Tag: segurança

5 abr by João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Bandidos já deram o “cartão de visita” ao secretário da Segurança Pública do RN

ELIESERMONTEIRO
Eliéser Monteiro no dia da posse, ao lado de Rosalba Ciarlini

A bandidagem já apresentou seu “cartão de visita” ao secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do RN, Eliéser Girão Monteiro Filho, que assumiu o cargo dia 11 do mês passado. Assaltos, explosões de bancos, sequestros-relâmpagos, furto de veículos, assassinatos de civis e militares. Os criminosos estão mandando e desmandando, diante da inércia de uma gestão desastrosa, que pouco mais faz além de pagar os salários dos servidores. E nos últimos dias, policiais militares estão sendo alvos fáceis dos marginais, alguns menores de idade, beneficiados por leis absurdas que os defendem, que os tornam intocáveis.

O secretário não vai conseguir fazer muita coisa além do que já está sendo feito. E os recursos federais que chegarem por aqui, ninguém se iluda, serão gastos apenas com o show da Copa do Mundo e propaganda. As polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) continuarão com o pires na mão, sendo desrespeitados pelo Governo, cobrados pela sociedade e desafiados pelos marginais. Na foto com a governadora Rosalba Ciarlini e nas entrevistas, sorrisos e otimismo. Na vida real, desgaste, desânimo e a dura realidade.

Mas quando se fala em Copa do Mundo, a sensação é que vivemos em outro mundo. É como se tudo estivesse funcionando bem e o evento esportivo fosse mais um detalhe, mas não é. O Rio Grande do Norte enfrenta um momento delicado. Os cidadãos estão temerosos. Não existe mais lugar seguro.

E em meio a tantos crimes, a tanta violência, a classe política, em sua maior parte formada por homens e mulheres que comandam o destino do RN há décadas, está mais preocupada nas alianças para as eleições de outubro próximo. Os discursos são os mesmos, os atores do ridículo teatro de hipocrisia são os mesmos, alguns somente mudaram de palanques e partidos, sem nenhum receio, sem nenhuma vergonha na cara.

Até agora, nenhum dos pré-candidatos ao Governo do Estado, pelo menos entre os mais “poderosos”, anunciou o que pretende fazer para tentar minimizar o caos. Eles e elas ficam no blablablá, nos abraços, nas frases de efeito, nos desmaios, nos aplausos, nos sorrisos falsos. Pura canalhice. Uma afronta ao bom senso. Um soco da cara dos trabalhadores, das donas de casa, dos pais de família, dos estudantes, dos desempregados, dos cidadãos que nada querem além do que têm direito, inclusive o direito de ir e vir.

Para os governantes do RN, viver é um detalhe. Cada um que se vire como puder.

E em Brasília, não existe nenhum interesse em mudar a legislação. Pelo jeito, os deputados federais e senadores estão plenamente de acordo com a defesa ampla aos marginais, aos assassinos, aos estupradores, aos canalhas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, pré-candidato ao Governo do RN, só pensa agora em pedir votos, em realizar o sonho de ser governador. Ele e outros sonham em governar, em mandar mais, em acumular poder, dinheiro, enquanto os cidadãos e cidadãs querem apenas viver, entretanto está cada vez mais difícil.

Sobre a governadora Rosalba Ciarlini e sua gestão, não há muito o que dizer. Aliás, não precisa dizer. Todos estão vendo. É chover no molhado. Mas essa esculhambação que aí está não é culpa só da Rosa e sua trupe. A fatura deve ser cobrada também a ex-governadores, como Garibaldi Filho, Wilma de Faria, Geraldo Melo, Fernando Freire, José Agripino, Iberê Ferreira de Souza. Principalmente na área da Segurança Pública, nenhum priorizou, apenas tentou remediar. Foram incompetentes, diferentemente dos bandidos, que são eficientes no que fazem  e estão dando provas disso todos os dias, desafiando a sociedade, porque sabem que não há reação à altura do Estado, que agora só pensa na Copa do Mundo e nas eleições de 2014.

