Henrique Eduardo, inclusive, diz esperar o voto da cidadã Rosalba Ciarlini, já que segundo ele, “a vertente política é outra coisa porque deixamos o seu governo, mas espero contar com o voto da cidadã Rosalba Ciarlini”, esclarece o peemedebista.

Henrique Eduardo informou que sua equipe de trabalho está elaborando um programa de governo para ser apresentado à população do Rio Grande do Norte no momento da convenção, que ocorrerá no próximo dia 27, no Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte da cidade. “Vamos apresentar um elenco de propostas para resolução dos problemas do Estado, principalmente nos setores de saúde e segurança pública”, disse ele, para em seguida criticar adversários que segundo ele, tentam radicalizar a campanha. “Quem quiser xingar, radicalizar, ser intolerante, não estará no nosso palanque”, avisa o pré-candidato do PMDB ao governo do Estado.

RECONHECIMENTO

Num determinado momento do seu discurso na convenção do PV, Henrique Eduardo disse reconhecer que o nome mais forte para disputar o Governo do Estado era o da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, mas conversaram e a ex-governadora teve o gesto de retirar seu nome da disputa pelo governo para ser candidata à senadora. Disse também, que durante sua vida pública cometeu erros e equívocos, foi um radical, mas melhorou e agora está formando uma ampla aliança política para trabalhar pelo desenvolvimento do Rio Grande do Norte. “Os que falam da nossa aliança queriam estar nela. E que culpa eu tenho dessas pessoas e partidos virem ao nosso encontro”, questiona.

No final do seu pronunciamento, o deputado Henrique Eduardo Alves, sem citar nomes disse que “tem gente bancando o valentão, agredindo os outros, mas não vamos entrar nessa. Pelo contrário, vamos fazer uma campanha de propostas porque o povo quer ver seus problemas resolvidos”.

5 abr by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Bandidos já deram o “cartão de visita” ao secretário da Segurança Pública do RN

ELIESERMONTEIRO
Eliéser Monteiro no dia da posse, ao lado de Rosalba Ciarlini

A bandidagem já apresentou seu “cartão de visita” ao secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do RN, Eliéser Girão Monteiro Filho, que assumiu o cargo dia 11 do mês passado. Assaltos, explosões de bancos, sequestros-relâmpagos, furto de veículos, assassinatos de civis e militares. Os criminosos estão mandando e desmandando, diante da inércia de uma gestão desastrosa, que pouco mais faz além de pagar os salários dos servidores. E nos últimos dias, policiais militares estão sendo alvos fáceis dos marginais, alguns menores de idade, beneficiados por leis absurdas que os defendem, que os tornam intocáveis.

O secretário não vai conseguir fazer muita coisa além do que já está sendo feito. E os recursos federais que chegarem por aqui, ninguém se iluda, serão gastos apenas com o show da Copa do Mundo e propaganda. As polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) continuarão com o pires na mão, sendo desrespeitados pelo Governo, cobrados pela sociedade e desafiados pelos marginais. Na foto com a governadora Rosalba Ciarlini e nas entrevistas, sorrisos e otimismo. Na vida real, desgaste, desânimo e a dura realidade.

Mas quando se fala em Copa do Mundo, a sensação é que vivemos em outro mundo. É como se tudo estivesse funcionando bem e o evento esportivo fosse mais um detalhe, mas não é. O Rio Grande do Norte enfrenta um momento delicado. Os cidadãos estão temerosos. Não existe mais lugar seguro.

E em meio a tantos crimes, a tanta violência, a classe política, em sua maior parte formada por homens e mulheres que comandam o destino do RN há décadas, está mais preocupada nas alianças para as eleições de outubro próximo. Os discursos são os mesmos, os atores do ridículo teatro de hipocrisia são os mesmos, alguns somente mudaram de palanques e partidos, sem nenhum receio, sem nenhuma vergonha na cara.

Até agora, nenhum dos pré-candidatos ao Governo do Estado, pelo menos entre os mais “poderosos”, anunciou o que pretende fazer para tentar minimizar o caos. Eles e elas ficam no blablablá, nos abraços, nas frases de efeito, nos desmaios, nos aplausos, nos sorrisos falsos. Pura canalhice. Uma afronta ao bom senso. Um soco da cara dos trabalhadores, das donas de casa, dos pais de família, dos estudantes, dos desempregados, dos cidadãos que nada querem além do que têm direito, inclusive o direito de ir e vir.

