Tag: salários

19 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Presidente da Adepol critica atraso de salários em protesto na frente da ALRN

A presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva Gomes, falou em nome da categoria, na terça-feira (18), durante protesto em frente à Assembleia Legislativa do RN, quando servidores cobraram do governador Robinson Faria o pagamento em dia dos seus salários.

Depois da movimentação na área externa da Casa Legislativa, policiais civis, policiais militares, bombeiros militares e servidores do Instituto Técnico-Cientíico de Polícia (Itep) ocuparam as galerias pedindo aos parlamentares que intercedessem junto ao Governo do Estado para atender o pleito. “Respeito aos servidores, é isso que defendemos. Todos têm o direito de receber os salários em dia, independentemente de quanto recebem”, disse a presidente da Adepol RN.

 

19 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Servidores públicos do RN param dia 21 contra atraso nos salários

paralisacao_sinsp1

Os trabalhadores do serviço público da administração direta do RN decidiram, por unanimidade, aderir à paralisação do próximo dia 21, sexta-feira  O movimento foi convocado pelo Fórum Estadual de Servidores Estaduais, diante do atraso frequente no pagamento dos salários dos servidores.

A concentração será na Praça Cívica, a partir das 9 horas,  onde acontecerá uma grande assembleia e uma caminhada pelas ruas do Centro.

Fonte: SINSP/RN

15 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Sem salários, Delegados de Polícia Civil paralisam atividades no dia 18

adepolrn_logoA Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol), diante da incerteza da categoria de quando receberá os salários, vai paralisar as atividades a partir do próximo dia 18.

Mais um “probleminha” para ser resolvido pelo governo de Robinson Faria.

Detalhes no www.adepolrn.com.br

1 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , , , , ,

Tatiana “passa a manteiga”, enquanto Robinson “vai pra galera”

robinson_interior_thaisagalvao

João Ricardo Correia

O caos na saúde, na educação e na segurança já são marcas da gestão Robinson Faria, que foi eleito, como dizem no interior, prometendo “mundos e fundos”. Até dar expediente no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, ele prometeu, quando visitou a unidade logo após a eleição. Até agora, o “ponto” do governador está sendo “cortado”, pois nunca mais apareceu por lá.

E como tudo que está ruim ainda pode piorar, eis que, pegando carona na tal crise do Brasil, Robinson Faria começou a atrasar os salários dos servidores. Ai, já viu! Tem gente, cheia de dívidas, pagando juros de todo tipo, que só não chama o governador do Rio Grande do Norte de “carne assada”.

Apesar de o Governo já ter divulgado redução de gastos, continua faltando dinheiro para alguns setores. Insatisfeitos, servidores enviam mensagens ao Portal Companhia da Notícia questionando qual foi o resultado do estudo feito por uma empresa de consultoria contratada pelo Governo do RN. Serviu para alguma coisa? Será, hein?!

Nas últimas semanas, representantes de várias classes de servidores pressionam o Governo e provocam reuniões que são comandadas pela secretária-chefe da Casa Civil, Tatiana Mendes Cunha. O lema dos encontros é o seguinte: Tatiana “passa a manteiga”, enquanto “Robinson vai pra galera”. Traduzindo: as reuniões com a “primeira-ministra potiguar”, como chamam alguns servidores, servem para ela e outros assessores de Robinson falar sobre as dificuldades, falta de dinheiro, possibilidade de parcelar pagamentos daqui em diante, demissões, estabelecer um teto salarial, enfim, “passar a manteiga”, como se diz no popular. No final, se marca outra reunião! Enquanto isso, o chefe do executivo estadual tem aparecido quase diariamente na redes sociais com as mãos pra cima. Calma, o governador não foi assaltado. É que ele está em palanques, eventos, indo “pra galera”, pedindo votos para seus correligionários.

A expectativa é que Robinson comece a comandar as reuniões com os servidores para dizer, olhando nos olhos, o que pretende fazer. Ou não.