26 ago by Henrique Goes Tags:, , ,

Matriz de responsabilidade assinada entre MJ e Governo do RN garante aquisição de 67 câmeras para corredores comerciais

Menos de dois meses depois de solicitado, o pleito da Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte foi atendido. Foi assinada na noite desta sexta-feira (23) na Escola de Governo, a matriz de responsabilidades celebrada entre o Ministério da Justiça e o Governo do Estado, que assegura recursos da ordem de R$ 6 milhões para a aquisição de 67 novas câmeras de segurança a serem implantadas nos principais corredores comerciais de Natal, situados nos bairros de Petrópolis, Cidade Alta, Alecrim, Igapó e Ponta Negra.
imagens-câmera-de-segurança-na-nuvem
Os recursos são advindos do Programa Brasil Mais Seguro, que integra o Plano Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, com o objetivo de promover ações voltadas para o enfrentamento da criminalidade, melhoria do sistema prisional, entre outras ações. Até o ano de 2014 serão investidos mais de R$ 40 milhões do Programa no Rio Grande do Norte. As câmeras serão interligadas com um comando central, que será instalado nas proximidades da Arena das Dunas, em virtude da realização da Copa do Mundo de 2014.
A solicitação para a aquisição das câmeras pela Fecomércio teve o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e do presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves. O deputado lembrou que o Rio Grande do Norte que era um estado pacífico, e de uma hora para outra virou um estado inseguro, onde as pessoas vivem com medo de sair de casa, onde o comércio não pode mais funcionar tranquilamente.
“Nós precisamos fazer com que o RN seja novamente um estado de paz. E assim que recebi o pedido da Fecomércio, me reuni com o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, expus a questão da segurança, e pedi que incluísse o estado na pauta do Brasil Mais Seguro, o que foi prontamente atendido”, afirmou Alves. “Há algum tempo a Fecomércio vem acompanhando com preocupação a questão da segurança em nossa cidade. E a garantia destes recursos beneficia não somente o comércio, como também toda a população. E hoje vemos o nosso sonho ser transformado em realidade”, comemorou o presidente da Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz.
“Não podemos mais aceitar os altos índices de criminalidade hoje registrados. Poucas vezes na história temos a oportunidade de iniciar um projeto assim. A partir de agora vamos todos juntos acompanhar a implantação do projeto, e trabalhar para que os índices caiam”, disse o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ele destacou ainda a persistência de Alves em garantir a aprovação dos recursos para a aquisição das câmeras de segurança, e elogiou a articulação da bancada federal do Rio Grande do Norte em benefício do estado. “Hoje estamos lançando uma bandeira, para que cada cidadão se sinta mais seguro, para que jovens não sejam mais mortos”, concluiu o ministro. A governadora Rosalba Ciarlini afirmou que ao todo serão 350 câmeras de monitoramento, e que a central de controle está quase pronta. “Não há desenvolvimento sem segurança. E essa é uma grande conquista que o Rio Grande do Norte obteve no combate à violência”
“A Fecomércio só tem a agradecer. Afinal, segurança, mais do que um dever de estado e um direito do cidadão, é peça-chave para que nossas empresas e empresários, os motores da economia do Rio Grande do Norte, possam trabalhar a pleno vapor, em paz e focados em fazer aquilo que é nosso ofício: gerar emprego e renda para o nosso povo”, finalizou o presidente Marcelo Queiroz.
Memória
O pleito para implantação do vídeo-monitoramento de segurança nos corredores comerciais de Natal foi gestado em duas reuniões de diretoria da Fecomércio, sendo a primeira no mês de junho deste ano, com o secretário de Estado da Segurança Pública, Aldair da Rocha. “O projeto estava quase pronto, mas não havia recursos. Encampamos a ideia, a Secretaria finalizou o projeto, levamos ele ao presidente da Câmara Federal, Henrique Alves, em nova reunião, no dia 2 de julho. Ele apostou no projeto e o levou ao Ministério da Justiça. E agora estamos aqui, comemorando esta conquista nossa, do setor produtivo e de toda a população natalense. Afinal, com estas câmeras, toda a segurança da cidade será reforçada, com benefícios óbvios para todos”, explica o presidente Marcelo Queiroz.
Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio
2 abr by Henrique Goes Tags:, , ,

MINISTÉRIO DA SAÚDE CRIA PROGRAMA PARA COMBATER ERROS NO TRATAMENTO DE PACIENTES EM HOSPITAIS

Em ação conjunta, Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançaram o Programa Nacional de Segurança do Paciente. O objetivo da iniciativa é diminuir “eventos adversos” em pacientes internados, à exemplo de quedas, uso incorreto de medicamentos e erros em procedimentos cirúrgicos. A pasta divulgou estudo apontando que 7,6% dos paciente internados passam por esses incidentes e 66% deles são evitáveis.