Para os governantes do RN, viver é um detalhe. Cada um que se vire como puder.

E em Brasília, não existe nenhum interesse em mudar a legislação. Pelo jeito, os deputados federais e senadores estão plenamente de acordo com a defesa ampla aos marginais, aos assassinos, aos estupradores, aos canalhas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, pré-candidato ao Governo do RN, só pensa agora em pedir votos, em realizar o sonho de ser governador. Ele e outros sonham em governar, em mandar mais, em acumular poder, dinheiro, enquanto os cidadãos e cidadãs querem apenas viver, entretanto está cada vez mais difícil.

Sobre a governadora Rosalba Ciarlini e sua gestão, não há muito o que dizer. Aliás, não precisa dizer. Todos estão vendo. É chover no molhado. Mas essa esculhambação que aí está não é culpa só da Rosa e sua trupe. A fatura deve ser cobrada também a ex-governadores, como Garibaldi Filho, Wilma de Faria, Geraldo Melo, Fernando Freire, José Agripino, Iberê Ferreira de Souza. Principalmente na área da Segurança Pública, nenhum priorizou, apenas tentou remediar. Foram incompetentes, diferentemente dos bandidos, que são eficientes no que fazem  e estão dando provas disso todos os dias, desafiando a sociedade, porque sabem que não há reação à altura do Estado, que agora só pensa na Copa do Mundo e nas eleições de 2014.

5 abr by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Ney Lopes: “Divisão do DEM compromete imagem de José Agripino”

O ex-deputado federal Ney Lopes de Souza (FOTO) entende que “deve ser feito o maior esforço possível para que o DEM não vá a óbito no Rio Grande do Norte” e que na condição de filiado histórico e leal ao partido, trabalhará nesse sentido. Segundo Ney Lopes, que foi presidente do Parlamento Latino Americano quando era deputado federal e vice-prefeito de Natal, o DEM é um partido com tradição e serviços prestados ao Estado, tendo à frente o senador José Agripino, que segundo ele, é um político reconhecido nacionalmente, inclusive, cotado para ser candidato a vice-presidente da República na chapa com o senador mineiro, Aécio Neves.

Entende ainda Ney Lopes que aprofundar uma divisão interna entre os democratas, favoreceria os adversários e significaria inviabilizar a legenda partidária no Rio Grande do Norte, além de retirar mais ainda as opções para o eleitor escolher o seu futuro governador nas próximas eleições. Ney não fez referência explícita, mas se refere a problemas de relacionamento entre José Agripino e Rosalba Ciarlini, com ameaças de negação da legenda para a governadora disputar a reeleição.

Instado a falar sobre o assunto, Ney Lopes de Souza esclarece que em primeiro lugar é preciso ter a certeza se Rosalba Ciarlini quer ou não se candidatar à reeleição. “Ela nada disse até agora e José Agripino tem afirmando que a decisão é do partido. Portanto, não estou analisando esse aspecto. O que defendo é um entendimento prévio entre os dirigentes do DEM para buscar uma alternativa consensual referendada pela maioria, onde o risco eleitoral não seja a justificativa para transformar a decisão do partido numa verdadeira escolha Sofia”, disse ele, lembrando que o objetivo de unidade só será conseguido com muita humildade, diálogo intenso, despojamento e exercício pleno da arte política. “Se puxar a corda ela fatalmente romperá e será ruim para os interesses de todos. Ninguém duvide. Inclusive para a imagem nacional de José Agripino”, observa.

Ney Lopes de Souza diz entender como “normais” os entendimentos mantidos pelo senador José Agripino na condição de líder do DEM, sobretudo com o PMDB que foi aliado até pouco tempo, “entretanto, teria que fazê-lo sem perder o seu perfil político e nunca se transformar em liderado. Isso não seria aliança, e sim capitulação”. Concluindo, ele opina sobre a proporcional: “a maioria do partido pode até decidir pela disputa isolada na chapa proporcional, deixando aberta a indicação de governador e senador, entretanto, o potencial histórico e político dos democratas no Estado justifica que será também possível entrar na luta, buscar o voto popular e obter bons resultados eleitorais. Ganhar ou perder faz parte do jogo”.

Fale no ZAP