Vereadores criticam gastos de R$ 4 milhões com iluminação natalina

ranierebarbosa3_elpidiojunior
Vereador Raniere Barbosa garante que os gastos estão “dentro da lei” (Foto: Elpídio Júnior)

Joaquim Pinheiro

Vereadores de vários partidos com representação na Câmara Municipal de Natal usaram a tribuna da Casa para criticar o que consideram de gastos exorbitantes e desnecessários da Prefeitura de Natal com decoração natalina, no valor  de 4 milhões de reais. O único vereador favorável foi Raniere Barbosa, do PDT, líder do prefeito Carlos Eduardo. O primeiro a criticar foi Sandro Pimentel, do Psol, afirmando que inclusive, está sendo cometida uma inconstitucionalidade, já que o prefeito está usando recursos da COSIP (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública), desviado para outra finalidade. “O prefeito está descumprindo a lei orçamentária”, disse Sandro Pimentel. “Isso é um desperdício “, ressaltou a vereadora Eleika Bezerra, lembrando que o município enfrenta uma grave crise financeira.

Quem também criticou os gastos com iluminação para o período natalino foram os vereadores Amanda Gurgel, Júlio Protásio, Bertone Marinho, Maurício Gurgel e Paulinho Freire. Este último chamando atenção para o não aproveitamento da estrutura do ano anterior. Paulinho Freire sugeriu que fosse feita parceria com a iniciativa privada para minimizar os curtos com investimentos para a festa natalina.

Raniere Barbosa justificou dizendo que tudo está amparado pela lei, defendendo, inclusive uma revisão para adequar a atual realidade. Raniere lembra que Natal é uma cidade turística e como tal precisa que o Poder Pública invista em eventos dessa natureza, principalmente na iluminação pública, potencializando assim essa atividade econômica, segundo  ele “tão importante como o turismo”.

Paulinho Freire sugeriu parceria com a iniciativa privada
Paulinho Freire sugeriu parceria com a iniciativa privada

“A decoração natalina faz parte do contexto econômico, portanto, temos que valorizar esse setor que gera emprego e renda para a população de Natal”, disse ele, acrescentando: “não vejo explicação para o não aproveitamento do material que é usado no ano anterior”. Na sessão desta última quarta-feira os vereadores aprovaram requerimento convocando o secretário da Semsur, Antonio Fernandes, para prestar esclarecimentos sobre os gastos com o projeto natalino de iluminação no valor de 4 milhões de reais.

Deixe seu comentário