Imagem de internet

O programa determina a obrigatoriedade da implantação de Núcleos de Segurança do Paciente em todos os hospitais, públicos ou particulares, para aplicar e fiscalizar regras sanitárias e protocolos de atendimento que previnam falhas. Segundo o Ministério da Saúde, os núcleos devem entrar em funcionamento em 120 dias.

O programa prevê ainda o estabelecimento de seis protocolos nacionais de prevenção de falhas no atendimento, que ainda vão passar por consulta pública. Eles vão trazer regras sobre higienização das mãos em hospitais,  cirurgia segura,  prevenção de úlcera por pressão,  identificação de pacientes, prevenção de quedas e prescrição, uso e administração de medicamentos.

“É importante que os conceitos sejam consensos nacionais, até para que a cobrança sobre a responsabilidade  dos profissionais sejam baseadas nesses consensos. [Os protocolos] vão desde coisas bastante simples como a forma e quantas vezes lavar a mão, a forma de identificar um medicamento”, explicou o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Os hospitais serão obrigados a notificar mensalmente a Anvisa sobre a ocorrência desses eventos adversos. Caso os hospitais não sigam as normas do programa, podem ser punidos até mesmo com a suspensão do alvará de funcionamento.

Para Dirceu Barbano, diretor-presidente da Anvisa, o programa vem reposicionar e reafirmar o que deve ser prática no cotidiano dos hospitais. “ Achar que todo mundo faz é o primeiro passo para errar. Muitas vezes os protocolos falam o óbvio, mas ele vem chamar a atenção para essas coisas do dia a dia que permitem uma troca de medicamento, que permitem que um paciente seja tratado no lugar do outro, que um membro seja operado no lugar do outro” disse Barbano.

 

Com informações da Agência Brasil

27 mar by Henrique Goes Tags:, ,

ESPECIALISTA EM SEGURANÇA DEFENDE LEGISLAÇÃO COM MAIS AÇÕES PREVENTIVAS A ACIDENTES EM LOCAIS PÚBLICOS

A tragédia na Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que causou a morte de mais de 240 jovens, motivou uma audiência pública na Câmara dos Deputados para discutir mudanças na legislação que trata da segurança em locais públicos. Um dos convidados, o arquiteto e especialista em segurança, Paulo Dalle, defendeu as ações preventivas para evitar que tragédias como a de Santa Maria não se repitam.

27jan2013---incendio-de-grande-proporcao-atinge-a-boate-kiss-no-centro-de-santa-maria-rs-1359280038175_615x300
Reprodução G1/RS

“Devemos concentrar nossa atenção nos esforços de prevenção. Gestão de multidões não é a mesma coisa que controle de multidão. No Brasil, não há cursos direcionados para a especialização em gerenciamento de multidões. Esses cursos poderiam formar profissionais voltados para prevenção e gestão de riscos de segurança, especificamente focados em entretenimento”, disse.

Para Dalle, é importante que a sociedade não se previna apenas sobre o que ocorreu na cidade gaúcha. “Acho que o mais importante neste momento é que não fiquemos com uma análise restrita ao incêndio. O incêndio é apenas um dos riscos. Provavelmente levará um bom tempo até que outra tragédia desse nível aconteça. Mas a gente tem que estar atento às pequenas tragédias que acontecem diariamente. Para aquele que perdeu o ente querido, a vida de uma pessoa é tão importante quanto a de duzentas”, ressaltou.

A audiência foi promovida pela Comissão Externa da Câmara e busca tornar a legislação mais segura para o setor. Os parlamentares também receberam representantes de casas noturnas e do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio). A ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi convidada, mas não compareceu.

Os empresários cobraram maior clareza nas regras para funcionamento dos estabelecimentos e reclamaram da demora na emissão de alvarás. O coordenador da comissão, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), considerou válida a contribuição dos empresários para mudar a legislação. “Acho que é muito importante que a gente conheça o lado do empreendedor. Ele nos traz uma leitura da dificuldade que têm na sua relação com o Poder Público. Não é possível que um empresário faça todo um investimento, entre com um processo na prefeitura e tenha que esperar seis meses, um ano para que seja feita uma vistoria. Então, isso favorece à impunidade”, disse.