Foto: Blog da Thaisa Galvão

4 ago by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Servidores paralisam atividades em protesto contra parcelamento de salários

DINHEIROSEM

Servidores da área de segurança pública do Rio Grande do Sul paralisaram as atividades hoje (4) em protesto contra o parcelamento de salários do Executivo estadual. A interrupção dos trabalhos estava marcada para ocorrer apenas nesta quinta-feira, mas os servidores pretendem seguir em operação padrão até que o pagamento referente ao mês de julho seja totalizado pelo governo. É a sexta vez seguida que o governo do estado parcela os salários dos servidores.

No começo da semana, os sindicatos dos trabalhadores do setor sugeriram aos cidadãos que evitassem sair de casa no dia da paralisação, para evitar problemas com a falta de policiamento. Com isso, parte das escolas estaduais não abriu as portas. As escolas municipais e as particulares, no entanto, funcionaram normalmente.

15 jul by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Vigilantes ocupam prédio da Sesap RN cobrando pagamento de salários e férias

FRANCISCO_BENEDITO_SINDSEGUR

Vigilantes da Garra ocuparam o pátio da Sesap (Secretaria Estadual da Saúde Pública do RN), na manhã desta quinta-feira, 14. O movimento organizado pelo SINDSEGUR (Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes) reivindica o pagamento de salários e férias em atraso. A paralisação é por tempo indeterminado, até que a empresa faça o pagamentos devido aos trabalhadores.

A ocupação continua nesta sexta-feira, dia 15, a partir das 8 horas.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDSEGUR

24 fev by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Câmara aprova decreto que reduz “salários” de Dilma, Temer e ministros

DILMA1
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou hoje (24) o Projeto de Decreto Legislativo 295/15, que reduz os subsídios da presidenta Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e dos ministros de Estado. A medida, proposta pelo governo, reduz em 10% os subsídios que passam de R$ 30.934,70 para R$ 27.841,23. A matéria será enviada ao Senado.

Ao propor a redução, Dilma argumentou que, diante da crise econômica internacional e de seus reflexos no cenário nacional, é necessário a redução de gastos públicos. Cálculos do próprio governo indicam economia de R$ 1,69 milhão com a redução ao ano.

A medida faz parte do processo de reforma administrativa feita pelo governo no ano passado e, de acordo com a mensagem, “insere-se no processo de racionalização e redução de despesas no âmbito do governo federal, em decorrência das dificuldades impostas pelo momento turbulento por que passa a economia mundial”.

 

Fonte: Agência Brasil

2 out by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Dilma anuncia corte de 3 mil cargos comissionados e reduz salários de ministros

DILMA1

A presidenta Dilma Rousseff acabou de anunciar um conjunto de medidas administrativas para reduzir os gastos do governo.

“Com essas iniciativas que terão que ser reforçadas permanentemente queremos contribuir para que o Brasil saia mais rapidamente da crise, crescendo, gerando emprego e renda. Essa reforma vai nos ajudar a efetivar as medidas já tomadas para o reequilíbrio fiscal e aquelas que estão em andamento. Vai propiciar, portanto, o reequilíbrio fiscal, o controle da inflação e consolidar a estabilidade macroeconômica aumentando a confiança na economia”, disse.

Ela anunciou a redução de 30 secretarias nacionais em todos os ministérios, a criação de um limite de gastos com telefonia e passagens aéreas, o corte de 10% na remuneração dos ministros e a revisão de todos os contratos de aluguel e de prestação de serviço.

A presidenta anunciou ainda a definição de metas de eficiência no uso de água e energia e o corte de 3 mil cargos em comissão. Outro anúncio foi a redução em até 20% dos gastos de custeio e de contratação de serviços terceirizados tornando obrigatória a criação de uma central de automóveis com intuito de reduzir e otimizar a frota que atende aos ministérios.

 

Fonte: Agência Brasil

19 set by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Nível superior: prefeitura de SP abre inscrições para concursos com 595 vagas

REAL1
A Prefeitura de São Paulo abriu as inscrições nesta sexta-feira (18) para 5 concursos públicos para um total de 595 vagas em cargos de nível superior. Os salários variam de R$ 5.392,96 a R$ 13.900. Do total das oportunidades, 5% são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para negros. A Vunesp é a organizadora responsável pelas seleções.

Clique aqui e veja os editais.

No edital nº01 são 27 vagas para analista de ordenamento territorial – geologia. Os candidatos devem ter diploma de curso Superior em geologia, com registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). O salário é de R$ 5.392,96, com atualização para R$ 6.106,33 prevista para maio de 2016.

No edital nº 02 são 90 vagas para analista de planejamento e desenvolvimento organizacional – tecnologia da informação e comunicação. Os candidatos podem ter nível superior em qualquer área de formação. O salário é de R$ 5.392,96, com atualização para R$ 6.106,33 prevista para maio de 2016.

No edital nº 03 são 178 vagas para analista de informações, cultura e desporto – biblioteconomia (95), analista de planejamento e desenvolvimento organizacional – ciências contábeis (73) e analista de planejamento e desenvolvimento organizacional – ciências econômicas (10). Os candidatos devem ter nível superior na área de formação e registo no respectivo conselho regional. O salário é de R$ 5.392,96, com atualização para R$ 6.106,33 prevista para maio de 2016.

No edital nº 04 são 100 vagas para auditor municipal de controle interno, sendo 20 para a área de correição, 72 para área geral e 8 para área de infraestrutura. Os candidatos devem ter nível superior em qualquer área de formação. O salário é de R$ 13.900.

No edital nº 05 são 200 vagas para analista de políticas públicas e gestão governamental. Os candidatos devem ter nível superior em qualquer área de formação. O salário é de R$ 9.000.

As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de outubro pelo site www.vunesp.com.br. A taxa varia de R$ 54,95 a R$ 94,95.

A seleção será feita por meio de provas objetiva, dissertativa e de títulos. As provas objetiva e dissertativa serão aplicadas na data provável de 15 de novembro, na cidade de São Paulo.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Inscrições: até 14 de outubro
Vagas: 595
Salário: de R$ 5.392,96 a R$ 13.900
Taxa: de R$ 54,95 a R$ 94,95
Provas: 15 de novembro

 

Fonte: www.centraldeconcursos.com.br

27 abr by João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Justiça determina que município de Luís Gomes pague salários de servidores

VIVALDOPINHEIRO_JURINEWSCOMBR
Desembargador Vivaldo Pinheiro (Foto: www.jurinews.com.br)

Decisão monocrática do desembargador Vivaldo Pinheiro manteve a condenação sobre o Município de Luís Gomes para que efetive o pagamento dos salários dos seus servidores efetivos e comissionados referentes ao mês de março de 2015, sob pena de sofrer bloqueio de suas verbas públicas, além de ser imputada multa pessoal sobre o prefeito municipal e sem prejuízo de outras medidas cabíveis, tudo isso na hipótese de descumprimento.

A sentença, dada pela Vara Única da Comarca de Luís Gomes, fixou prazo para o município promover a quitação dos salários, a partir do julgamento da Ação Civil Pública nº 000830-45.2012.8.20.0120, movida pelo Ministério Público Estadual. O Juízo do primeiro grau determinou o pagamento dos salários do mês de março de de 2015 até o dia 22 de abril de 2015, para os servidores efetivos, e até 30 de abril de 2015 para os servidores comissionados e contratados.

Ao contrário do que argumentou o Município, em alegações sobre os danos a serem causados por um eventual bloqueio nas verbas públicas, o desembargador Vivaldo Pinheiro esclareceu que tal risco só ocorrerá se não houver cumprimento da ordem de pagar os salários em atraso dos servidores efetivos, comissionados e contratados. “Contrariamente ao que alega o agravante, vejo que há na espécie verdadeiro risco de dano irreparável inverso, caso seja atribuído efeito suspensivo a esse recurso”, enfatiza o magistrado.