Segundo Pimenta, os depoimentos vão contribuir para mudar a atual legislação. “Vamos começar a discutir a minuta, uma espécie de anteprojeto de uma proposta legislativa. Queremos fazer o processo mais democrático possível, inclusive permitindo que as pessoas possam opinar em cima daquilo que a gente vai colocar como sugestão. E até o mês de maio estaremos com essa proposta concluída, e entregaremos para o presidente da Câmara, para que ele possa, junto com os líderes, encaminhar ao plenário”.

Ao final da audiência, o deputado Nelson Marchezan Júnior (PSDB-RS) criticou o trabalho da comissão no acompanhamento das investigações sobre o incêndio na Boate Kiss. “Não fizemos nada, efetivamente, que ajudasse. Agora que chegou uma parte da documentação. A comissão, nessa finalidade, está patinando”, disse. De acordo com Marchezan Júnior, os parlamentares devem ouvir o quanto antes aqueles que, segundo ele, mais conhecem o inquérito. “Defendo que comecemos a escutar imediatamente as pessoas que têm mais conhecimento do fato”, completou.

Fonte: Agência Brasil

15 mar by Henrique Goes Tags:, ,

UFRN: DIVISÃO DE SEGURANÇA PROMOVE CAMPANHA EDUCATIVA

A Divisão de Segurança Patrimonial (DSP), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está lançando a campanha “Segurança, compromisso de todos!”, que será composta pela distribuição de material informativo à comunidade universitária, veiculação de chamadas na TV Universitária e Rádio FM Universitária, além de investimentos em tecnologia de segurança e capacitação.

Foto:Tribuna do Norte/Alex Régis

Com a chegada dos novos alunos na Universidade, a DSP irá distribuir panfletos com dicas de segurança em diversas situações, como nas lanchonetes e restaurantes, para os carros particulares estacionados no Campus, além de cuidados com o patrimônio público. Serão entregues ainda marcadores de página e adesivos com os contatos da Segurança.

A DSP trabalha em três vertentes: com o sistema eletrônico fazendo o monitoramento por meio de câmeras; o humano, com os vigilantes e seguranças; e o mecânico, com os portões e as cancelas. “As cancelas vão ser substituídas por portões porque elas quebram muito e não são tão eficazes”, disse Olavo Bilac dos Santos, coordenador técnico da Central de Vigilância Eletrônica (CVE).

Para melhorar a visualização por meio das câmeras, está sendo feito um trabalho de poda das árvores e melhora da iluminação. “Como o sistema de segurança eletrônica foi instalado em 2007, a estrutura física da UFRN mudou e precisamos readequá-lo, mudando a localização de algumas câmeras fixas”, explica Olavo.

Já para agilizar e modernizar o serviço, a Central de Vigilância Eletrônica do Campus Central está sendo reformada. “Com a conclusão dessa reforma, teremos mais monitores e operadores trabalhando. Isso vai dar uma nova dinâmica às ações de segurança na UFRN”, aponta Rubens Matias de Sousa, coordenador administrativo da CVE.

Além do investimento estrutural, a DSP também planeja promover seminários, palestras e audiências públicas junto à sociedade, além de capacitar os funcionários e a comprar novas viaturas, para aumentar a frequência das rondas.

Dicas de segurança
Evite estacionar em locais escuros; se for surpreendido por assaltante, não reaja; evite ficar sozinho em paradas de ônibus; não deixe objetos ou documentos visíveis dentro do carro; caso seu veículo seja furtado ou tenha sofrido arrombamento, entre em contato com a segurança imediatamente; não deixe bolsas ou objetos nas mesas das lanchonetes e restaurantes. Para fazer qualquer denúncia, o telefone de contato é 08000 84 20 50.