Segundo a decisão no TJ, a sentença inicial até prorrogou o prazo para pagamento dos salários em atraso, numa medida conciliatória possível, o que descarta, agora, a suspensão da eficácia da decisão que conferiu esse novo prazo. “Os servidores trabalharam e nada mais justo e proporcional que exigir da Administração Municipal o respectivo pagamento dos salários. Certamente, se há o alegado caos administrativo no município, não é por culpa dos servidores”, ressalta o desembargador.

 

 

Fonte: Portal do TJTN

16 jan by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Prefeito de Natal garante reajuste salarial dos professores

CEA16_CS
Prefeito Carlos Eduardo: valorizando educadores (Foto: Canindé Soares)

O prefeito Carlos Eduardo autorizou o reajuste salarial de 13,01% para os professores da rede municipal de ensino no mês de janeiro. O percentual irá incidir sobre os vencimentos de dezembro e acompanha o mesmo percentual de reajuste do Piso Salarial da categoria e é extensivo também aos educadores infantis. O reajuste concedido agora faz com que os professores tenham um reajuste acumulado de 49,68% nos últimos dois anos. “Assumimos e estamos cumprindo o compromisso de investir 30% do orçamento do município em Educação e um dos pilares para melhorar a qualidade do ensino é reconhecer e valorizar o magistério ao mesmo tempo em que investimentos na melhoria da estrutura física das escolas e reabrimos o Centro de Referência Aluizio Alves para trabalhar a capacitação continuada dos professores”, diz o prefeito.

Os professores com nível superior N1 (licenciatura plena), que representam 28,2% do quadro, ficam com salários variando entre R$ 1.815,72 e R$ 3.260,77 por uma jornada de 20 horas de trabalho. Já os professores com especialização, que correspondem a 69,1% do quadro do magistério, ficam com salários variando entre R$ 2.178,86 no início de carreira, a R$ 3.912,93 também por uma jornada de 20 horas de trabalho. Em 2012, último ano da gestão anterior, o professor com especialização ganhava entre R$ 1.452,84 e R$ 2.609,10.

Com esse reajuste os valores pagos pelo município superam o que recebe o magistério estadual por uma jornada de trabalho de 30 horas semanais.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

15 jul by João Ricardo Correia Tags:, , ,

Concurso público: CBTU anuncia 525 vagas e alguns salários passam dos R$ 5 mil

CBTU1

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos, vinculada ao Ministério das Cidades, abrirá concurso nas seis capitais onde atua e prevê o preenchimento de 525 vagas com regime de contratação celetista.

São oportunidades de nível médio, técnico e superior imediatas e para a formação de cadastro reserva. Os salários podem chegar a R$5.087,42, acrescidos de vários benefícios e vantagens, como: vale alimentação, vale-transporte, adicional por tempo de serviço (quinquênio), reembolso de assistência médica e odontológica, auxílio creche, previdência complementar.

O presidente da Companhia, Francisco Colombo, explicou que a intenção do concurso é suprir as demandas que estão por vir, devido a reposição do número de empregados que já se aposentaram e se aposentarão, decurso de tempo desde o último concurso, implantação de novas tecnologias, aumento do quantitativo de veículos metroferroviários, criação de novas estações, entre outros, necessitando da contratação de mais empregados para trabalharem nos setores da CBTU. “É uma prioridade e vamos fazer acontecer este concurso”.

A distribuição das vagas será entre as regionais de Belo Horizonte (52), João Pessoa (61), Maceió (32), Natal (56), Recife (203) e Rio de Janeiro (121). Entre os cargos, estão as funções de segurança ferroviário, operador de estação, condutor de veículos metroferroviários, operador de máquinas e equipamentos, administrador, advogado, psicólogo, segurança do trabalho, engenheiro de transportes, engenheiro mecânico, entre outros.

No último dia 27 de junho, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o extrato relativo à licitação para a definição da empresa realizadora do concurso, com data prevista de escolha para o dia 14 de agosto.

A CBTU, por ser uma empresa de economia mista, não rege seus empregados pelo regime estatutário, e sim pelo regime celetista.

(Fonte: Gerência Técnica de Marketing e Comunicação Institucional / Brasileira de Trens Urbanos – CBTU/Administração Central – Rio de Janeiro)

Fale no ZAP