 

Fonte: Agecom

 

8 fev by Henrique Goes Tags:, , ,

CORPO DE BOMBEIROS DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA O CARNAVAL

Carnaval é época de festa, mas também de alguns perigos ocultos. Então, para não se colocar em situação de risco e garantir a tranquilidade neste feriadão, o Corpo de Bombeiros Militar do RN dá dicas de como aproveitar a Folia de Momo em segurança. Atenção:

carnaval seguro
Imagem de internet

 

Para evitar que haja problemas em casa após sua saída:

1. Verifique se o botijão de gás está fechado
2. Verifique se os aparelhos elétricos estão desligados, inclusive com o cabo de força retirado da tomada, se existir algum que deva permanecer ligado, certifique-se que o mesmo ficará em uma tomada exclusiva, evitando a sobrecarga
3. Evite deixar crianças menores e/ou pessoas com idade avançada, sozinhas em casa
4. Se na sua casa estiver sem energia elétrica, e você estiver usando vela ou similar, certifique-se que essas fontes de calor ficarão apagadas
5. Verifique se todas as portas e janelas estão trancadas.

Para o folião que, eventualmente, se envolver de acidentes de Trânsito:

1. Ao deparar com acidente mantenha a calma
2. Sinalize o local (a uma distância de pelo menos 200 m), isso evita outros acidentes
3. Mantenha a vítima calma e informe-a que o socorro esta a caminho
4. Havendo outros voluntários trabalhe em equipe
5. Não execute primeiros socorros se você não for treinado, isso pode agravar a situação da vítima.

Para garantir sua segurança nos locais de evento:

1. Ao observar tumulto de pessoas não se aproxime
2. Se estiver no meio de um tumulto afaste-se com cautela, sem correria
3. Evite a hostilidade com as pessoas
4. Ao perceber a formação de vândalos, comunique o mais rápido possível a um agente público de segurança
5. Se você vai levar criança para eventos, coloque nela uma identificação com o nome, o endereço e o nº do telefone
6. Ao encontrar uma criança perdida leve-a até um agente público de segurança (Policial Militar, Bombeiro Militar)
7. Se perder uma criança, procure-a na delegacia mais próxima
8.Não compre latas de cerveja ou refrigerantes que estejam danificadas, perfuradas, ou com o lacre violado, você não sabe o que podem ter colocado lá dentro.
9. É importante manter a criança hidratada.

Dicas gerais
1. Evite usar fogos de artifícios
2. Ao encontrar alguém caído no chão, informe a um Agente Público de Segurança
3. Evite usar fantasias que possua partes pontiagudas, o recomendado é utilizar roupas leves e arejadas, inclusive os calçados.
4. Evite aproximar demais do palco e de multidões
5. Evite acessar lugares altos (caminhões, árvores, telhados, muros etc.)
6. Evite tocar e ou puxar fios elétricos que estejam estendidos no chão
7. Se ingerir bebida alcoólica não dirija, se dirigir não beba
8. Nunca entre na água após as refeições
9. Quando estiver na praia ou pescando num rio, coma somente alimentos leves e beba moderadamente. Dessa maneira, não terá congestão nem perderá o equilíbrio.
10. Não deixe crianças pequenas e que não sabem nadar brincarem sozinhas na praia, na beira de rios, lagos ou piscinas.
11. Não deixar crianças aos cuidados de estranhos.

Em caso de necessidade de acionar as instituições de segurança e socorro, atenção para alguns telefones úteis:

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil – 193
Samu – 192
Policia Militar – 190
Policia Rodoviária Federal – 191

 

Com informações do Corpo de Bombeiros Militar do RN

 

7 jan by Henrique Goes Tags:, ,

PRAIA SEGURA

Guarda Vidas identificam crianças no litoral
Bombeiros identificam crianças no litoral
Foto: CBMRN

Numa cidade onde todos os caminhos parecem levar às praias, uma “força-tarefa” se pôs de prontidão neste fim de semana para garantir a segurança dos banhistas e visitantes da orla.

Participaram da ação preventiva 100 pessoas, entre Bombeiros, voluntários da Cruz Vermelha, socorristas do Samu, policiais Rodoviários Federais, policiais Militares, policiais Civis, Grupos de Escoteiros e Pré militares.

A campanha Praia Segura desenvolve blitz educativas, a ação “Criança a Vista” – distribuindo pulseiras de identificação -,  e o “Turista Legal”, fazendo uma aproximação com aqueles que escolheram nosso litoral como local de lazer.

 

Fale no ZAP